Mensagens à Nação - 23/02/2018

Publicado em Comunicados

MENSAGENS  PARA A NAÇÃO


23/02/2018.  Da DESMONTAGEM da estrutura de banditismo no poder, que formou um ESTADO PARALELO do CRIME. Do expurgo do PODER em curso. Da MONTAGEM do NOVO BRASIL. Do escopo do Projeto AMAZÔNIA e a relação com a área externa de RELACIONAMENTOS que envolve o PAÍS: a volta do TRABALHO; do atual GIGANTISMO estatal que SUFOCA a iniciativa PRIVADA; do AJUSTE estatal à LEI UNIVERSAL do custo-benefício FACE às necessidades da economia; da PERENIDADE da ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA e do CANTEIRO DE OBRAS que ele oferecerá, sem sofrer influxos dos pleitos eleitorais vindouros; do papel ESTRATÉGICO das FORÇAS ARMADAS na EXECUÇÃO do Projeto AMAZÔNIA: A PÁTRIA pertence ao POVO BRASILEIRO! Da REORGANIZAÇÃO da FOLHA DE PAGAMENTOS da REPÚBLICA que começará por: Forças Armadas, Forças Policiais, Saúde e Educação. Da estatística judicial que aponta para a premente REORGANIZAÇÃO do Sistema de JUSTIÇA. Do complexo de comunicação com instâncias no EXTERIOR que está prevenido, que estão dando a correta DIVULGAÇÃO do andamento do COMBOIO da Intervenção Constituinte. Das recomendações finais para a população.


22/02/2018.  Do objeto ECONÔMICO da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE. Do patrimônio NACIONAL ainda a ser empreendido, levantado entre 2010-2012. Das consequências ambientais da extração de PETRÓLEO.  Dos projetos potenciais de geração de ENERGIA.  Da necessidade de ALIMENTAÇÃO da Humanidade. O futuro da relação BRASIL-CHINA. Do desenvolvimento do BRASIL com a preservação da AMAZÔNIA. Da desconcentração urbana com a urbanização rural. Da recuperação da saúde nacional. Os EUA e a UE conosco. Do socorro humanitário que está À DISPOSIÇÃO, coberto pela SOBERANIA SOLIDÁRIA que a CONSTITUIÇÃO institui.


21/02/2018. Do ápice do confronto ENTRE: a NAÇÃO VÍTIMA massacrada e o ESTADO PARALELO de BANDIDOS entrincheirados no Palácio do Planalto; e seu DESALOJAMENTO.   Do SUICÍDIO de PODER: seus desdobramentos na prática. Do rito constitucional de intervenção da união no estado: explicações e consequências penais internacionais.  Da ordem pública x segurança pública: diferenças. Da INVESTIDURA de CELIO FERREIRA como INTERVENTOR CONSTITUINTE na MAGISTRATURA de ESTADO desde 29/12/2017  FACE  a CRISE INSTITUCIONAL de ESTADO, FALÊNCIA DO PAIS, CAOS SOCIAL e MASSACRE da NAÇÃO.


20/02/2018.  Da entrevista com o Jornalista Marcelo Marreta. Do fim da era "República das bananas". Das determinações para providências da POLÍCIA FEDERAL. Do momento em que as FORÇAS ARMADAS sairão a campo cumprindo determinação FORENSE do POVO em FORO DE SOBERANIA. Do Regime do CRIME no Brasil, e sua tipificação, que substituiu o Estado Democrático de Direito, que inclui o Supremo Tribunal Federal pelas razões que segue, configurando assim um ESTADO PARALELO. Dos Fuzileiros Navais.

 


18/02/2018. Do perecimento constante de Temer. Do embotamento da Espada da Justiça. Da remessa do pedido de prisão em flagrante de Michel Temer para o Departamento de Estado americano. Da necessidade de restauração da dignidade militar no Brasil.


16/02/2018.  DESCONSTRÓI A FALSA NARRATIVA E O ENGÔDO DA "INTERVENÇÃO FEDERAL NO RJ". DO CORRETO PROCEDIMENTO CONSTITUCIONAL. DA CORRUPÇÃO SISTÊMICA NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS e a SUBMISSÃO DELAS AO CRIME. EXPLICA AS CAUSAS DA QUEBRA DO PAÍS. DAS REVELAÇÕES DOS ASSOMBROS COMETIDOS PELA BANDIDAGEM NO PODER QUE VIRÃO A TONA. DA PROTOCOLIZAÇÃO DO VOLUME DE ATOS E DOCUMENTOS DA INTERVENÇÃO CONSTITUINTE PERANTE ATÉ MESMO OS FOROS INTERNACIONAIS. O MUNDO OLHA ASSOMBRADO PARA O QUE OCORRE NO BRASIL. DO APOIO DO MUNDO LIVRE PARA CONTER A CONSOLIDAÇÃO DO TERRORISMO E COMUNISMO NO BRASIL.  Clique aqui para visualizar e/ou baixar a representação na Justiça Militar contra o Gen Ex Villas Boas.


15/02/2018.  Das Academias e sua relação.  Da incoerência intrínseca do comunismo. Do tempo de conhecimento das entranhas do poder para fazer a INTERVENÇÃO perante OS FOROS nacionais e INTERNACIONAIS. Da responsabilização PENAL perante eles pelos CRIMES que produziram no país, estando no PODER. Das PROVAS existentes para embasar as acusações em curso. Da envergadura e autoridade pessoal para a MISSÃO, por ter escrito a CONSTITUIÇÃO de 88 por incumbência das FORÇAS ARMADAS, junto com outros invulgares juristas. Da responsabilidade pessoal perante o saudoso Gen GOLBERY do COUTO e SILVA. Da delicada situação venezuelana.


14/02/2018.   A INTERVENÇÃO E A SOBERANIA SOLIDÁRIA AMERICANA, FACE A INSISTÊNCIA DA BANDIDAGEM NO PODER EM CONSOLIDAR A TIRANIA COMUNISTA TERRORISTA EM ENFRENTAR A NAÇÃO. DO APARELHAMENTO INSTITUCIONAL NO BRASIL. DO ROUBO DAS RIQUEZAS ESTRATÉGICAS NACIONAIS. DA DOAÇÃO NA LEI 12.292 DE 2010, PELO EXECUTIVO E LEGISLATIVO.  DO CRESCIMENTO DA DÍVIDA PÚBLICA. DA INICIATIVA JUNTO AO STM (SUPERIOR TRIBUNAL MILITAR) PARA DESOBSTRUÇÃO DO QUE IMPEDE AS PRISÕES. DO JULGAMENTO DOS CRIMES CONTRA A HUMANIDADE EM GRAU DE CORTE MARCIAL INTERNACIONAL. DAS RECOMENDAÇÕES DOS SERVIÇOS DE INTELIGÊNCIA INTERNACIONAIS.


12/02/2018.  DA HOMBRIDADE, HONRADEZ E CARÁTER.


11/02/2018. Da disseminação das drogas no DISTRITO FEDERAL, inclusive nas instituições públicas. Da invulnerabilidade do sistema de contingência internacional da INTERVENÃO. Da alvorada do Brasil.


04/02/2018 - 3o. vídeo:  Para as mães,  esposas, mulheres e trabalhadoras do Brasil.  Do acobertamento dos crimes cometidos, por falcatruas contábeis que "escondem" a falência do país.  Da inércia de Vilas Boas face ao corpo de delito do país.  Do que está pela frente. 


 04/02/2018. 2o. vídeo: EXPLICA A SITUAÇÃO JURÍDICA DAS INSTITUIÇÕES. NOVOS ESCLARECIMENTOS SOBRE A INTERVENÇÃO. 


04/02/2018 - 1o.vídeo: A CIDADANIA. A Ordem dos Cidadãos da República Federativa do Brasil. Dos HOMENS e a defesa da PÁTRIA, da FAM͍LIA.


01/02/2018.  Explicando a coletiva de imprensa prevista para 31/01/2018.


26/01/2018.   Aos POVOS e NAÇÕES do MUNDO LIVRE amigos do Brasil. Descreve o FORO DE SÃO PAULO e explica o tipo de sistema de poder que ele instala. Do Socialismo monetarista de Estado sem economia. Do Terrorismo instalado, em todas as suas formas e alcance. Da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE que emerge como REAÇÃO de CIDADANIA contra o TERROR, como serviço prestado até para com a HUMANIDADE, visando a PAZ PLANETÁRIA possível.


19/01/2018.  Da MAGISTRATURA de ESTADO. Os Atos INTERVENTORIAIS.  Do EXPURGO do Estado, necessário para recuperação da força empresarial ao PROGRESSO, e absorção da força de trabalho ao EMPREGO, que começa agora. Das notícias que chegam do Rio de Janeiro. Das ruínas, em que se tornou o Supremo Tribunal Federal. Da responsabilidade dos agentes públicos, face a impossibilidade de refutação do CORPO DE DELITO DO PAÍS, pelo massacre da NAÇÃO, no roubo do PAÍS e na destruição da PÁTRIA.

ATO INTERVENTORIAL 0001/2018: "...Fica suspenso em regime cautelar por inexistência de (...) o Congresso Nacional (...) Ficam destituídos em regime cautelar (...) os 11 Ministros do Supremo Tribunal Federal (...) fica instituído o Conselho de Defesa Nacional em regime de interinidade constituinte (...) Ficam instaurados em Sede de (...) apuração em corte marcial por crimes contra a humanidade" Continua... http://www.comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/344-ato-interventorial-001-2018


14/01/2018.  Da ascendência judaica: E o Judeu-Cristão Celio. A CONSTITUIÇÃO FEDERAL de 1988, como produto das FORÇAS ARMADAS, de natureza espiritualista, proveniente da doutrina cristã que forjou a civilização brasileira; a qual REPELE doutrinas políticas totalitárias e ateístas, em todas as suas formas e derivações. Da impossibilidade de propagação dessas doutrinas. Da ilegitimidade constitucional do pleito de 2014. Da necessidade, constitucionalidade e ausência de ofensa à doutrina cristã da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE no PROCESSO HISTÓRICO para recuperação do Estado Democrático de Direito, da vocação de liberdade do povo brasileiro e reencaminhamento para o trabalho.


13/01/2018.  Do CONSELHO de DEFESA NACIONAL. Do ESTADO de DEFESA NACIONAL. Do INTERVENTOR ou: PRESIDENTE CONSTITUINTE INTERINO da REPÚBLICA. Do MARXISMO e o SOCIALISMO MONETARISTA de ESTADO SEM ECONOMIA. Do ESTADO CONSTITUCIONAL ECONÔMICO do PROGRESSO para QUALIDADE DE VIDA. Da responsabilidade do INTERVENTOR perante sua família, perante a NAÇÃO. Da Lei 6.683/1979, a anistia e o suicídio de poder. Da radiografia social e econômica do BRASIL da baderna política e do estelionato estatístico. Da responsabilidade pessoal de cada cidadão brasileiro pelo BRASIL.


12/01/2018. Presidente constituinte interino da República Dr Celio Ferreira, encarnando o povo no exercício DIRETO de poder, explica a situação interina até agora incluindo a responsabilidade na qualidade de INTERVENTOR, dado o quadro de saúde de Temer; e outros apontamentos importantes.


10/01/2018.  Da ascensão do Brasil, pela INTERVENÇÃO, como mega potência do mundo, em face da responsabilidade que transcende os deveres domésticos, e outros apontamentos importantes.


06/01/2018. Do Projeto AMAZÔNIA com seus desdobramentos. E outros apontamentos importantes !

