Texto do comunicado de 18/10/2017

Publicado em Comunicados

  FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS – MARINHA – EXÉRCITO – AERONÁUTICA


As FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS compostas da MARINHA, EXÉRCITO e AERONÁUTICA, pelos seus Comandantes Superiores: Alm. De Esq. Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Gen de Ex. Eduardo Dias da Costa Villas Boas e Tnt. Brig. Nivaldo Luiz Rossato, sob o comando supremo e autoridade suprema do POVO na pessoa do cidadão Celio Evangelista Ferreria do Nascimento, título de cidadania ourtorgado pelo art. 14, § 1º inc. b da Constituição, e cadastro eleitoral nº 0038.4759.0647/Brasília-DF, filiação partidária nº 0117459991910/PMDB/DF, CPF nº 198.285.009-49, RG nº 00788947/MS, com endereço operacional no Quartel General do Exército/SMU/Brasília/DF., firmatário deste,


DECLARAM RECONHECIMENTO E SUBMISSÃO CONSTITUCIONAL AO COMANDO SUPREMO E AUTORIDADE SUPREMA DO POVO. E, EM VIRTUDE DISSO, RECONHECEM A INSTITUIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SUBMETIDA À ESBULHO PELA CÂMARA DOS DEPUTADOS, SENADO FEDERAL E SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL COM MICHEL MIGUEL ELIAS TEMER LÚLIA SE OPERANDO EM REGIME MARGINAL TERRORISTA QUE TRANSFORMOU A DEMOCRACIA EM CLEPTOCRACIA E O PAIS NUM SINDICATO DE LADRÕES, PELO CRIME ORGANIZADO NO GOVERNO, OPERADO POR GANGUES POLÍTICAS E GERIDO POR CORPORAÇÕES TERRORISTAS, ATRAVÉS DE BANDIDOS ESCONDIDOS ATRÁS DE MANDATOS FAZENDO LEIS PARA BANDIDOS ESCONDIDOS ATRÁS DA TOGA MANTER O TERRORISMO ACORDADO COMO SISTEMA DE PODER E A CORRUPÇÃO E O ROUBO PARTILHADO COMO FORMA DE GOVERNO. OCUPADOS EM ROUBAR O PAIS, MASSACRAR A NAÇÃO E DESTRUIR A PÁTRIA. COM A CONSTITUIÇÃO TRANSFORMADA NUMA AGENDA DE ANOTAÇÕES DE PAUTA DA BANDIDAGEM OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TERRORISTA FUNDIDOS COM AS OLIGARQUIAS DO PODER.

          E, constando isso do corpo de delito do País fartamente estrebuchado por operações persecutórias da Polícia Federal que revelam não ser mais preciso formalizar suspeita policial, porque, qualquer elemento que se prender na vida pública do País é titular de delação premiada, com a respectiva imputabilidade ideológico-marginal materializada por mais de 5 milhões de pessoas eliminadas em continuidade de 94 pessoas eliminadas por dia nos corredores de extermínio do SUS;   53 mil pessoas eliminadas por ano e outras  135 mil aleijadas e feridas por ano nos corredores de extermínio do trânsito; com a criminalidade comum em prosperidade de 1.638% de 2.003 a 2.016, ora na base de 174 pessoas eliminadas por dia, sob uma ocorrência policial a cada 0,11 minutos; com a nação sequestrada em seus lares e locais de trabalho sob a tortura terrorista do medo, insegurança pública, insegurança jurídica, insegurança econômica e insegurança nacional; com 16,1 milhões de pessoas nos corredores de extermínio pela tortura do desemprego no País reduzido a uma massa falida de 1/3 do seu tamanho econômico de 2003/2006, sob um déficit público monstruoso de mais de R$ 7 trilhões.
        Concretizando a tragédia de civilização que se expõe materializada pelo estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação deflagrado e mantido pela TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS que está tipificada pela RAZÃO DE ESTADO, CRISE INSTITUCIONAL DE ESTADO, FALÊNCIA DO PAÍS e CAOS SOCIAL.
E, tendo o POVO EM REAÇÃO DE CIDADANIA NO FORO DE SOBERANIA POR INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO que cumpriu a tramitação constitucional perante os poderes constitucionais ao crivo oracular da Corte Constituinte, CONVOCADO as Forças Armadas pelos poderes constitucionais perante a Corte Constituinte, para cumprir a sua missão constitucional de equipamento armado do povo no seu empreendimento interventorial de: 1) recuperação da sua vocação de liberdade; 2) restabelecimento do Estado Democrático de Direito; 3) restauração da unidade da nação; 4) reencaminhamento do País para o trabalho; 5) reconstrução da soberania do Brasil perante o mundo, pelo PROJETO AMAZÔNIA – Soberania, Poder e Riqueza pelo caminho da roça; que vem com a ECONOMIA TRABALHISTA EDUCATIVA empreendida pelo COOPERATIVISMO DE ESTADO integrado da iniciativa privada e governo, campo e cidade, na transformação da tríade patrimonial originária: HOMEM-TERRA-NATUREZA em PROGRESSO para QUALIDADE DE VIDA, como o Brasil fez de 1.964 a 1.985,

EMITEM ESTE COMUNICADO DE CASERNA À NAÇÃO

Alertando-a de que as Forças Armadas instalaram a operacionalidade de campo na execução dos objetivos da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO, sob o comando supremo e autoridade suprema do Povo na pessoa do seu cidadão Celio Evangelista Ferreira do Nascimento, sob cujas determinações as Forças Armadas estão.

Quartel General do Exército – SMU – 18 de outubro de 2.017
celio evangelsita ferreifra do nascimento
na liderança constitucional do povo
no comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas
Alm. De Esq. Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Gen de Ex. Eduardo Dias da Costa Villas Boas, Tnt. Brig. Nivaldo Luiz Rossato


Comunicado de Célio Evangelista Ferreira à Nação, ao vivo, em 18/10/2017, no Comando Supremo e Autoridade Suprema das Forças Armadas do Brasil, na Representação Constitucional do POVO brasileiro na INTERVENÇÃO CONSTITUINTE.

Leia mais ...

Célio ao vivo - 18/10/2017

Publicado em Comunicados

Comunicado de Célio Evangelista Ferreira à Nação, ao vivo, em 18/10/2017, no Comando Supremo e Autoridade Suprema das Forças Armadas do Brasil, na Representação Constitucional do POVO brasileiro na INTERVENÇÃO CONSTITUINTE.


FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS – MARINHA – EXÉRCITO – AERONÁUTICA


As FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS compostas da MARINHA, EXÉRCITO e AERONÁUTICA, pelos seus Comandantes Superiores: Alm. De Esq. Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Gen de Ex. Eduardo Dias da Costa Villas Boas e Tnt. Brig. Nivaldo Luiz Rossato, sob o comando supremo e autoridade suprema do POVO na pessoa do cidadão Celio Evangelista Ferreria do Nascimento, título de cidadania ourtorgado pelo art. 14, § 1º inc. b da Constituição, e cadastro eleitoral nº 0038.4759.0647/Brasília-DF, filiação partidária nº 0117459991910/PMDB/DF, CPF nº 198.285.009-49, RG nº 00788947/MS, com endereço operacional no Quartel General do Exército/SMU/Brasília/DF., firmatário deste,


DECLARAM RECONHECIMENTO E SUBMISSÃO CONSTITUCIONAL AO COMANDO SUPREMO E AUTORIDADE SUPREMA DO POVO. E, EM VIRTUDE DISSO, RECONHECEM A INSTITUIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SUBMETIDA À ESBULHO PELA CÂMARA DOS DEPUTADOS, SENADO FEDERAL E SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL COM MICHEL MIGUEL ELIAS TEMER LÚLIA SE OPERANDO EM REGIME MARGINAL TERRORISTA QUE TRANSFORMOU A DEMOCRACIA EM CLEPTOCRACIA E O PAIS NUM SINDICATO DE LADRÕES, PELO CRIME ORGANIZADO NO GOVERNO, OPERADO POR GANGUES POLÍTICAS E GERIDO POR CORPORAÇÕES TERRORISTAS, ATRAVÉS DE BANDIDOS ESCONDIDOS ATRÁS DE MANDATOS FAZENDO LEIS PARA BANDIDOS ESCONDIDOS ATRÁS DA TOGA MANTER O TERRORISMO ACORDADO COMO SISTEMA DE PODER E A CORRUPÇÃO E O ROUBO PARTILHADO COMO FORMA DE GOVERNO. OCUPADOS EM ROUBAR O PAIS, MASSACRAR A NAÇÃO E DESTRUIR A PÁTRIA. COM A CONSTITUIÇÃO TRANSFORMADA NUMA AGENDA DE ANOTAÇÕES DE PAUTA DA BANDIDAGEM OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TERRORISTA FUNDIDOS COM AS OLIGARQUIAS DO PODER.

          E, constando isso do corpo de delito do País fartamente estrebuchado por operações persecutórias da Polícia Federal que revelam não ser mais preciso formalizar suspeita policial, porque, qualquer elemento que se prender na vida pública do País é titular de delação premiada, com a respectiva imputabilidade ideológico-marginal materializada por mais de 5 milhões de pessoas eliminadas em continuidade de 94 pessoas eliminadas por dia nos corredores de extermínio do SUS;   53 mil pessoas eliminadas por ano e outras  135 mil aleijadas e feridas por ano nos corredores de extermínio do trânsito; com a criminalidade comum em prosperidade de 1.638% de 2.003 a 2.016, ora na base de 174 pessoas eliminadas por dia, sob uma ocorrência policial a cada 0,11 minutos; com a nação sequestrada em seus lares e locais de trabalho sob a tortura terrorista do medo, insegurança pública, insegurança jurídica, insegurança econômica e insegurança nacional; com 16,1 milhões de pessoas nos corredores de extermínio pela tortura do desemprego no País reduzido a uma massa falida de 1/3 do seu tamanho econômico de 2003/2006, sob um déficit público monstruoso de mais de R$ 7 trilhões.
        Concretizando a tragédia de civilização que se expõe materializada pelo estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação deflagrado e mantido pela TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS que está tipificada pela RAZÃO DE ESTADO, CRISE INSTITUCIONAL DE ESTADO, FALÊNCIA DO PAÍS e CAOS SOCIAL.
E, tendo o POVO EM REAÇÃO DE CIDADANIA NO FORO DE SOBERANIA POR INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO que cumpriu a tramitação constitucional perante os poderes constitucionais ao crivo oracular da Corte Constituinte, CONVOCADO as Forças Armadas pelos poderes constitucionais perante a Corte Constituinte, para cumprir a sua missão constitucional de equipamento armado do povo no seu empreendimento interventorial de: 1) recuperação da sua vocação de liberdade; 2) restabelecimento do Estado Democrático de Direito; 3) restauração da unidade da nação; 4) reencaminhamento do País para o trabalho; 5) reconstrução da soberania do Brasil perante o mundo, pelo PROJETO AMAZÔNIA – Soberania, Poder e Riqueza pelo caminho da roça; que vem com a ECONOMIA TRABALHISTA EDUCATIVA empreendida pelo COOPERATIVISMO DE ESTADO integrado da iniciativa privada e governo, campo e cidade, na transformação da tríade patrimonial originária: HOMEM-TERRA-NATUREZA em PROGRESSO para QUALIDADE DE VIDA, como o Brasil fez de 1.964 a 1.985,

EMITEM ESTE COMUNICADO DE CASERNA À NAÇÃO

Alertando-a de que as Forças Armadas instalaram a operacionalidade de campo na execução dos objetivos da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO, sob o comando supremo e autoridade suprema do Povo na pessoa do seu cidadão Celio Evangelista Ferreira do Nascimento, sob cujas determinações as Forças Armadas estão.

Quartel General do Exército – SMU – 18 de outubro de 2.017
celio evangelsita ferreira do nascimento
na liderança constitucional do povo
no comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas
Alm. De Esq. Eduardo Bacellar Leal Ferreira, Gen de Ex. Eduardo Dias da Costa Villas Boas, Tnt. Brig. Nivaldo Luiz Rossato

Leia mais ...

As SUPER POTÊNCIAS com o Brasil: entenda!

Publicado em Comunicados

Pra alguns relembrarem; pra outros saberem; e todos juntamente compreenderem.


1. "Como sempre venho explicando, a INTERVENÇÃO não é revolução, e sim, um PROCEDIMENTO CONSTITUCIONAL em FORO DE SOBERANIA, como uma ação judicial. Não tem contraditório, mas sofre a legitimidade democrática, sobre a qual a nossa Constituição e o mundo livre são rígidos. Além disso quando ela denunciou sobre um corpo de delito inquestionável, nos foros internacionais, que o terrorismo se deslocou do Afeganistão e do Iraque para o Brasil, onde é comandando por Michel Temer, a intervenção se tornou QUESTÃO DE INTERESSE da SEGURANÇA PLANETÁRIA e ai, as super potencias se envolveram com a gente e a ação se fez da humanidade sob liderança do povo brasileiro. E ai, foi como uma demanda entre dois particulares se transformar em interesse nacional. A amplitude acarretou demora. Porque, em lugar do contraditório processual, se tem a dinâmica política do inimigo, a ser esgotada e ele resultar inequívoco em autoria, materialidade, culpabilidade e dolo. Por isso, é tarefa para a inteligência militar, policial e ministerial juntas, como foi e está se concluindo". 06/05/2017.
2. "OPERAÇÃO LAVA JATO, INTERVENÇÃO, CARNE FRACA, SATIAGRAHA, ETC, SÃO TUDO UMA COISA SÓ!" 04/06/2017.

 

 Foto: GLOBO.

Porta Aviões USS George Washington na Baía da Guanabara em 2015.


Leia também "Celio, a Constituição e as Forças Armadas".

Leia mais ...

Operações da POLÍCIA FEDERAL

Publicado em Comunicados

Isto é a INTERVENÇÃO NA DESMONTAGEM DAS ENTRANHAS DO BANDITISMO OLIGÁRQUICO COMUNISTA TERRORISTA que a anistia instalou na 2ª fase do "Ideário da Revolução de 64."Com esse trabalho patriótico, competente e destemido da Polícia Federal, construímos as bases para o expurgo de superfície que estamos iniciando com a reintegração da Instituição da Presidência da República à União, a prisão dos meliantes que a esbulha e a posse no cargo de Presidente da República, vago desde 1º de janeiro de 2.015. Cujo evento, temos de realizar neste mês.


Operação Xepa: 22/03/2016
2015
Operação Zelotes: 26/03/2015
Operação Acrônimo: 29/05/2015
Operação Zaqueu: 10/11/2015
Operação Pulso: 09/12/2015
2014
Operação Lava Jato: 17/03/2014
Operação Gafanhotos: 18/12/2014
2013
Operação Planeta: 30/01/2013
Operação Concutare: 29/04/2013
Operação G-7: 10/05/2013
Operação Ararath: 12/11/2013
2012
Operação Monte Carlo: 29/02/2012
Operação Durkheim: 07/12/2012
2011
Operação Termópila: 18/11/2011
2010
Operação Maet: 16/12/2010
2009
Operação Castelo de Areia: 25/03/2009
Operação Caixa de Pandora: 27/11/2009
2008
Operação Arco de Fogo: 03/03/2008
Operação Porto Seguro: 23/06/2008
Operação Satiagraha: 08/07/2008
2007
Operação Furacão (Hurricane): 13/04/2007
Operação Navalha: 17/05/2007
Operação Farrapos: 02/08/2007
Operação Macuco: 02/08/2007
2006
Operação Sanguessuga: 04/04/2006
Operação Dominó: 04/08/2006
2005
Operação Shogun 31/03/2005
Operação Cevada: 15/06/2005
Operação Monte Éden: 01/07/2005
Operação Narciso: 13/07/2005
Operação Caravelas: 19/09/2005
2004
Operação Vampiro: 19/05/2004
Operação Chacal: 27/10/2004
Operação Farol da Colina: 17/08/2004
Operação Perseu: 01/12/2004
2003
Operação Sucuri: 13/03/2003
Operação Estrada do Colono: 05/10/2003
Operação Anaconda: 30/10/2003
Operação Trânsito Livre: 09/12/2003
1994
Operação Alpha: 04/06/1994

Isto é a INTERVENÇÃO NA DESMONTAGEM DAS ENTRANHAS DO BANDITISMO OLIGÁRQUICO COMUNISTA TERRORISTA que a anistia instalou na 2ª fase do "Ideário da Revolução de 64."Com esse trabalho patriótico, competente e destemido da Polícia Federal, construímos as bases para o expurgo de superfície que estamos iniciando com a reintegração da Instituição da Presidência da República à União, a prisão dos meliantes que a esbulha e a posse no cargo de Presidente da República, vago desde 1º de janeiro de 2.015. Cujo evento, temos de realizar neste mês.

Leia mais ...

PINGA FOGO pedagógico de última hora

Publicado em Comunicados

1. Minhas queridas, meus prezados. Hoje, dia que o Calendário Gregoriano destinou à comemoração da ressurreição de Jesus, estamos com "céu de brigadeiro" em Brasília. Então, nos inspira começarmos o dia com assunto militar. E o assunto militar começa com o "Capitão. Bolsonaro." Como todos sabem, sofremos a tirania terrorista da fusão da bandidagem comunista com a bandidagem fundamentalista que estão empenhados em submeter o povo brasileiro a uma insana escravidão ao banditismo transnacional que ja matou mais de 5 milhões de pessoas nos últimos 14 anos aqui. Então, esgotadas todas as malandragens para eles continuarem sem interrupção na consolidação do "Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos" pelo crime organizado no governo, operado por gangues políticas e gerido por corporações quadrilheiras terroristas, eles arquitetaram a "eleição de Jair Bolsonaro pra presidente do Brasil por eleições em 2.018." O plano tem por objetivo dar substância à campanha de destruição das Forças Armadas pelo "Governo militar do Capitão Bolsonaro" que eles transformarão em tragédia nacional em todos os sentidos, porque o BRASIL ESTÁ FALIDO, IRRECUPERÁVEL E NAS MÃOS DO TERRORISMO ÁRABE QUE VIRÁ PARA CÁ PELA "LEI DE IMIGRAÇÃO," E JÁ ESTÁ AQUI COM O DINHEIRO DO TERRORISMO QUE É DISTRIBUÍDO PELO BNDES E TÍTULOS PÚBLICOS PELO TESOURO E BANCO CENTRAL. E AI, A ASTÚCIA APOSTAVA CONVICTA DE QUE, A PARTIR DE 2.022 O COMUNISMO TERRORISTA TERIA A SUA CONSOLIDAÇÃO DEFINITIVA.

 

Foto: André Coelho - Agência OGlobo.