 


05/01/2018. Da infância gaúcha e do apego aos livros. Da necessidade da união nacional para o trabalho, com patrimônio de US$ 243 trilhões ainda a ser empreendido, e outros apontamentos.


04/01/2018.  Explica a outra forma de exercício de poder no país prevista na Constituição, os pressupostos para seu exercício. Os próximos passos no governo interino. Forças Armadas e de Segurança Pública como necessárias ao desenvolvimento e paz social. O Estado Constitucional Econômico pelo trabalho, que objetivará a qualidade de vida e progresso, que substituirá o Estado Socialista Monetarista sem economia de falcatrua contábil.

 


03/01/2018. Porque a INTERVENÇÃO teve de ocorrer, na reação de Cidadania.


02/01/2018.  Primeira mensagem à Nação, do Presidente da República.


01/01/2018.  Felicitações de 2018. Explica a natureza da posse.


LEIA TAMBÉM:

* PREVINE os 3 Comandantes Militares: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/338-previne-os-3-comandantes-militares
* CONVITE dos CAMINHONEIROS: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/339-convite-caminhoneiros
* Franquia as dependências do SENADO: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/337-franquia-senado
* O que pensa Prof.Sergio Borja sobre Celio Ferreira: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/336-ufrgs
* PREVINE del.Dornelles: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/334-previne-del-dornelles
* BOPE convocado para a posse dia 29-12: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/452-convocacao-do-bope-batalhao-de-operacoes-especiais
* DETRAN convoado para a posse dia 29-12: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/335-detran
* Reconhece JERUSALÉM como Capital do Estado de ISRAEL: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/450-reconhece-jerusalem-como-capital-de-israel
* Reafirma SOCORRO HUMANITÁRIO pela SOBERANIA SOLIDÁRIA já realizado: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/357-notifica-aloysio-e-meireles-prevenido-no-socorro-humanitario-pela-soberania-solidaria-ja-requisitado-as-super-potencias
* CONVITE à população em geral, para a posse em 29-12: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/444-convite
* Leiam a Requisição à POLÍCIA FEDERAL para as operações IMEDIATAS de SEGURANÇA e VIGILÂNCIA para o cidadão Celio Evangelista Ferreira: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/448-requisicao-a-policia-federal
* Fusão do Brasil com o Terrorismo: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Lei/L12292.htm
* As Super Potências conosco: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/410-as-super-potencias-com-o-brasil-entenda
* Convite para toda população: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/444-convite
* A extinção da Constituição e a criação da Anarquia quadrilheira: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2014/decreto/d8243.htm
* Forças Armadas formal e constitucionalmente convocadas para prisão de Temer: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/387-convocacao-das-forcas-armadas-prisao-de-temer
* Entenda o estado de legitimidade e constitucionalidade que as Forças Armadas estão cobertas para efetivarem a prisão de Temer, e outros desde 14/08 e o ato interventorial que elas receberam em 13/11 que as habilita: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/438-encerrada-a-fase-do-verbo-e-da-caneta
* Regime de Desforço físico da Nação pelos caminhoneiros, desde 28/11: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/443-sobre-villas-boas-e-convocacao-dos-caminhoneiros
* NOTIFICAÇÃO para DESOCUPAREM: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/447-e-para-desocupar
* Síntese do Projeto AMAZÔNIA: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/394-projeto-amazonia
* Conheça quem é Celio Ferreira: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/389-celio-a-constituicao-e-as-forcas-armadas
* Documento histórico de 18/10 que os 3 Comandantes Militares reconheceram (comunicado de caserna): http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/413-celio-ao-vivo-18-10-2017
* Entendendo o que houve em 15/11/2017: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/439-entendendo-o-15-11
* Gen Ex Eduardo Villas Boas acusado no Ministério Público Militar: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/441-villas-boas-acusado-no-ministerio-publico-militar
* Veja a notificação feita à PGR Raquel Dodge quanto a sua situação jurídica: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/442-notifica-pgr-raquel-dodge-de-sua-situacao-juridica
* Veja todas as PUBLICAÇÕES de Dezembro/2017: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/453-public-dezembro
* Veja todos os VÍDEOS mensagens de Dezembro/2017: http://comandodaintervencao.org/index.php/blog/item/446-mensagens-de-dezembro

Leia mais ...

Convocação do BOPE - Batalhão de OPERAÇÕES ESPECIAIS

Publicado em Comunicados

"...A situação CONSTITUCIONAL do BOPE (...) e neste desempenho CONVOCA o BOPE para integrar o POVO BRASILEIRO na assembleia nacional constituinte liderada pelos caminhoneiros, motoristas e transportadores do Brasil, em toda a República que já está se arregimentando para a posse do cidadão Celio Evangelista Ferreira do Nascimento no cargo de Presidente Constituinte interino da República no dia 29 de dezembro de 2017 em Brasília/DF..."


 

Continua no documento original. Clique no link ao final da publicação.


 


Leia também: Jerusalém, capital de ISRAEL - prevenção de socorro humanitário.  e  Soberania solidária pelas Super Potências.

Leia mais ...

Reconhece JERUSALÉM como CAPITAL de ISRAEL

Publicado em Comunicados

 (...) ao Primeiro Ministro de Israel, pelo Embaixador de Israel no Brasil (...) E, no exercício da SOBERANIA SOLIDÁRIA que a CONSTITUIÇÃO brasileira institui, invoca o SOCORRO HUMANITÁRIO do ESTADO DE ISRAEL, de natureza preventiva. (...) O povo brasileiro reconhecer JERUSALÉM como capital de ISRAEL é questão de honra genética, de coerência e convicção. Pois a civilização brasileira é produto da Doutrina Cristã que nasceu em Jerusalém (...) 



* Celio Ferreira: Apresentação.

* Fusão do Brasil com o Terrorismo: Clique aqui para ler.

* PGR Raquel Dodge notificada sobre sua situação jurídica: Clique aqui para ler.

* Convite para toda população brasileira, para o dia 29/12: Clique aqui para ler.

* Leia também: Celio, a Constituição e as Forças Armadas   e   As Super Potências conosco.

* Entenda o estado de legitimidade e constitucionalidade que as Forças Armadas estão cobertas para efetivarem a prisão de Temer, e outros desde 14/08 e o ato interventorial que elas receberam em 13/11 que as habilita: Clique aqui para ler.

* Assumindo funções diplomáticas e outras, de governo. Clique aqui para ler.

Leia mais ...

É para desocupar....

Publicado em Comunicados

"...NOTIFICA a população acima referida a DESOCUPAREM as repartições, salas e abrigos funcionais do....." Continua.


 

* Fusão do Brasil com o Terrorismo: Clique aqui para ler.

* PGR Raquel Dodge notificada sobre sua situação jurídica: Clique aqui para ler.

* Convite para toda população brasileira, para o dia 29/12: Clique aqui para ler.

* Leia também: Celio, a Constituição e as Forças Armadas   e   As Super Potências conosco.

* Entenda o estado de legitimidade e constitucionalidade que as Forças Armadas estão cobertas para efetivarem a prisão de Temer, e outros desde 14/08 e o ato interventorial que elas receberam em 13/11 que as habilita: Clique aqui para ler.

Leia mais ...

Convite

Publicado em Comunicados

C O N V I T E

O POVO BRASILEIRO formado pela tríade constituinte originária: Nação-Território- Soberania, autoproclamado no Preâmbulo da Constituição em Poder Constituinte, denominado nela de cidadania, pelo qual se institui em Estado Democrático de Direito no art. 1º caput e incs. I,II e Parágrafo único, com o art. 4º incs. I,III da Constituição, e se constitui em Ente Político de civilização, distribuído em organização federativa pela mesma, através das Constituições Estaduais e Leis Orgânicas Municipais; bifurcado em: a) poder político constitucional rotativo indireto nos partidos políticos no art. 1º incs. II,V e Parág. único, com o art. 14 incs. e §§ e art. 17 incs. e §§, art. 27 § 1º, art. 28, art. 29 inc. II, art. 46, o art. 76, e o art. 80 da Constituição, no Colegiado Mandatário composto do Presidente e Vice-Presidente da República, Presidente da Câmara dos Deputados, Presidente do Senado Federal e Presidente do STF; b) força militar constituinte permanente direta, formada das patentes eleitorais de comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas, no art. 1º incs. I,II e Parág. único, com o art. 4º incs. II,III, o art. 84 incs. XIII, e o art. 142 com o art. 91 inc. VIII da Constituição, no Colegiado Constituinte, composto dos Comandantes Superiores da Marinha, Exército e Aeronáutica; com personalidade jurídica instituída no art. 2º e arts. 18, 20, 21, 22 da Constituição, na UNIÃO FEDERAL, CNPJ nº 26.994.558/0001-23 e/ou 03.566.2312/000155, sediada no Palácio do Planalto, Praça dos Três Poderes, e/ou Advocacia-Geral da União, Brasília/DF,
em FORO DE SOBERANIA ou exercício direto do poder nos termos do art. 1º incs. I,II e Parág. único, com o art. 3º incs I/IV. O art. 4º incs. I,II, III, VIII, o art. 5º caput e §§ 2º,3º, com o art. 37 caput, o art. 84 inc. XIII, com o art. 142 e o art. 80 com o art. 91 inc. VIII, mais o art. 144 caput e inc. I, § 1º, da Constituição, que recepcionam o art. 1º com o art. 5º n. 1, o art. 10º n. 1, 2 da Convenção Americana Sobre Direitos Humanos, o art. 2º com o art. 21 n. 1 da Declaração Universal dos Direitos do Homem, a Resol. do CS/ONU n. 1.373 de 28.09.2001, e faz aplicável o art. 6º com o art. 8º da Carta Democrática Interamericana, e o art. 55 c, da Carta da ONU, com o Decreto n. 5.639 de 26.12.2005, e o Decreto n. 4.388 de 25.09.2002, face estar presente no corpo de delito do País a RAZÃO DE ESTADO, CRISE INSTITUCIONAL DE ESTADO, ASSALTO AO PODER PELO FORO DE SÃO PAULO, FALÊNCIA DO PAIS e CAOS SOCIAL, que rompeu o Estado Democrático de Direito na fusão do voto com a bala no mandato-patentes de Presidente da República e extinguiu eficácia à Magistratura de Estado desprovendo o Processo Histórico de regência institutiva e dando emersão ao povo em reação de cidadania como equipamento constituinte de autodefesa da constituição e de legítima defesa social, política, econômica e histórica da nação, instrumentalizado com a INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO, instaurada, recebida, aceita e homologada pelos poderes constitucionais, instituições e entidades públicas, no procedimento constante dos PROTOCOLOS: STF Pet 142098/08.10.2008, STF 0038341, 29.2.2012, PR CODIN/POT/19.02.2012; SF29.02.2012; SF17.07.2012; SF11.06.2012 STF; PGR CD PR SF; CFA 117.419 29.02012 30.05.2012, DPF/DF 08001.08335.0032 35/2002-5; 08001.008976/2012-74; 08001.014173/20 12-59 – COGER/DPF; 08200.008079/2013-0308200.008592/2013-96; DPF/CEVEL-R 02.05.2013; MPF/MS-00000744/2014; PR-MS-00019658/2013. PR-MS-00000744/2014– 07443 /2014 – 00007787/2014 R 02.05.2013; MPF/MS- 0000744/20 14; PR-MS-00019658/2013. PR-MS-00000744/2014– 000 07 10.10.12; DPF/MS 08335.025373/2012-65 27.11.2012; DPF/ MS 335.005016/2013-61 28.01.2013; PO 1300820-7.2.2013/ACFA: 443 /2014 – 00007787/2014 – A.D. SF 15492345 1 BR; MPE/MS-PGJ – 043779-2/2; 018742-2/2019223-2/2M; CD 006198- 30.9.13; SPF 08335,006262/ 2014-11; PGR 00001654/2014; PGR 0007443 PR 04.09.2013; PR JG 642440674BR STF AR-J6603237679BR; PF 08335.018120/2014-05; PGJ 022451-2/2; 022450-2/2 022450-2/2; 018742-2/2; 019223-22/, 01237180; 151113 1403 67; 01238632-1; 10123 1355; 11988/2014, 01237180; 151113 1403 67; 01238632-1; 10123 1355; 11988/2014, PGR 10058/2014. STF SF 82200437/2014; STF PE 6197258220; ACFA PE 513259353JH; STF PE 513269996JH; STF PE 619725820JH; PRM-CAC-PR 10058/2014; PR PRM-CAC-PR 00010318/2014, para: RECUPERAR A SUA VOCAÇÃO DE LIBERDADE; RESTAURAR O ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO; RESTABELECER A UNIDADE DA NAÇÃO; REENCAMINHAR O PAIS PARA O TRABALHO e RECONSTRUIR A SOBERANIA DO BRASIL;