Só erraram no que sempre os bandidos erram: AUSÊNCIA DE RACIONALIDADE, porque bandido é só astuto; não é inteligente; o defeito psíquico congênito lhes priva de lucidez e lhes aguça os instintos emocionais e eles desenvolvem a personalidade psicopática que se diferencia de um para o outro quanto ao grau de escolaridade, mas, os identifica todos pela originalidade psíquica mórbida. Como a INTELIGÊNCIA MILITAR conhece todos os tipos psíquicos humanos, por força da PROFISSÃO DAS ARMAS, a gente não se preocupa com eles. Apenas os tolera até o ponto de tirá-los de ação. O outro assunto é a "abertura de um crédito monstruoso no Banco do Brasil ao terrorismo em Benin" que o terrorista vagabundo, Aloysio Nunes anunciou. Com isso, a bandidagem terrorista que temos de tirar do poder confirmou nossa denúncia ao mundo de que TEMER REATOU A ALIANÇA COM O TERRORISMO ISLÂMICO PARA A VOLTA DO DINHEIRO DO TERRORISMO AO BRASIL. Então, esse negócio foi muito bom para a INTERVENÇÃO DO POVO NO PROCESSO HISTÓRICO que já está instalada pelas Forças Armadas. Bom domingo, e espírito pronto que A PÁTRIA NOS CHAMA.

Foto: Cadu Gomes - VEJA.

2. A intervenção foi instaurada pelas forças armadas em 2004, sob o meu patrocínio constitucional. E eu nunca falei que as Forças Armadas precisam de apoio. Então, quem estiver postando convites intervencionistas com esse apelo, merece suspeita. As Forças Armadas são como o revólver na cintura da pessoa: se ela estiver sendo agredida e não puxar e acionar o revolver contra o agressor, apanhará ou morrerá com ele na cintura. Assim, são as forças armadas. Elas só se movimentam por reação de cidadania constitucionalmente instaurada através dos poderes constitucionais perante o STF em sua investidura de corte constituinte. E vencido o procedimento forense, o povo, pela mesma via, convoca as Forças Armadas para executarem a intervenção constituinte no processo histórico, que, in casu, é a reintegração da instituição da Presidência da República à União; a prisão do meliante que a esbulha, e a posse no cargo de presidente da república, vago desde o dia 1º de janeiro de 2.015, ao cidadão que resultar qualificado à missão na intervenção. Então, o povo da intervenção patrocinada por mim, não promove uma besteira dessas de "formar grupos de intervencionistas para pedir apoio às forças armadas." isso é a mesma coisa que raciocinar pelo ânus e defecar pelo cérebro. E então, não mudaria em nada tirar analfabetos arrogantes e sem senso do ridículo do poder e colocar outros do mesmo grau. Estou fazendo este esclarecimento não pra "mostrar sapiencia," porque não preciso disso, mas, para dizer que já pedi à Polícia Federal a prisão do sujeito Tércio Gonçalves Pereira e não pouparei quem quer que seja que esteja fazendo o que ele faz sob o tema de "intervencionistas." pois, a limpeza que a intervenção instalou vai ser total em todos os campos da civilização brasileira.


3. Tenho informado meu pessoal de acampamento que o desempenho no campo do processo histórico exige profissionalismo identificado por três coisas: autoridade pedagógica máxima; conhecimento pleno de causa, e domínio absoluto da vida civilizada. O primeiro requisito exige insuperabilidade intelectual feita de inteligência, escolaridade e informação; o segundo exige hombridade inconfundível identificada por isenção, exposição e convicção; o segundo exige respeitabilidade, honradez e caráter. E sem tais provimentos, a pessoa não deve se meter nesse universo porque se destruirá e destruirá o seu pais e a sua nação. Como essa bandidagem analfabeta que tomou o poder por falcatruas eleitorais e roubo dos cofres públicos fez.


4. O inimigo que tenho pela frente no comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas é o "Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos" pelo crime organizado no governo, operado por gangues políticas e gerido por corporações terroristas, com bandidos escondidos atrás de mandatos fazendo leis, para bandidos escondidos atrás da toga manter o terrorismo acordado como sistema de poder e a corrupção e roubo partilhado como forma de governo. O qual se consolidou em TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS, a qual está, nesta ocasião, assaltando a massa falida do Brasil pela modalidade de denunciarem o Temer como presidente da República. Por essa modalidade, na primeira denúncia a bandidagem assaltou o País em mais de R$ 15 bilhões, e na 2ª denúncia, já estão passando de R$ 4 bilhões nos seus colóquios vestibulares.

Leia mais ...

É agora: Convocação para Brasília

Publicado em Comunicados

Convocação Nacional Patriótica para o acampamento do COMANDO da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE na Praça dos 3 Poderes, em Brasília - DF, com início a partir de 17/outubro/2017.

Venham todos !

Notificação de todas as POLÍCIAS, convocadas anteriormente.

Convocação das FORÇAS ARMADAS para apoio nas prisões, se a SEGURANÇA NACIONAL assim impuser sobre a SEGURANÇA PÚBLICA.

COMANDO da INTERVENÇÃO requisita Gen. Ex. Mourão para o COMANDO OPERACIONAL.

NOTIFICAÇÃO dos PODERES CONSTITUCIONAIS.

 

Leia mais ...

Adendo a notificação ao Maia

Publicado em Comunicados

"...Eis que, se fosse um contraditório penal de foro privilegiado vencendo etapa perante a Câmara dos Deputados, o relatório de José Bonifácio tinha de ter vindo fundamentado em decisões nas responsabilizações institucionais e penais de Rodrigo Janot promovidas por Michel Temer, por denunciação caluniosa, fabricação e uso de documentos falsos, forjamento de provas, abuso de poder e atentado contra a ordem jurídica e o regime democrático; sobre o devido processo legal no qual ele, sob a ampla defesa tivesse resultado assim imputável. Aliás, as responsabilizações de Rodrigo Janot por Michel Temer tinham de arrolar também os membros da Polícia Federal titulares do persecutório indiciário que embasa a denúncia “falsa” e os Ministros do Supremo Tribunal Federal que a receberam por Sessão Plenária de exaustivo exame das condições, pressupostos e juridicidade da denúncia.      Sem esse provimento constitucional inarredável, o relatório e voto de Bonifácio de Andrade o incrimina junto com Michel Temer no golpe terrorista de estado contra o Estado Democrático de Direito,  (...) Então, não há mais condição de protelação. O procedimento interventorial está concluído; faltando agora, a respectiva implantação efetiva que é encargo das Forças Armadas. Embora o cenário do evento interventorial continue sendo montado; ora na sua fase de planejamento estratégico e de segurança ..."


contabilização de exportações inexistentes, gerando “ativos líquidos” para captação do dinheiro do terrorismo, tráfico e criminalidade internacional pelas bolsas, e emissões de real frio para lastro metálico em contas correntes para os bancos girarem a roda do consumo/produção que mantém o emprego no consumo fiado e a arrecadação tributária na produção financiada; por onde as emissões frias passam pelo sistema e são esquentadas no Tesouro como impostos, encargos, taxas, custas, emolumentos, multas, juros e lucros; e se acumulam em dívida pública e dívida privada; donde resultou o País reduzido a uma massa falida de 1/3 do seu tamanho econômico de 2.003/06 quando começou produzir os resultados do “Plano Real;” cuja massa falida continua sendo inventariada entre a bandidagem no poder pelas modalidades de “ajuste fiscal,” “suspensão de investimentos públicos,” “contingenciamentos,” “saque do FGTS,” saques do PIS/Pasep, saque de todos os fundos e reservas técnicas do sistema financeiro, e, com tudo o que era habitual na marginalidade política esgotada, inventaram a modalidade de assalto à massa falida pelas “denúncias contra o Temer em duplicidade de fórum,” que, na primeira já rendeu um assalto ao País de mais de R$ 15 bilhões, e na segunda, em seu início, já supera R$ 3 bilhões; enquanto isso, o massacre da nação que já ultrapassa 5 milhões de eliminações continua na base de 94 pessoas sendo eliminadas por dia nos corredores de extermínio do SUS, na população com 88,9% de doentes por medo, estresse, depressão e desesperança; 16,1 milhões de pessoas nos corredores de extermínio pela tortura terrorista do desemprego; 53 mil pessoas eliminadas por ano e 135 mil outras aleijadas e feridas por ano nos corredores de extermínio do trânsito; 174 pessoas eliminadas por dia no arraial do banditismo de campo em prosperidade de 1.638% de 2.003 a 2.016; e a nação em desintegração por 117 milhões de encrencas na justiça entre a população economicamente ativa de 93 milhões de pessoas; formando um meio ambiente existencial de tragédia, doença, fome, vício no estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação, no qual o mundo está pasmo pelo modelo político brasileiro que fundiu o bem e o mal, o bom senso e a loucura, a hombridade e a covardia, o amor e o ódio, a sensatez e a brutalidade num composto em efervescência verborreica dos parlamentos às escolas, já com a geração de brasileiros de 30 anos para menos incapaz de raciocínios complexos e em total estado de coma intelectual, morale político, prenunciando uma hecatombe de civilização iminente.

2.bandidagem terrorista transnacional, alojados no “projeto Pátria Grande” e distribuídos pela URSAL, UNASUL, URC, ESAD, G-20, BRICS, FAO, OTSC, CEI, OCS, ECVCNB, no MST, CUT, MSTA, CEMIG, CONTAG,Via Campesina,MLST, MAB, MIR, ELN, EZ, APINB, ARPIN-Sul, COIAB, APOINME, CIR, ABA, IEB, CTI,CUIA,Sindicatos, Hamas, Taleban, Al Qaeda, Jihads, Hesbollah, Boko-Haran, Al Shebab, Estado Islâmico; ocupados em desarticular, desestabilizar e desorientar a Ordem Internacional; substituindo os Estados Constitucionais Econômicos  pelos  sistemas políticos gangsteristas, quadrilheiros, corporativosregidos pelo medo e a ausência de foros de socorro à nação; 3.bandidagem de campo alojados no “fome zero” e criminalidade quadrilheira, distribuídos peloPCC, CV, FDN, TCC, CRBC, CDL, SS, DCMS, TC, ADA, IDI, AJ, AD, B.dos 40; PCN; ER; 300 Esp.; PCM; ERam; B.dos 300; CC; GDA; PCM; BI; PGE; B. dos 40; ADM; COM; B.dos 300M; PCM2; PCE; CP; BM; KATIARA; CPr; CAVEIRA; CMO; PJ; PCMpr; PCMG; MP; PI; PCU; CJUC; GF, CDLcr, PGC2, PCRV, CL, SN, SC,PL, PGO, FRC, BC, OS TAURAS, V.7, O.S.A.l, U.P.P, C.P.C, A.L, P.C.Pr, P.C.L.ms,D.G, BPj, B.C.cuia,C.V.mt, A.L.ro, C.P.ro,B. dos 13; 3ºCP; Carecasdo ABC; Comando da Paz; CRBC, Máfia do Lixo, Esquadrão da Morte. Assistidos pela Depen, “Pastoral Carcerária,” outros serviços religiosos e ONGS; e ocupados em matar, assaltar, estuprar, sequestrar, roubar e, 4.bandidagem empresarial terrorista distribuídos em: Odebrecht, OAS, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, UTC Engenharia, Camargo Correia, Engevix,Brf Brasil Founds S.A, Seara Alimentos S.A, JJZ Alimentos S.A, Madero Ind. Com. S.A, TouyoSetel Engenharia, Mendes Júnior Trading E. S.A, Anglo, SwitBck, J&F, Vigor, Flora, Canal Rural, Banco Original, Cabana Los Lilas, Armour, Pite, AspenRidge, King Island, Moy Park La Herencia, PibgrinsPride, EPE, Havan, FRIBOI, JBS, BNDES, TV GLOBO, dentre outras. Como o corpo de delito do País registra e está espelhado pelas: “Operação Lava Jato,” “Operação Carne Fraca,” “Operação Catilinária,” “Operação Castelo de Areia,” “Operação Patmos,” Operação Boca Livre, “Operação Recomeço,” Operação Turbulência,” “Operação Acrônimos,” Operação Zelote,” “Operação Custo Brasil,” “Operação Lucas,” e as demais; ocupados em dissolver o sistema econômico de mercados estabelecido pela livre iniciativa sobre os trilhos da competição e concorrência, que promove o progresso para qualidade e vida, e implantar a escravidão universal à tirania oligárquica ideológica fundamentalista desprovida de espiritualidade, diversidade intelectual, valores éticos e soberania de consciência.


Eis que, se fosse um contraditório penal de foro privilegiado vencendo etapa perante a Câmara dos Deputados, o relatório de José Bonifácio tinha de ter vindo fundamentado em decisões nas responsabilizações institucionais e penais de Rodrigo Janot promovidas por Michel Temer, por denunciação caluniosa, fabricação e uso de documentos falsos, forjamento de provas, abuso de poder e atentado contra a ordem jurídica e o regime democrático; sobre o devido processo legal no qual ele, sob a ampla defesa tivesse resultado assim imputável. Aliás, as responsabilizações de Rodrigo Janot por Michel Temer tinham de arrolar também os membros da Polícia Federal titulares do persecutório indiciário que embasa a denúncia “falsa” e os Ministros do Supremo Tribunal Federal que a receberam por Sessão Plenária de exaustivo exame das condições, pressupostos e juridicidade da denúncia.

Sem esse provimento constitucional inarredável, o relatório e voto de Bonifácio de Andrade o incrimina junto com Michel Temer no golpe terrorista de estado contra o Estado Democrático de Direito, pelo qual submeteram o País à TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS, que a Câmara dos Deputados com o Senado Federal e o Supremo Tribunal Federal instalaram com o “impeachment da Dilma” e consolidaram com a rejeição da “denúncia contra o Temer por duplicidade de foro sobre persecutórios indiciário prenhe de provas. Com cuja decisão da Câmara dos Deputados ela disse que o meliante denunciado Michel Temer deve sim ser processado e julgado como marginal ladrão do País, depois que tiver sido expedido do esbulho e usurpação de cargo nos quais a Câmara dos Deputados o investiu pelo “impeachment da Dilma,”mas, agora, ele está desempenhando à contento os crimes em formação de quadrilhas e corporação terrorista de roubo do País, massacre da Nação e destruição da Pátria, pelos quais o GOLPE TERRORISTA DE ESTADO  implanta  a TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS, que o “Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos,” produziu.