estando constitucionalmente instaurada a execução da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO junto aos poderes constitucionais e Procuradoria-Geral da República perante o Supremo Tribunal Federal em sua investidura de Corte Constituinte transformada em corporação terrorista na tirania oligárquica comunista fundamentalista transnacional corporativa terrorista de bandidos, e por isso, substituída na Constituição pelo Superior Tribunal Militar;
pelo COMANDO DA INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO formado dos cidadãos e cidadãs Celio Evangelista Ferreira do Nascimento, Adriete Cruz do Nascimento Evangelista, Euclides Schwasts, Dirceu Fardoski, Vera Lucia Novak, Jeane Evangelista Constantino, Joseane Evangelista Ferreira, Jucemara Evangelista Ferreira, Roberto Herlemann, Joel Moreira, Mercia Maria Radicchi, Alexandre Martins da Costa, Cecilia Moro, Jeremias Trindade, José Raimundo Miranda, Claudia Lucia Mossen Jaber, Mauro Pereira, Luiza Marilac, Rosana T. Rodrigues, Edevaldo Chagas, Tatiane Bernardi Soder, Claremi Maria Bueloni Pádua, Gustavo Banfa Voss Lima, Jeanine ML Fernandes, Jefferson Moreira de Melo, Josefa C. Cavalcani, Patricia Santiago Freire, Eli Nogueira, Lauri Caporal Junior, Lilcian Davys, Neide Teixeira, Claudio Correa, Leonice Barbieri Lima, Eni Ferreira, Wilson Carlos Dias, Rosimeire Antunes de Menezes Dias, José Assis Costa, Fernando Antônio Barbosa Lima, David Spilki Geter de Oliveira, Edna Canto, Carlos Nilton de Oliveira, Rodrigo Raffer, Geraldo Celso Coutinho, Eliane E.D. Furnaleto, Atadeu Rocha da Silva, Gen. de Ex. Antônio Hamilton Mourão, Cel. Couto, Vicente Henrique Pereira, Antonio Sobreiro Neto, Edwar Alonso Ferreira, Bruno Ribeiro, Rafal Cabral Gomes, Romildo Silva Lima, Jose Carlo Bassani, Marcelo Moyrer Furtado, Francisco Soares de Brito, Wilton Dias Souza, Eraldo Nascimento França, João Bertoldo Pereira, Natan Oliveira, Atadeu Rocha da Silva, José Carlos Faria, José Vitor de Lima, Eraldo Barbosa, Roberto Gomes de Souza, Claudemir de Souza, Bento de Castro, Vandair Valdevino, José Fernando G. C., Antônio Luiz Bueno, Raimundo Francisco Guimarães, George Luiz Lopes, Adroaldo Caetano Schimitt, Rosson Rocha Santos, Marcio Pereira da Silva, Edgar Oliveira Viera, Jose´ Antonio Rocha, Alessandro Santos, Juliano Daniel Prediger, Alberto Jovino da Silva Francelino, Washington da Silva, Cesar Raulino da Silva, Thiago dos Santos, Adriano P. Leal. Antônio C. da Silva, João Alves Romero, Sebastião C. de Oliveira, Daniel Guimarães de Oliveira, Cirno Galdena Rodovalho, Jorge Leomay Wollmann, José Francisco da Silva, Paulo Sergio Ferreira, Ubiratan Rodrigues da Silva, Jacson Olivino Nascimento, José J.P. de Lino, Rogério Martinho, Amoriti Cesar Ribeiro, Juliano Romero de Lima, Luiz Fabiano Mosqueira, Edson Morato Cardoso, Marcelo Tavares de Oliveira, José Mario Freitas. Edilvan Gomes da Silva, Jorge Jonathan de Araújo, Francisco Miguel Bernardy, Vicente Adelino Rosa, Beloni de Souza, José Oberto Ferreira da Silva, Alexon da Silva Almeida, Edivaldo Rodrigues de Oliveria, Francisco Gomes da Silva, Antônio Jacinto dos Santos, José Reinaldo dos Santos, Antônio Pereira de Oliveira, José Divino Alarção Rabelo, Antônio Domingos da Silva, Amancio Leal, Jaime Martins das Lea,  Almor da Cruz Silva, Edemar B. S., Denis Fialho Alz, Carlos Reduf ,Valdir Barizão, Isaiós Cortez Paccini, Rodrigues Domena, Marcos Antonio de Andrade, Carlos Roberto de Souza, Getulio S.Q. Bino, Ademar Beckmann Pittahan, Natanael de Oliveira Rocha, Fernando Vieira, Anaelton da Silva Soares, Arione Maia Gomes, Ricardo Gomes de Oliveira, Antônio Vieira Neto, Eraldo Batista, Eduardo da Rosa, Donizeti A. Rodrigues, Jaime Crestani Zante, Victor M. Moraes, Paulo Bahia Souza, Leonildo José Borges da Silva, Anilton Martins, Nilton Carlos Schwz Bendineli, Lindomar da Silva Andrade, José Tiago Fernandes, Arnaldo Vieira da Silva, Elvis de Souza, Carlos Jorge Alencar Feitosa, Thiago Meira Brito Araujo, Vanderlei Moreira dos Santos, Leandro Alvarez, Gladson Luiz da Silva, Mateus Zanata, Hermelindo dos Snatos Pereira, Herbert Azevedo Junior, Dezimario Cunha Lustosa, Anderson Barros Martins, Cristiano Borges Estevão, Edval B. Filho, Ricardo de Paula, Arnã Carvalho Pinheiro, Rafael Silva Alves, José Wilson Cardoso, Mário Toso, Candido Silvio Borges de Azevedo, Antônio Pereira, Francismar Ferreira de Souza, Edson Cordeiro dos Santos, Mauro Alves de Oliveira, Jurandir Becker Soares, Jair R. Mendonça, Donizete P. Rodrigues Junior, Cesar Lonae, Gerson C. Valeo, Marcilio de Souza, Alailson Candido Silveira, João Evangelista, Manoel Paulo Honorio, Juarez Celso Cechin, Andre Tadeu Ferreira, Marcos Antonio Duarte de Andrade e Werner Auf Der Strasse com as Forças Armadas, Polícias Militares, Polícia Federal, Polícias Civis, Agentes Penitenciários, Procuradoria Geral da República, Justiça Federal e Ordem dos Advogados do Brasil, com endereço operacional no Quartel General do Exército – SMU, Brasília/DF, endereço de expedientes: telefone 61 98238-24.15, neste ATO INSTITUCIONAL DE CIDADANIA