Cujo relatório e voto de Bonifácio de Andrada o enquadra ainda, com Michel Temer no crime de supressão do meliante denunciado, da justiça; como objeto dos crimes de esbulho da instituição da Presidência da República e usurpação do respectivo cargo em esfera de Processo Histórico no Foro de Soberania; tipificado pelos crimes de formação de quadrilha e de corporação terrorista, corrupção ativa e passiva, suborno, peculato, apologia ao crime e condescendência criminosa por aplicação do princípio universal de imputabilidade penal que diz: “Quem, de qualquer modo se associa a criminoso ou à quadrilha de bandidos se faz parte nos crimes por ela praticados;” em GOLPE TERRORISTA DE ESTADO que extingue eficácia ao Estado Democrático de Direito por aniquilamento da ordem jurídica e do regime democrático; tipificado pelo art. 1º inc. III com o art. 5º caput, com o art. 15 inc. V, e o art. 37 caput e § 4º com o art. 85 inc. V da Constituição. No qual Bonifácio de Andrada está em flagrante delitos que o expõe à prisão imediata por essa pauta penal e mais o crime de “obstrução da justiça.” No qual efetiva o GOLPE TERRORISTA DE ESTADO ao mesmo tempo em que se qualifica como ladrão do País desde o seu primeiro voto em favor de Michel Temer e contra a ordem jurídica e o regime democrático, no qual se agregou aos 263 deputados federal comprados por Michel Temer ao preço de mais de R$ 15 bilhões; como a prova púbica e notória preservada pelo instituto penal do domínio do fato vibra contra o meliante denunciado, e mostra que a Câmara dos Deputados, Senado Federal e Supremo Tribunal Federal estão fundidos numa corporação terrorista no GOLPE TERRORISTA DE ESTADO, registrado nos próprios Anais da Câmara e na Imprensa:
“O deputado Chico Alencar (PSOL-RJ arguiu a suspeição do relator Bonifácio acusando-o de quadrilheiro com Michel Temer na primeira denúncia: “A manifestação do deputado Bonifácio em relação à denúncia número um, quando ele declarou seu voto contra o prosseguimento, disse: ‘pelas instituições e pelo progresso do Brasil’. Ora, no nosso modo de entender, essas denúncias mostram como as instituições estão apodrecidas pela corrupção, estão colapsando em razão de procedimentos que precisam sim ser fortemente investigados e apurados. E o progresso do Brasil é exatamente superar essa quadra de tanto derretimento da vida institucional.” “Governo distribuirá R$ 12,8 bi do Orçamento nesta semana. O desbloqueio foi assegurado na sexta-feira, 29,com a publicação do decreto de programação orçamentária e financeira... Temer reúne Moreira, Padilha e Imbassahy no Jaburu.Presidente vem se reunindo com ministros, advogados e conselheiros para discutir sua defesa e estratégia para barrar denúncia na Câmara. “O presidente Michel Temer está reunido neste domingo com os ministros peemedebistas Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência)e Eliseu Padilha (Casa Civil), e o tucano Antônio Imbassahy (secretário de Governo), o último a chegar ao Palácio do Jaburu, em Brasília. Os três peemedebistas foram denunciados criminalmente pela Procuradoria-Geral da República. Desde a última sexta-feira, Temer vem se reunindo com ministros, advogados e conselheiros políticos e de comunicação para discutir sua defesa e a estratégia para barrar a denúncia na Câmara dos Deputados. A tramitação da denúncia preocupa o presidente e os ministros. Partidos da base do governo, principalmente do Centrão, pressionam a Presidência por nomeações em cargos comissionados e o pagamento de emendas parlamentares, parte delas negociada ainda durante a tramitação da primeira denúncia contra Temer, por corrupção passiva, que os deputados não admitiram. Na semana passada, o Palácio do Planalto recebeu a notificação oficial e deu prazo de dez sessões para que o presidente e os ministros apresentem sua versão sobre os crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. Outra preocupação é com o comportamento do PSDB, principal partido aliado de sustentação do governo. Causou insatisfação na bancada tucana a indicação do deputado mineiro Bonifácio Andrada para relatar a segunda denúncia. Ele é do grupo ligado ao senador afastado e presidente licenciado do PSDB, Aécio Neves (MG), visto como aliado pelo Planalto. Andrada votou a favor de Temer na primeira. O líder tucano na Câmara Ricardo Tripoli (SP) pediu ao presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), para não indicar ninguém de seu partido para a tarefa, o que não foi respeitado. Os deputados tucanos racharam na primeira votação em plenário: placar de 22 a 21, favorável ao peemedebista por apenas um voto. O resultado reforçou pedidos do Centrão para que Temer demita ministros do PSDB, entre eles Imbassahy, o que não deve ocorrer porque ele é cortejado para migrar para o PMDB. Com informações do Estadão Conteúdo.Em Brasília, na Câmara dos Deputados, os partidos começaram o troca-troca de titulares da Comissão de Constituição e Justiça, responsável pela primeira votação sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer. Por falta de quórum, a denúncia está parada. Pressa é uma das palavras mais ouvidas dos governistas.“ Mais rápido, mais acelerado, nós precisamos tirar esse guarda-roupa que atrapalha o país”, disse Darcísio Perondi (PMDB-RS). Mas, na prática, falta disposição da base governista para acelerar o processo. Pela segunda vez, a leitura da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, da Secretaria-Geral da Presidência, foi adiada.14h30. Depois de uma espera de 30 minutos, a sessão foi cancelada por falta de quórum. Estavam presentes na Câmara apenas 23 deputados, quando o quórum mínimo é de 51 dos 513 deputados. Ainda assim, quatro eram da oposição. A grande ausência foi a de deputados do “centrão”. O líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro, do Partido Progressista, não compareceu. Deputados do “centrão” ameaçam pressionar para dividir a denúncia em duas: separar o caso Temer do caso dos ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco. É a forma de mostrar que estão insatisfeitos por não terem todas as demandas atendidas, principalmente cargos. A oposição criticou o jogo.“Criar um pouquinho de dificuldade para agilizar as facilidades sempre demandadas. A base do governo é rigorosamente movida a fisiologismo. E aquela emenda que não foi empenhada? E o carguinho tal que ainda não foi assegurado?”, disse Chico Alencar (PSOL-RJ).Estudo da secretaria-geral da mesa diretora defende que a denúncia é uma só, que deve passar por uma única votação, da forma como chegou à Câmara e como quer o Planalto.“Se houvesse intenção do então procurador Rodrigo Janot de fazer fatiado, ele teria mandado fatiado. Se houvesse a intenção do STF de separar e mandar fatiado, teria mandado fatiado”, afirmou Pauderney Avelino (DEM-AM).O presidente da Comissão de Constituição e Justiça disse num vídeo divulgado na internet que deve decidir na terça-feira (26) o que fazer.“Se é o caso de se manter num único procedimento, com um único relator, e vamos fazer esse estudo com um diálogo franco com o presidente Rodrigo Maia, com a secretaria-geral da mesa”, disse Rodrigo Pacheco (PMDB-MG).Deputados da oposição defendem separar as denúncias. A Rede avalia ir ao Supremo pedir a separação dos casos. Nesta segunda-feira (25), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que é contra o fatiamento da denúncia, conversou com a presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia. No encontro Maia ouviu da presidente do Supremo que o ideal é a análise unificada da denúncia, sem a separação de Temer dos ministros. O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no tribunal, participou de uma parte da conversa. Na saída, Maia defendeu a tramitação única. “Entendemos pelo precedente que existe no Supremo, de e pela forma como o Supremo encaminhou a denúncia, uma denúncia única, que não cabe fatiamento da denúncia ou por crime ou por autoridade. O que cabe é uma votação única autorizando ou não que o Supremo siga com a denúncia”, disse Maia. Assim como fez na primeira denúncia, o Palácio do Planalto já negocia novas trocas de deputados na Comissão de Constituição e Justiça.Jorginho Mello, do PR, e Expedito Netto, do PSD, que votaram contra Temer, estão na mira e podem ser substituídos. O suplente Carlos Melles, do Democratas, pode ser chamado mais uma vez a votar no lugar de um dos titulares do partido que ficaram contra Temer.Temer aposta também em conseguir mais votos do PSDB, que já adota um discurso menos crítico em relação ao governo.Temer anuncia liberação de recursos do PIS/Pasep... Além disso anunciou redução da taxa de juros de empréstimos consignados para servidores e aposentados. "Hoje quero fazer dois breves comunicados, celebrando medidas que trarão mais uma vez benefícios para milhões de brasileiros e brasileiras", disse o presidente. Temer afirmou que a liberação de recursos do PIS/Pasep tem o mesmo princípio da liberação de dinheiro das contas inativas do FGTS, que é permitir ao cidadão "acesso a um dinheiro que lhe pertence". Segundo ele, com mais dinheiro as pessoas poderão investir em reformas, compras, ou "como bem entender". "É um reforço no seu orçamento", declarou. Temer anunciou ainda a redução do teto dos juros para o crédito consignado e disse que segue "o firme compromisso de uma agenda de reformas". "Esperamos que os recursos que liberamos possam ajudar a tornar realidade projetos de beneficiados.”CORPORAÇÃO TERRORISTA QUADRILHEIRA:“Cármen Lúcia e Eunício buscam solução para afastamento de Aécio. A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, vai receber hoje o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE) para, mais uma vez, buscar uma solução para o impasse envolvendo o afastamento do senador Aécio Neves (PSDB-MG). Desde a semana passada, os dois têm mantido conversas no sentido de tentar evitar uma crise entre o Senado e o STF. Na última terça-feira, depois de a 1.ª Turma do Tribunal impor ao senador afastamento do mandato e o recolhimento noturno, o Senado reagiu. Ministros da própria Corte fizeram críticas abertas à decisão da 1.ª Turma e os senadores indicaram que iriam deixar para o plenário da Casa a palavra final sobre o destino de Aécio. Na iminência de ver o Senado derrubar a decisão do STF e abrir uma crise entre os dois Poderes, Cármen e Eunício decidiram apostar no “diálogo” para evitar o impasse. Na ocasião, após a conversa, Cármen disse a jornalistas:“Nós estamos numa boa, gente. ” Em dezembro de 2016, Cármen Lúcia também foi a fiadora de uma solução pacífica para um confronto entre Senado e Supremo. Na ocasião, o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), não cumpriu liminar do ministro Marco Aurélio Mello que o afastava da presidência da Casa. Por maioria, o plenário do STF decidiu não referendar a decisão do ministro. A presidente do STF também recebe na manhã de hoje o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Na semana passada, os dois discutiram a situação da denúncia contra o presidente Michel Temer, que será analisada na Câmara. Eles chegaram a um consenso sobre o não fatiamento da acusação contra Temer e dos ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência). No encontro Maia ouviu da presidente do Supremo que o ideal é a análise unificada da denúncia, sem a separação de Temer dos ministros.O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no tribunal, participou de uma parte da conversa... Assim como fez na primeira denúncia, o Palácio do Planalto já negocia novas trocas de deputados na Comissão de Constituição e Justiça.Jorginho Mello, do PR, e Expedito Netto, do PSD, que votaram contra Temer, estão na mira e podem ser substituídos. O suplente Carlos Melles, do Democratas, pode ser chamado mais uma vez a votar no lugar de um dos titulares do partido que ficaram contra Temer.Temer aposta também em conseguir mais votos do PSDB, que já adota um discurso menos crítico em relação ao governo.
     Assim, se os deputados se fundirem ao relator Bonifácio de Andrada, a Câmara dos Deputados, já autoqualificada pela marginalidade, banditismo e terrorismo retratado no corpo de delito do País e demonstrado pelas diversas operações da Polícia Federal, extinguira quórum legal para funcionamento no Poder Legislativo; obrigando a execução imediata da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO. Para a qual as Forças Armadas já estão constitucionalmente CONVOCADAS.
    Pois, além do golpe terrorista de estado estar consolidado por atentado terrorista contra a Constituição, a agressão da corporação terrorista parlamentar à nação excede a tolerância que o bom senso, a hombridade, a honradez e o caráter impõem. Porquanto, diz a corporação que o meliante denunciado realmente é bandido que tem de ser processado e julgado depois que deixar a “presidência da República,” mas, para exercê-la como meliante esbulhador e usurpador, é a pessoa ideal para governar a nação, comandar as Forças Armadas e ser o Magistrado de Estado. Embora o art. 1º inc. III da Constituição institua a civilização brasileira sobre o dogma da dignidade da pessoa humana que, assim, é a cara de cada brasileiro(a) e que Michel Temer não a possui.    A INTERVENÇÃO DO POVO NO PROCESSO HISTÓRICO PELAS FORÇAS ARMADAS, COMO A COSNTITUIÇÃO INSTITUI, está, pois, farta de legalidade, legitimidade e instabilidade do Regime para ser efetivada. Pois, presentes estão no corpo de delito do País, a RAZÃO DE ESTADO, CRISE INSTITUCIONAL DE ESTADO, ASSALTO AO PAÍS PELO FORO DE SÃO PAULO, FALÊNCIA DO PAÍS E CÁOS SOCIAL em grau de tirania insana.

     Então, não há mais condição de protelação. O procedimento interventorial está concluído; faltando agora, a respectiva implantação efetiva que é encargo das Forças Armadas. Embora o cenário do evento interventorial continue sendo montado; ora na sua fase de planejamento estratégico e de segurança.