CONVIDA a população, os empresários, os profissionais liberais, as donas de casa, os autônomos de todas as atividades lícitas, a Confederação Nacional da Indústria – CNI, a Confederação Nacional do Comércio – CNC, a Confederação Nacional da Agricultura – CNA, todas as entidades empresariais e organizacionais da iniciativa privada, os clubes de serviços e Adesg e todas as pessoas em geral, que se identificam pelos Símbolos, Valores, História e Tradições da civilização brasileira, e os povos por suas embaixadas no Brasil, para a POSSE do cidadão Celio Evangelista Ferreira do Nascimen -to, que será dada pelo povo no exercício direto do poder perante o Congresso Nacional instituída no art. 1º incs. I,II e Parág. único com o art. 4º incs. I, III e o art. 84 inc. XIII com o art. 142 e o art. 78 da Constituição, no dia 29 de dezembro de 2.017, no cargo de Presidente Constituinte Interino da República vago desde o dia 1º de janeiro de 2.015 e em regime de esbulho da Instituição da Presidência da República e usurpação do respectivo cargo por Dilma Vana Rousseff e Michel Miguel Elias Temer Lúlia, por assalto ao poder feito pelo Foro de São Paulo com o terrorismo islâmico, Instituto Lula, José Dias Toffoli e a Procuradoria-Geral Eleitoral, através do pleito eleitoral terrorista de 2.014 promovido com dinheiro roubado da Petrobrás, BNDES, Eletrobrás, Eletronuclear, Cofres Públicos e do Povo, com o qual fabricaram o mandato para Dilma nas urnas eletrônicas e o refabricaram para Temer na Câmara e Senado pelo “impeachment da Dilma,” como o TSE reconheceu e proclamou na “ação de cassação do mandato de Dilma/Temer, arquivada por não haver mandato e sim, uma quadrilha de bandidos esbulhando a democracia.
O Ato Constituinte de Posse diretamente pelo povo se dará em virtude do Congresso Nacional estar sem quórum constitucional e legítimo perante o art. 1º inc. III, V com o art. 5° caput, o art. 15 inc. V, com o art. 37 caput e § 4º, o art. 55 § 1º, o art. 85 inc. V e o art. 101 da Constituição que instituem a MORALIDADE PÚBLICA como condição meritória insuperável das investiduras públicas na civilização brasileira, dogma este que funda a INTERVENÇÃO DO POVO NO PROCESSO HISTÓRICO no âmbito da RAZÃO DE ESTADO. Desde que, pela engendração terrorista do “impeachment da Dilma” arquitetada e construída pelos bandidos terroristas Michel Miguel Elias Temer Lúlia, Eduardo Constantino Cunha, Renan Vasconcellos Calheiros e Ricardo Lewandowski, “cassaram o mandato de Dilma” e deram posse na Presidência da República à Michel Temer, por atentado terrorista contra o art. 77 §§ 1º,2º, o art. 78, o art. 79 e o art. 80 da Constituição e consolidaram o GOLPE DE ESTADO TERRORISTA instaurado por Luiz Inácio Lula da Silva em 2003 com o “Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos” através do crime organizado no governo, operado por gangues políticas e gerido por corporações quadrilheiras, ocupados em roubar o País, massacrar a Nação e destruir a Pátria com a constituição substituída por bandidos escondidos atrás de mandatos inventando leis para bandidos escondidos atrás da toga manter o terrorismo acordado como sistema de poder e a corrupção e roubo partilhado como forma de governo, e instalaram a tirania oligárquica comunista fundamentalista transnacional corporativa terrorista de bandidos na promoção da destruição da civilização brasileira por estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação, no qual, com a nação sequestrada em seus lares e locais de trabalho à eliminação pela tortura terrorista do medo, insegurança pública, insegurança jurídica, insegurança econômica e insegurança nacional, já mataram mais de 5 milhões de pessoas e adoeceram 88,9% da população por estresse, depressão, medo, desespero, insegurança e desesperança, com 1 canceroso em cada 3 pessoas diagnosticadas; e está sendo eliminada na base de 94 pessoas por dia nos corredores de extermínio do SUS; 174 pessoas eliminadas por dia no arraial da bandidagem de campo; uma ocorrência criminosa a cada 0,11 minutos; 100 mulheres e crianças estupradas por dia; 9 crianças e alguns adultos eliminados por dia no treinamento de tiro ao alvo; 503 mulheres agredidas por hora; 53 mil pessoas eliminadas por ano e outras 135 mil aleijadas e feridas, nos corredores de extermínio do trânsito; 522 mil pessoas eliminadas por ano pela falta de abrigo hospitalar, medicação e tratamento adequado; 638 mil pessoas amontoadas nos depósitos penitenciários, à eliminação pelo terrorismo da promiscuidade, falta de saneamento, de higiene e de humanismo mínimo, com 85% sem julgamento, e cem por cento deles em estado de auto defesa da Constituição e de legítima defesa pessoal por ausência de Estado que confira poder de coação às condenações que lhes são impostas, nesse meio ambiente humano nacional onde os magistrados e os condenados se diferenciam somente pelo padrão de custos aos cofres públicos que seus sistemas de confinamentos apresentam, sob a advertência que o acervo histórico da humanidade coloca de que: “para tirar os bandidos da rua, se tem de tirar do poder, aqueles que, nas respectivas investiduras de autoridade, produzem a degeneração moral que os gera;” e assim, são transformadas em chacais irrecuperáveis se dali forem retiradas; 16,1 milhões de pessoas nos corredores de extermínio pela tortura terrorista do desemprego no País falido e sem recuperação nas mãos da bandidagem terrorista; 5,6 milhões de jovens de 18 a 24 anos excluídos da vida no vício, tráfico de drogas e marginalidade por falta de cobertura de sobrevivência na economia do País que definha ao inverso da respectiva expansão demográfica; 1,6 milhões de meninas de 9 a 16 anos com filhos de prostituição sendo criados pelas avós que, já suportam sozinhas a sobrevivência da prole, ou entregues aos juizados infantis; com a extinção da civilização brasileira pelo apodrecimento moral promovido com a substituição do pátrio poder pelo aparato de roubo do País composto de “conselhos tutelares,” ”delegacias, promotorias, justiças, abrigos e serviços assistenciais da infância e juventude,” e instalação dos filhos em inimizade contra os pais, equipados da legitima defesa putativa se estes quiserem educa-los e ensiná-los trabalhar; por onde inventaram o campo econômico dentro dos cofres públicos, que aloja a bandidagem imaginativa da teorização verborreica distribuídos por doutrinadores, mestres, roteiristas, demagogos, marqueteiros, agitadores, contestadores, maledicentes, fofoqueiros, execradores, atores, ideólogos, psicólogos, orientadores e ouvidores abrigados na mídia, publicidade, política e em todas as ocupações de exploração da conversa desprovida de intelectualidade, espiritualidade e racionalidade; as escolas transformadas em bordéis de iniciação das crianças na prostituição, cafajestismo, vício, vadiagem e marginalidade, e as universidades transformadas em antros de tráfico e consumo de drogas, prostituição e cafajestismo, onde emburrecem a população e transformam a mulher de deusa da criação como fonte da vida, em vaso de descarga espermática para cafajestes, e parideira universal para o sistema que implanta a nação sem pais, sem descendência e sem hereditariedade para a escravidão terrorista pelo sistema de ascensão da bandidagem respectiva na tirania satânica pela brutalidade, a ignorância, a irracionalidade e o predomínio dos instintos demoníacos sobre o bom senso, que aflora do apodrecimento moral. Por onde desintegraram a sociedade ao grau de 1.638% de aumento da criminalidade comum de 2.003 a 2.016, e desagregaram a nação ao grau de 117 milhões de demandas na justiça entre 93 milhões de pessoas da população economicamente ativa, mostrando uma nação inimizada entre si ao ponto de todos traírem a todos e todos roubarem a todos.
    Com essa organização de abrigo e revolvimento da tirania oligárquica comunista fundamentalista transnacional terrorista de bandidos, substituíram o Estado constitucional empresarial progressista de trabalho, lucro e riqueza para qualidade de vida, pelo modelo ideológico de vadiagem, cafajestismo, custos, gastos, consumo, roubo, orgias e desperdícios, sob regência da comissão, suborno, propina e partilha, administrado pelo acordo, conchavo, cambalacho e pistolagem. E implantaram o “socialismo monetarista de Estado sem economia,” promovido por falcatruas contábeis, estelionato estatístico, renúncias fiscais estelionatárias, estelionato de preços públicos, estelionato de consumo, contabilização de dívida pública renegociada como crédito, contabilização de exportações inexistentes e contabilização da dívida pública apenas pelo seu aumento técnico que Meirelles chama de “dívida líquida;” ou seja, se o principal é impagável, Meirelles considera dívida somente o que esse principal gera de juros e encargos; por onde fabricam ativos líquidos para emissões de títulos de recolhimento do dinheiro do terrorismo islâmico pelas bolsas, em forma de “captações,” e para emissão de real frio ao lastro de moeda metálica em contas correntes para os bancos darem giro à roda do consumo/produção com o multiplicador bancário, que mantinha o emprego no consumo fiado e a arrecadação na produção atrelada às emissões do governo; fazendo fluxo de caixa à economia e voltando ao Tesouro onde são contabilizadas como impostos, taxas, encargos, custas, juros e lucros, se acumulando em dívida pública. Com cujo mecanismo, a tirania mantinha o controle do extermínio da geração de brasileiros que ela quer eliminar, e da economia que ela quer extinguir. E por isso, a “crise política” apresentou imediatamente a “crise econômica.” Ou seja, a reação de cidadania contra o GOLPE DE ESTADO TERRORISTA, que alijou o Brasil da poupança externa, estrebuchou as entranhas políticas do modelo ideológico e apresentou o verdadeiro estado econômico do Brasil, que é essa massa falida.
    E, depois de terem esgotado as modalidades ordinárias de roubo do País, e ainda havendo na massa falida em que o transformaram, patrimônio público para ser roubado, readequaram esse saqueamento por “ajuste fiscal,” “suspensão de investimentos públicos”, “contingenciamentos,” aumento da carga tributária embutida nos preços públicos, recuperação das renúncias fiscais pelo aumento de custos, e neutralização dos subsídios pela supressão dos investimentos de governo. E, com a supressão da massa desempregada e de falidos do consumo, e o ajustamento da produção ao suporte das emissões frias de governo, feito com a expulsão de 2/3 das linhas de produção para a China, Índia, Paraguai, Austrália, ajustaram o trinômio: emissões-produção-consumo no grau de MISÉRIA NACIONAL HISTÓRICA, que o Meirelles apresenta como “contenção da recessão” e “eliminação da inflação;” quando, na realidade, o País sofre de Estado sem lastro orçamentário que só pode ser curado com a extinção da dívida pública, e de depressão econômica sem recuperação patrimonial que só pode ser curada com o empreendimento da construção física da Pátria que restabelecerá a vertical do desenvolvimento evolutivo pela reorganização hierárquica do Edifício Social. E, com a “repatriação” de uma pequena parte do roubo do País que têm guardado lá fora, o FGTS, PIS/PASEP e todas as “gorduras financeiras” acumuladas no sistema financeiro nacional, com a manutenção do “fome zero,” os gastos funcionais e burocráticos no Estado e a manutenção dos prejuízos, empobrecimento e marginalidade no campo do banditismo comum, a bandidagem terrorista no poder já ultimou a arapuca econômica para renovar mandatos no pleito eleitoral terrorista de 2.018, como, aliás, sempre fizeram. Tendo rejeitado todas as ofertas de bom senso que a nação em reação de cidadania lhes reiterou durante os 13 anos que durou a tramitação constitucional da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HSTÓRICO, até a entrega do ATO INTERVENTORIAL CONSTITUINTE DE PRISÃO da quadrilha que esbulha a Instituição da Presidência da República, no dia 13.11.2017 (clique aqui para compreender), para as Forças Armadas executá-lo, como a Constituição institui.
    Essa conduta da bandidagem comunista fundamentalista terrorista de se perpetuar no poder pela tirania oligárquica comunista fundamentalista transnacional terrorista de bandidos, restou consagrada com o silêncio e omissão da Procuradoria-Geral da República, do Supremo Tribunal Federal, dos deputados e senadores e dos partidos políticos no arquivamento da “ação de cassação do mandato de Dilma/Temer” pelo Tribunal Superior Eleitoral por inexistência de mandato, vez que é uma quadrilha de ladrões da coisa pública que tem de ser expurgada da Instituição da Presidência da República, por “reação de cidadania externa ao Poder Judiciário,” como o STE reconheceu nos diversos veredictos do seu ministro e Presidente Gilmar Mendes. A qual impunha a qualquer um dos nominados a DECLARAÇÃO DE VACÂNCIA no cargo de Presidente da República e consequente denúncia de esbulho da Instituição da Presidência da República perante a Corte Constituinte e execução respectiva pelas Forças Armadas. Mas, ao invés disso, Rodrigo Janot com Edison Fachin inventaram umas “denúncias por crimes comuns” contra o Temer, chamando-o de “presidente da República,” em duplicidade de fórum, por onde aliaram a si 263 dos 513 deputados e fizeram de dois enquadramentos penais de Temer, uma sui generis modalidade de assalto ao País, pela qual, com duas denúncias, o saquearam em mais de R$ 30 bilhões. Em cujo assalto, o próprio Ministério Público Federal apresentou o seu quinhão em forma de “aumento de proventos e salários.” Tipificando-se uma corporação terrorista de bandidos composta pela Procuradoria-Geral da República, Supremo Tribunal Federal, Câmara dos Deputados e Senado Federal com Michel Temer que também é o seu chefe supremo. Cujo interesse pessoal comum que os liga é gritado pelo corpo de delito do País nos registros do clamor nacional, como se vê:

1. NO ROUBO DA MASSA FALIDA PELA MODALIDADE DE DENUNCIAR O TEMER.

“No vale-tudo para escapar da segunda denúncia da PGR na Câmara, Michel Temer já mexeu em R$ 12 bilhões dos cofres públicos; valor inclui, entre outras coisas, alívio de dívidas e multas e liberação de emendas — sem contar o que foi negociado entre cargos e benesses de valor inestimável, como a mudança no combate ao trabalho escravo; só de emendas parlamentares pagas desde o início de setembro foram R$ 881 milhões. Mas houve ainda uma frustração de receita com o novo Refis, estimada até o momento em R$ 2,4 bi; a desistência de privatizar Congonhas no ano que vem, cuja outorga era estimada em R$ 6 bi, e, por fim, a possibilidade de abdicar de R$ 2,8 bi com a anistia de parte das multas ambientais prevista no decreto editado na segunda-feira. Michel Temer recebeu na terça-feira mais de 50 deputados no Palácio do Planalto e prometeu ajudar nas demandas regionais dos políticos que estiveram em seu gabinete; objetivo da maratona de encontro com os parlamentares é barrar o mais rapidamente possível, na Câmara, a denúncia da Procuradoria-Geral da República. O deputado Roberto Britto (PP-BA), que esteve duas vezes com Temer ontem, contou, animado, que o presidente respondeu positivamente a um projeto de lei para facilitar a vida de times de futebol. A ideia é que não seja mais exigido dos clubes a Certidão Negativa de Débito (CDB). Se o projeto vingar, clubes não serão mais impedidos de disputar campeonatos caso não tenham o documento. À tarde, Britto voltou ao Palácio, dessa vez pedindo recursos para terminar a construção de cerca de 130 creches na Bahia, que, segundo ele, viraram elefantes brancos. “Segundo o deputado Paulo Pimenta, só a liberação de emendas dos últimos dias já ultrapassou R$ 2 bilhões. Ao todo, são R$ 300 bilhões de dinheiro para comprar votos para salvar uma quadrilha que tomou de assalto o nosso país”, diz. Pelas contas do deputado, serão R$ 220 bilhões no Refis, programa de perdão de dívidas tributárias. O projeto de lei já teve pedido de veto pela Receita Federal e pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. Segundo Pimenta, o projeto vai beneficiar parlamentares e, sobretudo, as empresas que financiaram suas campanhas. O Funrural é outro projeto que entra como moeda de troca, pois vai anistiar dívidas previdenciárias de grandes produtores rurais que podem chegar a R$ 49 bilhões. “A bancada ruralista apresenta uma conta: se vocês anistiarem essa dívida, nós votaremos contra a denúncia. Isso está acontecendo de maneira declarada, é um crime assumido publicamente, com absoluta complacência por parte da mídia e do próprio poder judiciário”, afirma. Junto de Paulo Teixeira (PT-SP), Wadih Damous (PT-RJ), Pimenta formalizou uma denúncia contra Temer por compra de votos com emenda parlamentar em 5 de junho, antes da votação na CCJ. Isto porque o Poder Executivo liberou R$ 4,2 bilhões em emendas no mês de junho de 2017, número quatro vezes maior do que a soma do valor liberado entre janeiro e maio de 2017, cerca de R$ 1 bilhão. Em sua coluna na Folha de S.Paulo, Mônica Bergamo contou nesta quarta-feira (26) que “na maratona de ligações para convencer deputados indecisos, Temer ouviu diversas vezes a mensagem ‘sua chamada está sendo encaminhada para a caixa postal'”.

2. NO COMBATE À CORRUPÇÃO, A QUEIXA DOS PROCURADORES.

1. Desde 2014, a Lava Jato vem revelando que a corrupção no Brasil está bastante disseminada no modo de funcionamento do sistema político nas esferas federal, estadual e municipal. Cargos públicos de chefia são loteados por políticos e partidos para a arrecadação de propinas. O dinheiro enriquece criminosos e financia campanhas, o que deturpa a democracia, gera ineficiência econômica, acirra a desigualdade e empobrece a prestação de serviços públicos. 2. Dentre os resultados desse esforço coletivo de diversas Instituições, 416 pessoas foram acusadas por crimes como corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa; 144 réus foram condenados a mais de 2.130 anos; 64 fases foram deflagradas, cumprindo-se 1.100 mandados de busca e apreensão; pelo menos 92 ações penais tramitam na Justiça; 340 pedidos de cooperação internacional foram enviados ou recebidos em conexão com mais de 40 países; e mais de 11 bilhões de reais estão sendo recuperados por meio de acordos de colaboração com pessoas físicas e jurídicas. 3. Contudo, mesmo depois de tantos escândalos, tanto o Congresso como os partidos não afastaram os políticos envolvidos nos crimes. Pelo contrário, a perspectiva de responsabilização de políticos influentes uniu grande parte da classe política contra as investigações e os investigadores, o que se reflete na atuação de Comissões Parlamentares de Inquérito e em diversos projetos de lei que ameaçam as investigações. 4. Exemplos disso são a forma de atuação da CPI da Petrobras de 2015 (a qual absolveu criminosos e condenou investigadores) e da CPMI do caso JBS em 2017 e a propositura de uma série de projetos de lei prejudiciais à punição dos grandes corruptos, como os de anistia (perdoando a corrupção sob o disfarce de perdão a caixa dois), de abuso de autoridade (criando punições a condutas legítimas com único intuito de intimidar as autoridades), da reforma do Código de Processo Penal (impedindo prisão preventiva em casos de corrupção), da delação premiada (vedando-a, por exemplo, em casos de réus presos) e da prisão apenas após percorridas todas as instâncias (propiciando ambiente altamente favorável à prescrição e à impunidade). 5.As tentativas de garantir a impunidade de políticos poderosos certamente se intensificarão, como aconteceu na libertação dos líderes políticos fluminenses pela ALERJ no dia 17/11/2017. 6. Da mesma forma, é essencial que a sociedade acompanhe o desenrolar das grandes questões jurídicas que hoje são travadas na mais alta Corte do País, como o foro privilegiado, a colaboração premiada, a execução de condenação confirmada em segundo grau e a prisão preventiva, manifestando democraticamente o seu interesse de que não haja retrocessos. Para o desenvolvimento adequado das investigações, é essencial que se fomente um ambiente favorável para a celebração de acordos de colaboração premiada e que tenham sua homologação apreciada rapidamente. 7. O Ministério Público Federal continuará a defender a sociedade e a democracia brasileiras da corrupção endêmica de nosso sistema político. Esse é o compromisso dos procuradores da Lava Jato, que não se acanharão com os ataques que vêm sofrendo de interesses atingidos pelas investigações. Contudo, o futuro da Lava Jato e a esperança no fim da impunidade histórica de poderosos no Brasil dependem do Congresso Nacional. Somente os parlamentares federais podem aprovar as leis necessárias para satisfazer os anseios da população por Justiça. Infelizmente, há quase um ano, em plena madrugada do dia 29/11/2016, enquanto o país chorava a tragédia do avião da Chapecoense, a Câmara dos Deputados desprezou o desejo legítimo de mais de 2 milhões e 300 mil pessoas ao desfigurar as 10 Medidas Contra a Corrupção, encerrando precocemente um debate necessário. 8. Se a luta contra a Corrupção depende essencialmente do Congresso, é preciso que a sociedade continue atenta aos movimentos dos atuais parlamentares, manifestando-se contra qualquer tentativa de dificultar ou impedir as investigações criminais de pessoas poderosas. Por fim, é crucial que em 2018 cada eleitor escolha cuidadosamente, dentre os diversos setores de nossa sociedade, apenas deputados e senadores com passado limpo, comprometidos com os valores democráticos e republicanos e que apoiem efetivamente a agenda anticorrupção. Olhando o passado, não podemos descuidar do futuro.” -Procuradores das Forças Tarefas da Lava Jato em Curitiba, Rio de Janeiro e São Paulo-

3. NO ASSALTO AO PAÍS, O CUSTO/DILMA CASSADA.
“Nada desmoraliza tanto qualquer discurso contra as injustiças do mundo quanto a oferta de um privilégio ao orador. O petismo no poder é exemplo acabado, definitivo, do que afirmo, embora a mesma hipocrisia também possa ser encontrada noutros partidos e fora da política. Sempre, em algum lugar, há alguém gastando saliva por uma sociedade “igualitária”, e pronto para sugar até a última gota os mais escandalosos privilégios que lhe apareçam. Desde 2008, os ex-presidentes brasileiros têm à sua disposição, pelo resto dos respectivos dias (!), oito assessores e dois automóveis. Os assessores têm direito a salários, diárias e passagens. Os ex-presidentes, não; quando viajam, pagam as próprias despesas. Os servidores públicos privatizados por nossas ex-excelências desempenham as respectivas carreiras funcionais inteiramente a seus serviços. DILMA BATE RECORDE – Na regência de sua pequena corte, mundo afora, Dilma está batendo todos os recordes de despesas. Matéria da revista Época, em 17 de julho, informou que nos primeiros seis meses de 2017 ela gastou “R$ 520 mil com diárias e passagens, o triplo do que os assessores dos outros ex-presidentes usaram, juntos, no mesmo período”. Entre 2011 e 2017, o esquerdista, igualitarista e antielitista Lula, uma vida honesta a serviço dos pobres, humanista mais honesto do Brasil, ainda que abiscoitando, por palestra, os mesmos US$ 200 mil recebidos por Bill Clinton, consumiu do erário R$ 3,1 milhões com as despesas de seus auxiliares. A equipe de Collor custou R$ 1,2 milhão e FHC despendeu modestos R$ 675 mil. A vida em Alagoas parece ser mais cara do que em Paris. Nos primeiros seis meses deste ano, o périplo pós-presidencial de Dilma incluiu Suíça, França, Estados Unidos, Espanha, Itália, Argentina e México. Dureza! Neste momento, ela gasta nosso dinheiro falando mal do Brasil e bem de si mesma, do PT e de Lula, num roteiro que inclui a Alemanha, Rússia e Finlândia. SEMPRE O “GOLPE” – O objetivo dessas romarias consiste em instruir parceiros ideológicos, jornais e bancadas de esquerda mundo afora sobre o “golpe” que a destituiu de um posto presidencial onde vinha fazendo grande bem ao Brasil e a seus pobres. Complementarmente, sustenta a tese de que Lula está sendo vítima de um golpe judiciário para impedi-lo de disputar novamente a presidência. E nós, pagando esse serviço inescrupuloso, contra a imagem do país. A ex-presidente, cujo vice, cujo governo está constrangido, por lei, a custear a própria difamação. Ou seja, presumo que ela continue incorrendo no mesmo equívoco de seus companheiros de armas e carmas: imaginando que haja no governo algum dinheiro que não seja do povo. Ou, ainda, supondo-se titular do direito de usar recursos e servidores públicos para fazer o que bem entenda pelo resto da vida.”

3.1 NA CORPORAÇÃO TERRORISTA, A ESPECIE DE BANDIDOS ESCONDIDOS ATRÁS DA TOGA.

   “EX-Ministro Da Justiça Do Governo Temer Está Envolvido Em Desvio De Dinheiro Em Operação Da Polícia Federal; VEJA! O Ministério Público Federal e a Polícia Federal, encontraram documentos que comprovam o pagamento de pelo menos 4 milhões de reais ao escritório de advocacia do atual ministro da Justiça, Alexandre de Moraes. Esse repasse segundo o MPF, seria de uma empresa investigada na Operação Acrônimo realizada pela Polícia Federal. Foram apreendidos documentos que comprovam o repasse para o atual ministro da Justiça do governo de Michel Temer entre 2010 e 2014. Na época segundo a PF, Moraes não exercia cargo público e isso aconteceu quando os agentes federais encontraram na mesa de um dos principais executivos da JHSF, empresa do setor imobiliário, uma planilha com o nome de Moraes que indicava uma sigla do PSDB. O fato aconteceu no dia 16 de agosto e o nome do ministro da Justiça do governo Temer, estava associado à palavra Parkbem, uma empresa de estacionamento do grupo JHSF. Moraes nesse caso se torna mais um ex-ministro de Temer envolvido em escândalos e investigado pela Polícia Federal.”
   “Sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017 - Para juristas, noitada de Moraes com senadores em barco de luxo é um escárnio. Ontem, 9, o ministro da Justiça Alexandre de Moraes, prestes a ser sabatinado pelo Senado para a vaga no Supremo Tribunal Federal, reuniu-se a portas fechadas na chalana Champagne, também conhecido como “Love Boat” (barco do amor, em inglês), uma embarcação de luxo do senador Wilder Morais (PP-GO), presente no evento com outros sete senadores. O episódio foi tratado pela mídia como uma “sabatina informal” e “noitada imprudente”, mas recebido como escândalo pela comunidade jurídica. Na noitada, além de Wilder, estavam presentes Benedito de Lira (PP-AL), Cidinho Santos (PR-MT), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Ivo Cassol (PP-RO), José Medeiros (PSD-MT), Sérgio Petecão (PSD-AC) e Zezé Perrella (PMDB-MG). Os senadores, todos homens, disseram que foi um encontro para conhecer as opiniões de Moraes. Um deles afirmou à revista Época que “fizeram questões mais duras do que as que serão feitas na sabatina da CCJ“. A reunião do ministro da Justiça, às portas fechadas, em uma embarcação conhecida pela festança regada a bebidas e “amor”, com senadores que deveriam sabatiná-lo no Senado revoltou a Professora Doutora da Universidade Católica de Pernambuco, Carolina Ferraz, que classificou o episódio como “escárnio” – A festança de Moraes com os senadores é o riso do escárnio de quem não respeita ou leva a sério a democracia e o Estado Democrático de Direito. “Causa ojeriza a promiscuidade entre o legislativo, o judiciário e o executivo. Tudo é feito na base do acordão, da imoralidade e da falta de ética. Quando um grupo de senadores da república acompanhados de um futuro ministro do STF se dão ao desfrute de desrespeitar a independência e a tripartição dos poderes numa festança num barco do amor, regado a uísque resta um sentimento de desesperança” – completou a Professora. Nas redes sociais, o desembargador aposentado e Professor de Direito Penal da USP, Walter Maierovitch, disse que a festança é mais um sinal de que Alexandre de Moraes não atende ao requisito de “reputação ilibada” – “Não tem postura e nem compostura. Não atende ao requisito constitucional da reputação ilibada” – publicou. Faltou palavras à Márcia Semer, Procuradora do Estado de São Paulo e Secretária Geral do Sindicato dos Procuradores do Estado, para qualificar as notícias e condutas pré sabatina de Alexandre de Moraes – “avalanche de notícias academicamente desabonadoras veiculadas nos últimos dias sobre o futuro Ministro do STF Alexandre de Moraes é impactante, mas, a notícia do jantar “on the boat” com senadores mostra uma conduta pré-sabatina tão inapropriada que não saberia qualificar. Tudo bastante constrangedor para a Democracia e preocupante. Para o Presidente da Associação dos Juízes de Direito (AJD), André Augusto Bezerra, uma reunião como essa é reflexo da falta de transparência no processo de indicação e de sabatina de um ministro do Supremo – “é da tradição brasileira que os critérios para indicação e nomeação ao STF ocorram às portas fechadas. Ao invés de se promover o debate público, fomenta-se o sigilo. Agora não está sendo diferente” – afirmou. Para o cientista político Professor Doutor da Universidade de Campinas (Unicamp), Frederico de Almeida, o episódio do barco revela a hipocrisia que existe na presunção e na expectativa de que o STF não tenha caráter político e que as indicações para uma corte não sejam políticas. No entanto, lamentou que encontros como esse estejam fora do escrutínio público e que a sabatina aberta seja algo meramente ritual. “O que temos que fazer é assumir esse caráter político e discutir mais seriamente o processo de indicação, sabatina e nomeação de ministros. Não vejo problema nenhum que um candidato a ministro do STF converse com senadores a respeito de suas pretensões, mas eu prefiro que isso seja feito às claras, em eventos públicos ou em uma sabatina mais cuidadosa e não meramente ritual, como acontece hoje no Senado, e não em um convescote privado em condições para lá de suspeitas” – afirmou. Polêmicas referentes ao nome de Moraes tem se multiplicado desde que ele foi indicado pelo presidente Michel Temer no início da semana. Nesse período, já foi apontado como autor de plágios de um autor espanhol.”

“Medo de assalto faz STF gastar R$ 181 mil ao ano com carros blindados”

“Foto de divulgação mostra um Honda Accord 2013 --nesta imagem, um modelo sem blindagem--, um dos modelos sugeridos pelo STF para uso de seus ministros durante visitas ao Estado do Rio de Janeiro O STF (Supremo Tribunal Federal) assina nesta segunda-feira (13) contrato para fornecer veículos blindados aos ministros durante suas visitas ou estadias no Rio de Janeiro, ao custo de R$ 181 mil por ano. O edital prevê o aluguel de 250 diárias de veículo de luxo, com no mínimo 200 cavalos de potência, blindado na categoria III-A, que resiste a tiros de calibres 38, 9 milímetros, 44 e de submetralhadoras Uzi. Cada diária custará R$ 724 aos cofres públicos. O próprio tribunal sugere alguns modelos de carros: Hyundai Azera (à venda nas concessionárias por R$ 129 mil), Honda Accord (R$ 146 mil) ou Ford Fusion (R$ 90 mil).Ministros do STF começam ano com aumento de R$ 1.400. Barbosa cita salário milionário em Cingapura ao responder sobre aumento para STF. Quatro dos 11 integrantes do Supremo nasceram no Rio de Janeiro ou têm casa no Estado: o atual presidente da corte, Joaquim Barbosa, e os ministros Luiz Fux, Luís Roberto Barroso e Marco Aurélio Mello. Em 2013, o STF usou 150 diárias de veículos blindados no Rio. O UOL pediu a relação individualizada por ministro, mas o tribunal disse que não poderia fornecer a informação "por razões de segurança institucional". Em Brasília, cada ministro tem um carro oficial com motorista à disposição, da frota própria do tribunal, mas os veículos não são blindados. A assessoria do Supremo afirma que o uso de blindagem no Rio é necessário por motivo de segurança. Cita como exemplo assalto sofrido em dezembro de 2006 pela então presidente do STF Ellen Gracie (aposentada em 2011) e o ministro Gilmar Mendes, durante um arrastão na Linha Vermelha. Aumento de 400%. Os ministros do Supremo têm veículos blindados à disposição no Rio desde fevereiro de 2009. O novo contrato, que deve ser homologado nesta segunda-feira, representa crescimento de 400% no volume de diárias anuais no período: elas saltaram de 50, em 2009, para 250 em 2014. Parte da alta se explica pela nomeação recente de dois ministros nascidos no Estado do Rio: Luiz Fux, que assumiu o cargo em 2011, e Roberto Barroso, em 2013. No ano passado, o contrato vigente previa o uso de 150 diárias, mas a quantidade não foi suficiente para dar conta da demanda dos ministros e esgotou-se “Em dezembro, o Supremo fez nova contratação, desta vez sem licitação. O tribunal recorreu ao artigo 24, inciso II, da Lei 8.666 que autoriza a dispensa em casos de "emergência" ou "calamidade pública". Segundo o STF, tratava-se de uma situação de "emergência", pois os veículos seriam "imprescindíveis" para a segurança dos ministros. Além do Rio, os ministros também têm direito a usar veículos blindados na cidade de São Paulo desde outubro de 2011. Foram contratadas 120 diárias anuais, mas o número também mostrou-se inadequado. Em outubro de 2012, um novo contrato ampliou a oferta para 200 diárias por ano na capital paulista, no valor individual de R$ 700.Desde janeiro de 2012, os pregões para fornecer os veículos blindados são vencidos pela mesma empresa, a Rural Rental Service, de Porto Alegre. A empresa não tem site próprio, mas está sediada no mesmo local de outra companhia de locação, a Pontual Autolocadora.

“Casamento da filha de Lewandowski atrai políticos e magistrados"
PORTO FELIZ - Apesar de ter sido aguardada com esquema de segurança especial, a presidente Dilma Rousseff não compareceu ao casamento da filha do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, Lívia, na tarde deste sábado em um hotel de alto luxo no interior de São Paulo. O ministro do STF Joaquim Barbosa também era aguardado, mas não foi à cerimônia celebrada pelo padre Alessandro de Bourbon ao pôr do sol, acompanhada de orquestra e violinos. Entre os convi- dados, estavam empresários, políticos e magistrados. Ao contrário do informado antes, a apresentadora Xuxa não compareceu à festa. Para receber os cerca de 280 convida. Para receber os cerca de 280 convidados, como o prefeito Gilberto Kassab, de São Paulo, que chegou de helicóptero, Lewandowski fechou o Hotel Fasano, na fazenda Boa Vista, cujas diárias custam no mínimo R$ 1.500. Segundo funcionários, foi servido caviar e o bolo tinha dois por três metros. Há dois meses, outro filho do ministro do STF, Renato, se casou numa cerimônia de luxo em Campos de Jordão, com Francisca Padovan. Lívia e o noivo, Sérgio Magalhães, chegaram na sexta-feira ao hotel, acompanhados de seus familiares. Convidado para a festa, o governador paulista Geraldo Alckmin enviou cumprimentos a Lewandowski, mas informou que cumpria neste sábado uma agenda de governo em outra região do estado. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também convidado, informou por meio de sua assessoria de imprensa que neste sábado é aniversário de seu neto de dois anos, Pedro, e também não poderia ir à cerimônia.”

“Conheça os gastos mais excêntricos do STF, como R$ 11.000 em cafezinho
Vacinas contra a gripe consumiram R$ 87.000. Passagens aéreas custaram 242,7 mil de janeiro a abril. Taxas por registros de armas de fogo somam R$ 3 mil. - LUIZ FELIPE BARBIÉRI 08.maio.2017 (segunda-feira) - 6h00 atualizado: 08.maio.2017 (segunda-feira) - 14h02 – A excentricidade do STF não se restringe ao “juridiquês.” As despesas do Tribunal também têm pontos curiosos.” O montante desembolsado pela Corte soma R$ 179,2 milhões de janeiro a abril. O valor autorizado para gastos em 2.017 é de R$ 686,2 milhões. Abaixo as despesas mais curiosas: Olha gripe: O STF gastou em abril R$ 87.000 com vacinas contra a gripe, ou vírus influenza, como consta na rubrica. A empresa beneficiada pelo montante foi a Merco Soluções em Saúde, com sede em Curitiba; vazamento seletivo: a Corte desembolsou só no mês passado R$ 8.000 com a aquisição de novas torneiras. O fornecimento dos materiais coube à Casa Pedroso Materiais Para Construção, de São Paulo; contra o sono: em fevereiro, os gastos com café chegaram aos R$ 11.060. O produto servido no STF é do tipo arábica, originário da Etiópia. De acordo com a discriminação dos gastos da Corte, é “uma bebida do tipo intenso com padrão de qualidade mínimo superior”. A favorecida pelo empenho é a Fino Sabor Indústria e Comércio; passagens aéreas: custaram à Corte R$ 242,7 mil de janeiro a abril deste ano. Em fevereiro, mês do Carnaval, chegaram ao valor de R$ 92.174 mil; não tô entendendo: em abril, a Corte contratou serviços de tradução do português para o húngaro por R$ 119; Minha Casa Minha Vida: nos 4 primeiros meses do ano o auxílio moradia com membros do Supremo custou aos cofres públicos R$ 207,8 mil tiro, porrada e bomba: o valor desembolsado com taxas referentes ao registro de armas de fogo de propriedade da Corte somam R$ 3.080 no ano. Um Treinamento específico para orientar os servidores em casos de ameaça de bomba custou R$ 1.995; saúde em dia: assistência médica e odontológica fechou os 4 primeiros meses do ano em R$ 436,1 mil.”