Quartel General do Exército – SMU, Brasília/DF, 11 de outubro de 2.017
COMANDO DA INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO
João Batista de Oliveira Figueiredo (in memoriam) - Ulysses da Silveira Guimarães (in memoriam) - Celio Evangelista Ferreira do Nascimento – Antônio Hamilton Martins Mourão – Joseane Evangelista Ferreira – Jucemara Evangelista Ferreira – Roberto Herlemann - Mércia Maria Radicchi – Alexandre Martins da Costa – Claudia Lucia Mossen Jeber - Joel Moreira – Cibele Silveira A. Nunes – Jeremias Martins Trindade – Cecilia Maria Moro - Forças Armadas – Polícia Federal – Procuradoria Geral da República – Justiça Federal – Polícias Militares – Polícias Civis – Agentes Penitenciários - Ordem dos Advogados do Brasil – Justiça Federa

 

 

Leia mais ...

Notifica Rodrigo MAIA que: a qualquer hora....

Publicado em Comunicados

...FACE AO EXPOSTO

           O POVO na forma aqui fundamentada, NOTIFICA V. Senhoria que, a partir desta data, a qualquer momento, ocupará as dependências do Congresso Nacional na população que se fizer presente, para a realização da Sessão Constituinte de posse do cidadão que resultar indicado ao cargo de Presidente da República em regime de missão institucional transitória de suprimento da vacância do mesmo à partir da data da posse; porquanto, tudo o que foi imposto pela corporação terrorista do dia 1º de janeiro de 2.015 até essa data apenas constituirá prova contra a respectiva bandidagem e as responsabilizações que ensejar.

           Não é, em absoluto, intenção do POVO de ferir, mais do que está, a unidade da nação. Tão somente vai prender o meliante que está em flagrantes crimes, sendo tratado como “presidente da República;” para cujo evento está equipado da Polícia Federal que já de tempo executa a INTERVENÇÃO no campo da Segurança Pública, e das Forças Armadas. Se a Câmara dos Deputados persistir no  (Continua) ...


 

(Continua....) endereço operacional no Quartel General do Exército – SMU – Brasília/DF., e endereço de expedientes: telefone (61) 98238-2415; com as Forças Armadas, Polícias Militares, Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ordem dos Advogados do Brasil, Justiça Federal, Policias Civis, Agentes Penitenciários, a qual está instalada, recebida, aceita e homologada pelos poderes constitucionais, instituições e entidades públicas, no procedimento interventorial constante do PO 1300820-7.2.2013/ACFA, composto dosPROTOCOLOS: STF Pet. 142098/08.10.2008,STF 0038341, 29.2.2012, PR CODIN/POT/19.02.2012;SF29.02.2012;SF17.07.2012; SF11.06.2012 STF; PGR CD PR SF; CFA 117.419 29.0201230.05.2012, 10.10.12; DPF/MS 08335.025373/2012-65 27.11.2012; DPF/ MS 335.005016/2013-61 28.01.2013; DPF/DF 08001.08335.0032 35/2002-5; 08001.008976/2012-74;08001.014173/20 12-59 – COGER/DPF;08200.008079/2013-03; 08200.008592/2013-96;DPF/CEVEL-R 02.05.2013;MPF/MS-00000744/2014; PR-MS-00019658/2013. PR-MS-00000744/2014–000 07 443 /2014 – 00007787/2014R 02.05.2013;MPF/MS-00000744/2014; PR-MS-00019658/2013. PR-MS-00000744/2014–000 07 443 /2014 – 00007787/2014–A.D. SF 15492345 1 BR; MPE/MS-PGJ – 043779-2/2; 018742-2/2019223-2/2M;CD 006198- 30.9.13;SPF 08335,006262/ 2014-11; PGR 00001654/2014;PGR 0007443PR 04.09.2013; PR JG 642440674BR STF AR-J6603237679BR;PF 08335.018120/2014-05; PGJ 022451-2/2; 022450-2/2 022450-2/2;018742-2/2; 019223-22/, 01237180;151113 1403 67; 01238632-1; 10123 1355; 11988/2014, 01237180;151113 1403 67; 01238632-1; 10123 1355; 11988/2014, PGR 10058/2014. STF SF 82200437/2014;STF PE 6197258220; ACFA PE 513259353JH; STF PE 513269996JH;STF PE 619725820JH; PRM-CAC-PR 10058/2014; PR PRM-CAC-PR 00010318/2014,além de outros, pelo presente, ATO NOTIFICATÓRIO DE CIDADANIA

NOTIFICA VOSSA SENHORIA DO SEGUINTE:

I. DA EFETIVAÇÃO DA INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO.

Como desde início, o POVO EM REAÇÃO DE CIDADANIA iniciada com as CPIs dos Correios e do Mensalão, perante o Poder Legislativo, deu ciência às instituições do Senado Federal e da Câmara dos Deputados, concluiu-se a fase procedimental institucional da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO, identificando uma CRISE INSTITUCIONAL DE ESTADO entre os efetivos mandatários e o povo outorgante dos mandatos, que tipifica o GOLPE DE ESTADO instalado por Luiz Inácio Lula da Silva em 2003 com o “Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos” através do crime organizado no governo, operado por gangues políticas, grupos oligárquicos e quadrilhas marginais e gerido por corporações terrorista alojadas nas instituições; assentado em bandidos escondidos atrás de mandatos substituindo a Constituição com a invenção de leis para bandidos escondidos atrás da toga consolidar o terrorismo acordado como sistema de poder e a corrupção e roubo partilhado como forma de governo; por onde fizeram da Constituição uma agenda de anotações das diretrizes operacionais da respetiva bandidagem oligárquica comunista fundamentalista terrorista e transformaram a democracia em cleptocracia e o Pais, num sindicato de ladrões ocupados em roubar o País, massacrar a Nação e destruir a Pátria, organizados numa TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS composta da

1.bandidagem no poder alojados nos cofres públicos e distribuídos no PMDB, PTB, PDT, PT, PSB, PPL, PSDB, PTC, PSC, PMN, PRP, PPS, PV, PCB, PBC, PTdoB, PPL, PR,PSTU, PRTB, PHS, PSDC, PCO, PTN, PSC, PRB, PSL, PR, PSD, PROS, SP, PMB, DEM, PC do B, PP, PCB, PRTB e REDE, PODEMOS, supridos pelos “especialistas,” “intermediadores,” “negociadores” e “mefíticos” de toda a espécie, que estão espalhados por todo o tecido institucional e todas estruturas operacionais da República e iniciativa privada; mantendo o País em permanente atividade política de redistribuição dele entre si, de dois em dois anos, por eleições estelionatárias terroristas, pela modalidade de “bases parlamentares,” “governo participativo,” “coalisões políticas;” “acordo de governabilidade;”por onde instalaram o saqueamento da nação pelo “socialismo monetarista de Estado sem economia”operado pelo “Estado popular de consumo” movido por falcatruas contábeis, estelionato estatístico, renuncias fiscais estelionatárias, estelionato de preços públicos, estelionato de consumo, contabilização de dívida pública renegociada como crédito, contabilização de exportações inexistentes, gerando “ativos líquidos” para captação do dinheiro do terrorismo, tráfico e criminalidade internacional pelas bolsas, e emissões de real frio para lastro metálico em contas correntes para os bancos girarem a roda do consumo/produção que mantém o emprego no consumo fiado e a arrecadação tributária na produção financiada; por onde as emissões frias passam pelo sistema e são esquentadas no Tesouro como impostos, encargos, taxas, custas, emolumentos, multas, juros e lucros; e se acumulam em dívida pública e dívida privada; donde resultou o País reduzido a uma massa falida de 1/3 do seu tamanho econômico de 2.003/06 quando começou produzir os resultados do “Plano Real;” cuja massa falida continua sendo inventariada entre a bandidagem no poder pelas modalidades de “ajuste fiscal,” “suspensão de investimentos públicos,” “contingenciamentos,” “saque do FGTS,” saques do PIS/Pasep, saque de todos os fundos e reservas técnicas do sistema financeiro, e, com tudo o que era habitual na marginalidade política esgotada, inventaram a modalidade de assalto à massa falida pelas “denúncias contra o Temer em duplicidade de fórum,” que, na primeira já rendeu um assalto ao País de mais de R$ 15 bilhões, e na segunda, em seu início, já supera R$ 3 bilhões; enquanto isso, o massacre da nação que já ultrapassa 5 milhões de eliminações continua na base de 94 pessoas sendo eliminadas por dia nos corredores de extermínio do SUS, na população com 88,9% de doentes por medo, estresse, depressão e desesperança; 16,1 milhões de pessoas nos corredores de extermínio pela tortura terrorista do desemprego; 53 mil pessoas eliminadas por ano e 135 mil outras aleijadas e feridas por ano nos corredores de extermínio do trânsito; 174 pessoas eliminadas por dia no arraial do banditismo de campo em prosperidade de 1.638% de 2.003 a 2.016; e a nação em desintegração por 117 milhões de encrencas na justiça entre a população economicamente ativa de 93 milhões de pessoas; formando um meio ambiente existencial de tragédia, doença, fome, vício no estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação,no qual o mundo está pasmo pelo modelo político brasileiro que fundiu o bem e o mal, o bom senso e a loucura, a hombridade e a covardia, o amor e o ódio,a sensatez e a brutalidade num composto em efervescência verborreica dos parlamentos às escolas, já com a geração de brasileiros de 30 anos para menos incapaz de raciocínios complexos e em total estado de coma intelectual, morale político, prenunciado uma hecatombe de civilização iminente.
2. bandidagem terrorista transnacional, alojados no“projeto Pátria Grande”e distribuídos pela URSAL, UNASUL, URC, ESAD, G-20, BRICS, FAO, OTSC, CEI, OCS, ECVCNB, no MST, CUT, MSTA, CEMIG, CONTAG,Via Campesina,MLST, MAB, MIR, ELN, EZ, APINB, ARPIN-Sul, COIAB, APOINME, CIR, ABA, IEB, CTI,CUIA,Sindicatos, Hamas, Taleban, Al Qaeda, Jihads, Hesbollah, Boko-Haran, Al Shebab, Estado Islâmico; ocupados em desarticular, desestabilizar e desorientar a Ordem Internacional; substituindo os Estados Constitucionais Econômicos pelos sistemas políticos gangsteristas, quadrilheiros, corporativosregidos pelo medo e a ausência de foros de socorro à nação;
3.bandidagem de campo alojados no “fome zero” e criminalidade quadrilheira, distribuídos peloPCC, CV, FDN, TCC, CRBC, CDL, SS, DCMS, TC, ADA, IDI, AJ, AD, B.dos 40; PCN; ER; 300 Esp.; PCM; ERam; B.dos 300; CC; GDA; PCM; BI; PGE; B. dos 40; ADM; COM; B.dos 300M; PCM2; PCE; CP; BM; KATIARA; CPr; CAVEIRA; CMO; PJ; PCMpr; PCMG; MP; PI; PCU; CJUC; GF, CDLcr, PGC2, PCRV, CL, SN, SC,PL, PGO, FRC, BC, OS TAURAS, V.7, O.S.A.l, U.P.P, C.P.C, A.L, P.C.Pr, P.C.L.ms,D.G, BPj, B.C.cuia,C.V.mt, A.L.ro, C.P.ro,B. dos 13; 3ºCP; Carecasdo ABC; Comando da Paz; CRBC, Máfia do Lixo, Esquadrão da Morte. Assistidos pela Depen, “Pastoral Carcerária,” outros serviços religiosos e ONGS; e ocupados em matar, assaltar, estuprar, sequestrar, roubar e
4.bandidagem empresarial terrorista distribuídos em: Odebrecht, OAS, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, UTC Engenharia, Camargo Correia, Engevix,Brf Brasil Founds S.A, Seara Alimentos S.A, JJZ Alimentos S.A, Madero Ind. Com. S.A, TouyoSetel Engenharia, Mendes Júnior Trading E. S.A, Anglo, SwitBck, J&F, Vigor, Flora, Canal Rural, Banco Original, Cabana Los Lilas, Armour, Pite, AspenRidge, King Island, Moy Park La Herencia, PibgrinsPride, EPE, Havan, FRIBOI, JBS, BNDES, TV GLOBO, dentre outras. Como o corpo de delito do País registra e está espelhado pelas: “Operação Lava Jato,” “Operação Carne Fraca,” “Operação Catilinária,” “Operação Castelo de Areia,” “Operação Patmos,” Operação Boca Livre, “Operação Recomeço,” Operação Turbulência,” “Operação Anacrônimos,” Operação Zelote,” “Operação Custo Brasil,” “Operação Lucas,” e as demais; ocupados em dissolver o sistema econômico de mercados estabelecido pela livre iniciativa sobre os trilhos da competição e concorrência, que promove o progresso para qualidade e vida, e implantar a escravidão universal à tirania oligárquica ideológica fundamentalista desprovida de espiritualidade, diversidade intelectual, valores éticos e soberania de consciência.