4. NAS ORGIAS PALACIANAS, O CUSTO DA PAIXÃO DO VELHO MELIANTE.
   “LUXURIA: Marcela e Michel Temer gastaram R$ 12 milhões em cartões corporativos em 6 meses. – 23/11/2017. Os gastos do governo federal com cartão corporativo dispararam nos últimos quatro meses. Desde que Michel Temer assumiu a Presidência, o poder Executivo gastou mais de R$ 29 milhões com os cartões. O órgão do governo federal que mais gastou com os cartões corporativos é a Presidência da República – com R$ 12 milhões, cerca de 40% do total gasto. O QUE MAIS CHAMOU A ATENÇÃO, FOI QUE GRANDE PARTE DOS GASTOS FORAM FEITOS EM LOJAS DE SEX SHOP!!! SERÁ QUE A IDADE PESOU??? Marcela Temer é comparada à rainha francesa Maria Antonieta, cujos hábitos extravagantes, de luxo e riqueza, contrastavam com a miséria a que o povo fora submetido. Filha do imperador Francisco I, Maria Antonieta se casou com Luís XVI aos 14 anos. A ideia era fortalecer a aliança franco-austríaca. No dia 14 de julho de 1789, Em seguida, aparece o Ministério da Justiça – onde as despesas somaram R$ 11 milhões. Já quando era vice-presidente, Temer e família já abusavam dos cartões. Houve um caso em que Dilma Rousseff” chegou a reclamar publicamente de seu vice mas, por questões políticas, o fez com discrição... O que Marcela quer, Marcela tem.
   Enquanto isso, “o Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou a previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. As projeções do FMI estão no relatório “Panorama da Economia Mundial” (WEO, na sigla inglês), divulgado nessa terça-feira. Elas revelam uma visão melhor do fundo com relação ao crescimento da economia brasileira nesse ano, já que na edição de abril do relatório a estimativa para o PIB brasileiro era de 0,2. E, em julho, de 0,3%. No relatório divulgado nessa terça-feira. No relatório, o FMI advertiu que os investimentos ainda fracos e o aumento da incerteza política pesaram na previsão para 2018. De acordo com a instituição, o Brasil precisa obter uma “restauração gradual de confiança para chegar a um crescimento de 2% do PIB no médio prazo.” “A falta de uma infraestrutura adequada é uma barreira chave ao crescimento e desenvolvimento. Os esforços em curso para tornar o programa de concessões em infraestrutura um suporte ao crescimento econômico demanda reajustamento amplo e profundo das despesas públicas, em especial, do tamanho do Estado. A alta verificada no comércio e a retomada do consumo das famílias levaram o Produto Interno Bruto (PIB) a fechar o segundo trimestre do ano com alta de 0,2% na comparação com primeiro trimestre na série ajustada sazonalmente. Na comparação com o segundo trimestre de 2.016 a variação foi de 0,3%.” Ou seja a liberação do FGTS, PIS/PASEP, eliminação da massa de consumo e emissões de real frio fizeram a roda do consumo/produção girar com um pouco mais de liquidação de estoques na agonia da massa falida.

Celio Ferreira explica: "Isso é o que já denunciamos: Não houve crescimento econômico nenhum. Primeiro, porque, a economia do Brasil está reduzida a um terço do seu tamanho econômico de 2003. Logo, se tivesse havido saldo positivo no balanço global da economia, esse teria de ter sido lançado pelo FMI não como PIB e sim, como recuperação de saldo positivo no revolvimento de estoques da massa falida (RSPMF). Pois, o PIB só pode voltar a ser mencionado após o País recuperar o seu volume econômico perdido. E isso não será possível enquanto o Brasil não restaurar o sistema estatístico que os governos militares gastaram 19 anos para montar e os vigaristas, Paulo Bernardo, Guido Mantega, Henrique Meirelles, Antônio Palocci e Dilma Rousseff destruíram em 1 ano para implantar o “socialismo monetarista de Estado sem economia” que comeu 2/3 do volume econômico do País; o afundou numa dívida pública que está entre R$ 8 e 10 trilhões; matou mais de 5 milhões de pessoas; acabou com a infraestrutura física de expansão empresarial do País; produziu 16,1 milhões de desempregados; reduziu as exportações brasileiras a 0,8% do volume global, e está em regime de sobrevida da massa falida pelos expedientes já mencionados e a volta das emissões de real frio amparadas em “ativos líquidos” produzidos pelas falcatruas e picaretagens já mencionadas; em especial, pela última picaretagem com a contabilização do déficit público apenas pelos serviços e acréscimos da dívida gerados, que não duraria até o final do próximo estelionato eleitoral, quando, então, o País explodiria numa encarniçada guerra civil".

5. A TIPIFICAÇÃO DO GOLPE TERRORISTA QUE MOTIVA A INTERVENÇÃO.
A Constituição é CARTA DOGMÁTICA que projeta a construção do meio ambiente existencial do povo brasileiro que lhe emerge da única finalidade da espécie humana na Criação, de PROCRIAR, SOBREVIVER e RACIOCINAR orientada pelo instinto de liberdade, a percepção de segurança e a vocação de progresso. E está impressa em sua ESTRUTURA NORMATIVA, pela qual ela transforma em PRÁTICA POLÍTICA a DOUTRINA CRISTÃ que produziu a civilização brasileira dentro da DINÂMICA EVOLUTIVA da espécie humana produzida por essa sua finalidade que é regida pela sua ESTRUTURA DE CONSCIÊNCIA composta de: HOMBRIDADE-HONRADEZ-CARATER que diferencia a determinante genética humana das outras espécies na diversidade físico-química pela qual a Natureza distribui o Sistema Biológico Solar na execução do PROPÓSITO DE DEUS DE POVOAMENTO DA ETERNIDADE. No qual somos uma totalidade de corpos, uma totalidade de mentes e uma totalidade de espíritos, formando a INDIVIDUALIDADE DE DEUS NA CRIAÇÃO. Cuja individualidade não subtrai do composto social sem se desintegrar a si mesma; como não se sobrepõe a ele sem apodrecer a civilização que o agrega. e por isso, na busca da sua UNICIDADE UNIVERSAL a espécie humana se despegou da sua regência natural e se fez PRODUTO BIO-INTELECTUAL DA SUA PRÓPRIA HISTÓRIA. Em cujo percurso existencial, descobriu que EMERGE DA TERRA pela essência estrutural da Via Láctea composta de: EIXO-RAIO-ÂNGULO que a estabelece em SISTEMA TRIDIMENSIONAL dentro da AUTOCONSTRUÇÃO DO UNIVERSO como conteúdo da CRIAÇÃO, na qual Deus FLUI DA ETERNIDADE em FORÇA-LUZ-ESPAÇO constituindo-se no “PRINCÍPIO PRIMÁRIO DE TODAS AS COISAS,” que chega ao HOMEM individualizando a ESSÊNCIA DO SEU PROPÓSITO nos espíritos em gestação divina para o respectivo NASCIMENTO NA ETERNIDADE. Concluindo o RETORNO DE DEUS à sua ORIGINALIDADE ABSOLUTA como o CONSTITUCIONALISMO concebeu, sem superação até hoje, pela Escola da Tragédia do Homem oferecida por Moisés, da qual veio a Escola da Conciliação oferecida por Jesus, com a Doutrina Cristã dando prevalecimento à ESPIRITUALIDADE EXPANSIONISTA que instala o PROGRESSO para QUALIDADE DE VIDA, sobre o EXISTENCIALISMO IDEOLÓGICO que submete o BOM SENSO alicerçado sobre a expansão de consciência que conduz à sobrevivência pela LIVRE INICIATIVA, à DEGENERAÇÃO INTELECTUAL fundada na escravidão ideológica que massifica pela DEGENERAÇÃO MORAL ao “igualitarismo social de massa ideológica sem cérebro.”
   Por essa essência pedagógica que supre o ACERVO DE CONHECIMENTO que a Vida Civilizada acumulou ao longo da sua História o CONSTITUCIONALISMO produziu a CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA ESPIRITUALISTA:
   “Nós, representantes do povo brasileiro, reunidos em Assembleia Nacional Constituinte para instituir um Estado democrático, destinado a assegurar o exercício dos direitos sociais e individuais, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como valores supremos de uma sociedade fraterna, pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia social e comprometida, na ordem interna e internacional, com a solução pacífica das controvérsias, promulgamos, sob a proteção de Deus, a seguinte Constituição da República Federativa do Brasil.”

   Que institui o ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO RELIGIOSO, como não poderia ser diferente, se a Constituição é espiritualista. Porquanto, haveria uma incoerência exegética em sua gênese que a desclassificaria:   “Art. 1º incs. II, III e Parág. único com o art. 3º inc. I e o art. 5° caput e incs.VI,VII,VIII,X com o art. 19 incs. I,III da Constituição.
    E assim é porque a Constituição, sendo CARTA DOGMÁTICA, tem de ser coerente, lógica, concisa, objetiva e insuperável. Por isso ela só pode ser adequada em suas eventuais ausências de cobertura normativa da dinâmica nacional no Processo Histórico, por “emenda” alicerçada nas suas cláusulas pétreas; em razão das quais, ela preserva o Poder Constituinte que a promulgou, no seu poder constitucional, como equipamento de autodefesa e de legítima defesa social, política, econômica e histórica da nação. Impedindo assim, tanto a efetivação do imaginativismo totalitário comunista, fundamentalista, socialista e anarquista em qualquer de suas modalidades, porque estão rejeitados na sua IDENTIFICAÇÃO DOUTRINARIA, ALICERCES HISTÓRICOS E NATUREZA POLÍTICA, quanto o submetimento do povo brasileiro à tirania astuciosa através do gangsterismo partidário alojado no crime organizado no governo e gerido por corporações quadrilheiras nas instituições substituindo a ordem jurídica e o regime democrático. Porquanto, quando isto ocorre, rompe-se o Estado Democrático de Direito na fusão do voto com a bala no mandato/patentes do Presidente da República e o povo emerge reinvestido dele em Foro de Soberania no comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas restabelecendo o Processo Histórico à Constituição.
   Então, a Constituição é fechada ao comunismo, terrorismo e a todos os tipos de teses totalitárias, ditatoriais, autoritárias e de exceção, porque a Doutrina Cristã que produziu a civilização brasileira desde o dia 26 de abril de 1.500 quando os descobridores entregaram a terra descoberta em posse para Deus, é absolutamente incompatível com elas e com tudo o que iniba ou submeta a soberania de consciência e a autonomia intelectual da nação como composto de indivíduos espiritualizados.