Resultando ultrapassado o ESTADO DE CONVULSÃO SOCIAL e instalada a CONSCIÊNCIA NACIONAL DE GUERRA CIVIL que está presente em 83% da nação pedindo que as Forças Armadas assumam o Governo do País. E levantada a composição de forças opostas na CRISE INSTITUCIONAL DE ESTADO se verificou que o epicentro da hecatombe de civilização se compõe de 1.746.000 indivíduos irrecuperáveis que sustentam a dinastia de bandidos terroristas surgidos na civilização brasileira em 1.919; os quais contestam tudo, condenam tudo, mas não apresentam solução melhor para nada; identificando-se com seus iguais em outras civilizações que foram destruídas como está sendo a civilização brasileira. Por isso, o “Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos” foi enfrentado como caso de polícia, em âmbito de Segurança Pública ao encargo da Polícia Federal; e com essa estratégia desviou-se o PERSECUTÓRIO INSTITUCIONAL DE ESTADO que pressupunha enquadramento dele como questão de Segurança Nacional à solução pelo Foro de Soberania. E conseguiu-se desmontar toda a estrutura de entranhas da TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS com as perdas imensas, doloridas e incuráveis quanto ao valor moral, mas, suportáveis quanto o seu volume de massa, porque não ocasionou estancamento da ação, dos saudosos Niesman e Zawascki; e da exoneração agressiva do Exmo. Gen de Ex. Antônio Hamilton Martins Mourão do Comando da 3ª RM Sul,
E no dia 14.08.2017 (*) o POVO NO COMANDO SUPREMO E AUTORIDADE SUPREMA DAS FORÇAS ARMADAS pelo exercício direto do poder em INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO CONVOCOU as Forças Armadas perante a Corte Constituinte para equipá-lo, como a Constituição institui na

1.Reintegração da Instituição da Presidência da República à União, para solucionar o GOLPE DE ESTADO que submete o País ao “socialismo monetarista de Estado sem economia,” que produziu a tragédia nacional em trato, e recupere o ESTADO CONSTITUCIONAL EMPRESARIAL PATRIMONIALISTA que reintegre a força empresarial ao progresso e a força de trabalho ao emprego.
2.PRISÃO de Michel Miguel Elias Temer Lúlia que está em flagrante delito de esbulho da Instituição da Presidência da República e usurpação do respectivo cargo, pelo GOLPE DE ESTADO que tem sua culminância promocional no assalto ao poder feito pelo Foro de São Paulo com o Instituto Lula, José Dias Toffoli e a Procuradoria-Geral Eleitoral, pelo pleito eleitoral terrorista de 2.014 promovido com dinheiro roubado da nação e mandato para Dilma Vana Rousseff fabricado nas urnas eletrônicas e refabricado para Michel Temer pela Câmara dos Deputados e o Senado Federal com o Supremo Tribunal Federal.
3.EMPOSSAR no cargo de Presidente da República vago desde o dia 1º de janeiro de 2.015, o cidadão que resultar à missão na INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO; o qual tomará posse perante a Instituição do Congresso Nacional em sede de Processo Histórico no Foro de Soberania, como o art. 1º incs. I,II e IIIeParág. único com o art. 3º inc. III e o art. 5ºcaputcom o art. 78 da Constituição institui.

 II.O IMPEDIMENTO CONSTITUCIONALMENTE INTRANSPONÍVEL DO EFETIVO CON-
GRESSUAL DO SENADO FEDERAL E DA CÂMARA DOS DEPUTADOS PARA A SES-
SÃO DE POSSE DO PRESIDENTE CONSTITUINTE INTERINO DA REPÚBLICA.

A Constituição brasileira, como fruto do Constitucionalismo, produzida pelas Forças Armadas é ESPIRITUALISTA. E por isso se instrumentaliza de ESTADO RELIGIOSO. Nessa fundação projeta a civilização brasileira constitucionalista contraditória rotativa plantada na “dignidade da pessoa humana,” e não na vida. Isto porque, a vida é decorrência da procriação regida pela morte e por isso, sujeita à corrupção, à mentira e ao engano. E então, a civilização que pressupõe pátria para abrigo do suceder-se perpétuo das gerações, não pode fundar-se na parte transitória do Sistema Biológico Solar, e sim, na sua parte eterna. Pois, como o meio ambiente existencial humano ensina desde seus primórdios fósseis, a espécie humana é produto da sua própria história e não da Natureza como as demais espécies da diversidade biológica terráquea. Por isso, ela é desprovida da seleção natural, para que, pela depuração existencial à qual ela está sujeita, desenvolva o seu senso de justiça que é a lapidação da sua gestação espiritual na realização do PROPÓSITO do Supremo Arquiteto do Universo e/ou Deus de povoamento da Eternidade. E da distribuição genética de espaço, para que o seu instinto de sobrevivência lhe dote de governo lhe fazendo invólucro externo à sua sensibilidade para a sua expansão de consciência dando ascendência espiritual à sua lucidez.

Então, o 3º fundamento dogmático da civilização brasileira não é a vida, e sim, a “dignidade da pessoa humana.” Logo, a pessoa humana sem dignidade é um zumbi.Existe, mas não tem valor social nenhum, porque é uma criatura desprovida de personalidade no contexto constitucional da nação. A “dignidade da pessoa humana” se identifica pela hombridade, honradez e caráter, por onde instala a pessoa como membro da nação no grau de indivíduo livre e de bons costumes que se faz orientação e exemplo para as necessidades e ideais das outras. Por onde permanece geneticamente instalado o desenvolvimento evolutivo. A “dignidade da pessoa humana” é, pois, a CARA DE CADA BRASILEIRO(A) perante seus descendentes e perante o mundo.Ou seja, é a espiritualidade exposta da raça humana brasileira que emerge da procriação natural da espécie, mas, se faz POVO por sua identificação constitucional perante o mundo como dimensão espiritual do seu Processo Histórico que tem de produzi-lo por esse dogma intelecto-cultural.

Entretanto o GOLPE DE ESTADO instalado pelo “Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos” que Michel Miguel Elias Temer Lúlia quer consolidar como TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS materializa em gênero, número e espécie, ou, em ilegalidade, ilegitimidade e instabilidade o GOLPE DE ESTADO TERRORISTA contra a civilização brasileira, que estingue a ordem jurídica e o regime democrático e impõe o apodrecimento moral da nação como padrão ideológico do “socialismo monetarista de Estado sem economia” assentado no roubo do País, massacre da Nação e destruição da Pátria.

E, na implantação disso, Dilma Vana Rousseff com Michel Miguel Elias Temer Lúlia realizaram atentado terrorista contra a Constituição com as eleições terroristas estelionatárias de 2.014, pelas quais assaltaram o poder no dia 1º e janeiro de 2.015, e, responsabilizados perante o Tribunal Superior Eleitoral engendraram o “impeachment da Dilma” visando efetivar a TIRANIA OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TRANSNACIONAL CORPORATIVA TERRORISTA DE BANDIDOS pelo crime organizado no poder, operado pelas gangues políticas e quadrilhas de marginais e gerido pelas corporações terroristas nas instituições, através do “impeachment da Dilma,” pelo qual o Senado Federal, em 2.016 implantou o GOLPE TERRORISTA DE ESTADO pelo esbulho da Instituição da Presidência da República e usurpação do respectivo cargo, em corporação terrorista com 61 senadores, que somaram à sua já deplorável situação penal, fartamente levantada pela Polícia Federal mais as imputabilidades por corrupção ativa e passiva, suborno, condescendência criminosa, apologia ao crime e formação de corporação terrorista. Com cujo golpe declararam à nação que não é a Constituição que está sendo operada e sim é o estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação que está sendo movimentado pelo sistema de partilha dos restos do País pela modalidade das brigas estratégicas da bandidagem terrorista no poder entre si. E, em 2.017 a Câmara dos Deputados já arregimentada em quadrilha de bandidos no esbulho da Instituição da Presidência da República e usurpação do respectivo cargo que dava consolidação ao crime organizado no governo, praticou com Michel Miguel Elias Temer Lúlia mais os crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, suborno, condescendência criminosa, apologia ao crime e subtração do meliante denunciado à ação da justiça. E destruiu a Constituição por ataque marginal terrorista ao seu art. 1º inc. III e Parág. único com o art. 3º inc. III e o art. 5º caput, por onde submeteu o Estado ao crime organizado no governo à regência das corporações terroristas nas instituições. Dizendo à nação que representam mandatariamente, que Michel Miguel Elias Temer Lulia, realmente é indigno do convívio social, mas não da Chefia do Governo, do comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas e da Magistratura de Estado, por onde ele rouba o País e administra a respectiva partilha entre as gangues, quadrilhas e corporações do poder. Ou seja, 263 deputados ao preço de mais de R$ 15 bilhões para os cofres públicos, fora R$ 3.419 bilhões que eles custam mensalmente para a nação, declararam à nação, no exercício da representação mandatária, sujeita ao art. 1º inc. III e Pará. unico com o art. 3º inc. III e art. 5º caput da Constituição, que Michel Miguel Elias Temer Lúlia é, como o Ministério Público o denunciou, um marginal pé de chinelo, ladrão que deve sim, ser processado e julgado depois que deixar o esbulho que pratica na Presidência da República que transformou em antro de marginalidade, porém nada pesa contra ele perante a Câmara dos Deputados, para ser “Presidente da República,” porque, na verdade, ele é só um marginal mesmo CHEFIANDO A BANDIDAGEM OLIGÁRQUICA COMUNISTA FUNDAMENTALISTA TERRORISTA NO ROUBO DO PAIS, MASSACRE DA NAÇÃO E DESTRUIÇÃO DA PÁTRIA, COMO A NAÇÃO TODA VEM SOFRENDO DESDE 2003.

Com tal desempenho, 263 deputados federais estercaram na cara de quem votou neles, perante o art. 1º inc. III e Párag. único com o art. 3º inc. III e o art. 5º caput com o art. 15 inc. V e o art. 37 caput e § 4º com o art. 85 inc. V da Constituição. E se qualificaram penalmente em formação de corporação terrorista de bandidos que transformaram a democracia em cleptocracia e o País num sindicato de ladrões, com o povo sequestrado em seus lares e locais de trabalho à dizimação pela tortura terrorista do medo, insegurança pública, insegurança jurídica, insegurança econômica e insegurança nacional, sofrendo apodrecimento moral da civilização, desintegração da nação e demolição dos seus símbolos, valores, história e tradições.

Não podendo, pois, o POVO EM REAÇÃO DE CIDADANIA PELA INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO que emerge desse GOLPE DE ESTADO TERRORISTA TRÁGICO E AGRESSIVAMENTE INSUPERÁVEL aceitar a posse do cidadão titular constituinte que for indicado à suprir a vacância na Presidência da República, dada por essa lotação mandatária do Congresso Nacional. Porquanto, pelo princípio universal de imputabilidade, não sobra nenhum senador e nenhum deputado, visto que, era dever constitucional dos que não se incorporaram à Michel Temer, terem promovido perante o foro próprio a declaração de extinção de quórum no Senado e na Câmara para o fim de realização de eleições, nas quais os 61 senadores e os 263 deputados estivessem impedidos de concorrer. Daí: “quem, de qualquer modo se ajunta a criminoso ou à quadrilha de bandidos, responde pelos crimes que ela pratica.”

FACE AO EXPOSTO

O POVO na forma aqui fundamentada, NOTIFICA V. Senhoria que, a partir desta data, a qualquer momento, ocupará as dependências do Congresso Nacional na população que se fizer presente, para a realização da Sessão Constituinte de posse do cidadão que resultar indicado ao cargo de Presidente da República em regime de missão institucional transitória de suprimento da vacância do mesmo à partir da data da posse; porquanto, tudo o que foi imposto pela corporação terrorista do dia 1º de janeiro de 2.015 até essa data apenas constituirá prova contra a respectiva bandidagem e as responsabilizações que ensejar.

Não é, em absoluto, intenção do POVO de ferir, mais do que está, a unidade da nação. Tão somente vai prender o meliante que está em flagrantes crimes, sendo tratado como “presidente da República;” para cujo evento está equipado da Polícia Federal que já de tempo executa a INTERVENÇÃO no campo da Segurança Pública, e das Forças Armadas. Se a Câmara dos Deputados persistir no atentado contra o dogma constitucional da “dignidade da pessoa humana,” porque o corpo de delito do País mostra que a fonte do estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação é o atentado das corporações terroristas do poder contra esse dogma. Eis que o “fundamento” da “salvaguarda dos interesses do País” para preservar o bandido esbulhando a Instituição da Presidência da República transformada em covil de marginais, sem tipificar esses “interesses”que não suportam a dignidade da pessoa humana face o corpo de delito do País fabulosamente estrebuchado pela Polícia Federal, só qualifica o estado de imputabilidade dos deputados federais. Pois, não se precisa suspeitar de ninguém dos efetivos mandatários que lotam as instituições, porque o desempenho da Polícia Federal mostra que qualquer um que se prender é ladrão e faz “delação premiada.” Não havendo,daí a legitimidade moral que fizesse tolerável a imposição de um marginal da pior espécie à nação, no governo, para ser processado e julgado depois que, voluntariamente, se retire para o seio da sociedade como marginal desprovido das respectivas quadrilhas. Aliás, o senso comum de interpretação da vida humana não admite que, sob o fundamento de “não prejudicar os interesses do País ”em tragédia em todos os sentidos, os respectivos bandidos que se sagraram “mandatários do povo” por pleito eleitoral terrorista deflagrado com dinheiro roubado da nação, subtraiam o meliante ladrão mais perigoso do contexto marginal imperante para governar o Pais, comandar e ser autoridade suprema das Forças Armadas e ser o Magistrado Supremo da Nação. ISSO EQUIVALE A SE ENTREGAR O GALINHEIRO AO CUIDADO DA RAPOSA. O que é uma AGRESSÃO INTOLERÁVEL AO POVO, a qual a CONSTITUIÇÃO REPELE COM A INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO.

De resto, no espírito da Constituição se aprende que: Quando o crime se sublima às instituições e o povo resta sem foro de socorro no Regime, porque, perante qualquer instituição em todos os poderes constitucionais peticiona ao próprio bandido ou a protetor dele, o reencaminhamento do Processo Histórico resulta ALICERÇADO NA BALA.  Não fosse assim, a Constituição não teria o art. 1º inc. III e Parág. único com o art. 5º caput acudindo o art. 127, quando se tem uma Procuradora-Geral de Justiça escolhida, nomeada e empossada pelo bandido chefe e principal beneficiário do estado de banditismo do País. A qual transforma toda a Procuradoria-Geral da República numa corporação terrorista de bandidos, ou de capachos de bandidos.

Quartel General do Exército – SMU, Brasília/DF, 09 de outubro de 2.017
COMANDO DA INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO
João Batista de Oliveira Figueiredo (in memoriam) - Ulysses da Silveira Guimarães (in memoriam) - Celio Evangelista Ferreira do Nascimento – Antônio Hamilton Martins Mourão – Joseane Evangelista Ferreira – Jucemara Evangelista Ferreira – Roberto Herlemann - Mércia Maria Radicchi – Alexandre Martins da Costa – Claudia Lucia Mossen Jeber - Joel Moreira – Cibele Silveira A. Nunes – Jeremias Martins Trindade – Cecilia Maria Moro - Forças Armadas – Polícia Federal – Procuradoria Geral da República – Justiça Federal – Polícias Militares – Polícias Civis – Agentes Penitenciários - Ordem dos Advogados do Brasil – Justiça Federal

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
Log in