   E, a civilização espiritualista religiosa que ela projeta não se fundamenta na vida, mas sim, na dignidade da pessoa humana no art. 1º inc. III com o art. 5º caput e incs. IV, VI, VIII, IX, X da Constituição, que estabelece a pessoa por indivíduo biológico e personalidade espiritual. Na qual assenta a representação, da investidura, o cargo e a função no dogma da moralidade pública no art. 1º inc. II,V com o art. 5º caput, o art. 37 caput e § 4º com o art. 15 inc. V, o art. 55 § 1º, o art. 85 inc. V e o art. 101 da Constituição. De cuja estrutura bio-espiritual da civilização brasileira Luiz Inácio Lula da Silva e Michel Temer jocosamente se excluem:

   E se expõem em responsabilidade penal pela hecatombe de civilização que o corpo de delito do País mostra. E se identificam na qualidade de mentores, autores e comandantes do estelionato eleitoral terrorista que os mantém no poder há 14 anos; onde eles se preservam em declaração à nação, de que não sairão por eleições; como o Supremo Tribunal Federal já reconheceu no veredicto proclamatório do Min. Gilmar Mendes: “Eles acumularam dinheiro pelas vias suspeitáveis que a Lava Jato revela, para se manterem no poder até 2.030.
   Assim, na civilização brasileira espiritualista religiosa não tem espaço para comunismo, fundamentalismo, terrorismo; e a legalidade que tem de estar presente em tudo na vida do País, se assenta sobre a moralidade formada da tríade cromossomática da espécie humana que a distingue em toda a diversidade do Sistema Biológico Solar, que é: hombridade-honradez-caráter identificando a PERSONALIDADE que dá existência no art. 1º inc. III com o art. 5º caput da Constituição à PESSOA no contexto nacional. Sem isto, o mandato, a investidura, a função, o cargo se desprovê da identificação de PERSONALIDADE do respectivo titular, que, por esse desprovimento se exclui do PADRÃO MORAL da civilização brasileira que opera a nação na finalidade única da espécie humana na criação, de PROCRIAR-SOBREVIVER-RACIOCINAR. E fica sem a condição constitucional dogmática para representar, gerir ou servir a nação. E como isto foge à sensibilidade humana natural, a gente tem de estudar até a finalização racional do intelecto humano que nos possibilite, tanto suportar a dinâmica existencial da nação em suas necessidades e ideais, quanto lhe rasgar caminho na expansão de intelecto quando seus suportes organizacionais da vida resultem superados pelo seu Processo Histórico. Resultando explicada a hecatombe de civilização brasileira, pela fusão do analfabetismo com o banditismo e a vadiagem na vida pública do País, desde 2003 para cá, quando a nação resultou sem foro de socorro no Regime, porque, perante qualquer poder, à qualquer autoridade, peticiona ao próprio bandido ou a protetor dele.
   Daí a tipificação do terrorismo que submete o Brasil decorre da organização transnacional corporativa de bandidos arvorados contra a ordem legal e política do mundo, que se estabeleceu aqui pela: 1. Bandidagem vagabunda no poder alojados nos cofres públicos e distribuídos no PMDB, PTB, PDT, PT, PSB, PPL, PSDB, PTC, PSC, PMN, PRP, PPS, PV, PCB, PBC, PT do B, PPL, PR, PSTU, PRTB, PHS, PSDC, PCO, PTN, PSC, PRB, PSL, PR, PSD, PROS, SD, PMB, DEM, PC do B, PP, PCB, PRTB, REDE, PODE e PATRIOTAS supridos pelos “especialistas,” “intermediadores,” “negociadores” e “mefíticos” de toda a espécie, que estão espalhados por todo o tecido institucional e todas estruturas operacionais da República e iniciativa privada; 2. bandidagem terrorista transnacional, alojados no “projeto Pátria Grande” e distribuídos pela URSAL, UNASUL, URC, ESAD, G-20, BRICS, FAO, OTSC, CEI, OCS, ECVCNB, no MST, CUT, MSTA, CEMIG, CONTAG, Via Campesina, MLST, MAB, MIR, ELN, EZ, APINB, ARPIN-Sul, COIAB, APOINME, CIR, ABA, IEB, CTI, CUIA, Sindicatos, Hamas, Taleban, Al Qaeda, Jihads, Hesbollah, Boko-Haran, Al Shebab, Estado Islâmico; 3. Bandidagem comum de campo alojados no “fome zero” e criminalidade quadrilheira, distribuídos pelo PCC, CV, FDN, TCC, CRBC, CDL, SS, DCMS, TC, ADA, IDI, AJ, AD, B.dos 40; PCN; ER; 300 Esp.; PCM; ERam; B. dos 300; CC; GDA; PCM; BI; PGE; B. dos 40; ADM; COM; B.dos 300M; PCM2; PCE; CP; BM; KATIARA; CPr; CAVEIRA; CMO; PJ; PCMpr; PCMG; MP; PI; PCU; CJUC; GF, CDLcr, PGC2, PCRV, CL, SN, SC,PL, PGO, FRC, BC, OS TAURAS, V.7, O.S.A.l, U.P.P, C.P.C, A.L, P.C.Pr, P.C.L.ms, D.G, BPj, B.C.cuia, C.V.mt, A.L.ro, C.P.ro, B. dos 13; 3º CP; Carecas do ABC; Comando da Paz; CRBC, Máfia do Lixo, Esquadrão da Morte. Assistidos pela Depen, “Pastoral Carcerária, ” outros serviços religiosos e ONGS; 4. bandidagem empresarial terrorista distribuídos em: Odebrecht, OAS, Andrade Gutierrez, Queiroz Galvão, UTC Engenharia, Camargo Correia, Engevix, Brf Brasil Founds S.A, Seara Alimentos S.A, JJZ Alimentos S.A, Madero Ind. Com. S.A, Touyo Setel Engenharia, Mendes Júnior Trading E. S.A, Anglo, Swit Bck, J&F, Vigor, Flora, Canal Rural, Banco Original, Cabana Los Lilas, Armour, Pite, Aspen Ridge, King Island, Moy Park La Herencia, Pibgrins Pride, EPE, Havan, FRIBOI, JBS, BNDES, dentre outras. Como o corpo de delito do País registra e está espelhado pelas: “Operação Lava Jato,” “Operação Carne Fraca,” “Operação Catilinária,” “Operação Castelo de Areia,” “Operação Patmos,” Operação Boca Livre, “Operação Recomeço,” Operação Turbulência,” “Operação Acrônimos,” Operação Zelote,” “Operação Custo Brasil,” “Operação Lucas;” 5. bandidagem verborrágica do alarido de mídia e comunicação de massas, distribuídos pela TV Globo, TV Record; TV Bandeirantes, TV SBT, por suas redes de afilhadas; TV Câmara; TV Senado; TV Justiça, emissoras de rádio; canais de tv comunitários e demais que proliferou de 2003 para cá, alojados no erário público e no induzimento ao consumo, que fazem a lavagem cerebral da população mediocrizada nas escolas pelo comunismo gramscista que dita o ensino, pela desinformação, a mentira, a manipulação verborreica da dinâmica política marginal sempre a favor da bandidagem terrorista, o silêncio sobre o estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação, a manipulação satânica da metodologia de saqueamento e destruição da economia, o ataque dissimulado e estratégico contra a Polícia Militar e as Forças Armadas, o ataque desmoralizador imediato contra todas as reações da nação e o induzimento permanente ao apodrecimento moral da civilização, à desintegração da sociedade, à desagregação da nação e aos Símbolos, Valores, História e Tradições que identificam a civilização brasileira. 6. bandidagem do ensino e do aparelho disciplinar de conduta, distribuídos pelas escolas públicas, as universidades, a curseira de extensão, pós-graduação, especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado, e da curseira avulsa; Magistratura, Ministério Público, Advocacia-Geral da União, Controladorias, Ouvidorias, Defensorias Públicas, Consultorias e Assessorias.
   Nessa organização se assenta a CRISE INSTITUCIONAL DE ESTADO instalada pelo esbulho da Instituição da Presidência da República que abriga o terrorismo e confina o povo brasileiro na tirania oligárquica comunista fundamentalista transnacional corporativa terrorista de bandidos, tipificada pelo estado de inconstitucionalidade e marginalidade do País desde o dia 1º de janeiro de 2.015, quando entrincheiraram na Instituição da Presidência da república o meliante terrorista Michel Temer e fizeram inexistente a gradação substitutiva do art. 80 da Constituição, não deixando outra alternativa que não seja a INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO, com a posse no cargo de Presidente da República do cidadão que apresente envergadura para a missão. Pois, para haver sucessão mandatária,
   primeiro, Dilma tinha de ter um mandato constitucionalmente legítimo; ou seja, santificado pelo dogma da moralidade natural e pública, que é a identificação da civilização brasileira, instituído no art. 1º inc. III, com o art. 5º caput e incs. X, LXXII, art. 37 caput, art. 54 § 1º, art. 85 inc. V e o art. 101 caput da Constituição, que institui o discernimento racional do bem e do mal por gênese da legítima defesa que funda a tipificação penal da conduta imputável, estabelecendo a unidade nacional sobre a tríade genética da espécie humana: hombridade-honradez-caráter;
   segundo, o vice-presidente só sucede o Presidente em três situações: morte, doença que o inabilite para o cargo, e renúncia; isto está desenhando no art. 77 § 1º com o art. 79 da Constituição;
   terceiro, Dilma, se tivesse mandato válido, ao ser deposta, perdeu a cidadania por império institucional insuperável do art. 84 inc. V com o art 37 § 4º e o art. 15 inc. V da Constituição e resultou sem o mandato criminoso, independentemente de qualquer posição que lhe tenha sido dada na composição da bandidagem terrorista no poder; e nisso, Temer ficou sem mandato, porque a Constituição institui UM ÚNICO MANDATO/PATENTES com dois cargos: de Presidente da República e de Vice-Presidente da República. Extinguindo a tradição republicana do vice dar golpes no presidente, e também, porque é na fusão do poder político com a força militar no mandato/patentes do Presidente da República que está a estabilidade do Regime alicerçando o Estado Democrático de Direito na democracia pluralista rotativa no disparo automático do Foro de Soberania aparelhado com a INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO no art. 1º incs. I, II e Parág. único com o art. 4º incs. I, III e o art. 77, o art. 84 inc. XIII com o art. 142 da Constituição. A ruptura nessa estrutura fundamental da Constituição dá emersão ao povo em Foro de Soberania suprido da intervenção constituinte no Processo Histórico, equipado das Forças Armadas;
   quarto, a posse de Michel Temer pelo Senado, nessa situação, configurou atentado terrorista contra a Constituição por corporação quadrilheira terrorista formada dele e dos membros do Senado que, com ele, se agregaram nesse atentado; os quais, o senador Magno Malta composto com 19 outros senadores, acusou de “canalhas, canalhas, canalhas.” E com isso, acabaram com o Estado Democrático de Direito e fundiram num único contexto político a organização constitucional da civilização brasileira com a composição satânica constante dos 6 núcleos de bandidos terroristas atrás retratados. Porquanto, as Forças Armadas resultaram comandadas por apátridas e submetidas à bandidagem terrorista no poder; quanto a Polícia Federal, a Procuradoria Geral da República, o Supremo Tribunal Federal, o Superior Tribunal de Justiça, o Superior Tribunal Eleitoral, Controladoria Geral da União e o Tribunal de Constas da União resultaram compondo a TIRANIA CORPORATIVA TERRORISTA com Michel Temer através das nomeações. Além da fusão dos poderes constitucionais pela modalidade marginal de “bases parlamentar” “governo participativo, ” “coalisões políticas,” “acordos de governabilidade;” “composições suprapartidárias,” por onde a bandidagem terrorista no poder se harmoniza no roubo do País, massacre da Nação e destruição da Pátria.
   Estando presentes, pois, todos os requisitos, pressupostos e condições tipificadores do estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação, que não se origina na sociedade e sim no Governo. Situação que acarreta à bandidagem comunista terrorista no poder desde 2003, a obrigação de ressarcirem todos os membros econômicos da iniciativa privada que não suportaram a falência do País ocorrida pelo roubo da coisa pública, e perderam suas empresas, seus negócios, seu patrimônio; bem como, os 16,1 milhões de trabalhadores que ficaram sem emprego por onde sobreviviam e trilhavam a esperança de progresso. Pois, de 1.988 para cá, o Brasil não é mais a “República do Café” na qual os aventureiros, vigaristas e irresponsáveis assumiam o governo, quebravam o País e saiam impunes. Agora os efetivos do poder estão sujeitos ao art. 5º caput com o art. 1º inc. II e Parág. único da Constituição em toda a extensão da dinâmica existencial e meio ambiente constitutivo da civilização brasileira. Isto é, desde que o terrorismo subiu ao poder e extinguiu a ordem jurídica e o regime democrático, impondo o corporativismo terrorista tecido por toda a vida pública do País pela burocracia comunista operada pelo persecutório de recepção, enquadramento e protocolo que começa com: “quem você representa; a que associação você pertence; quem te recomenda; qual é o teu grupo; com quem você está; para quem você trabalha –Decreto nº 8.243 de 23.5.2014 – e a pulverização do Estado em assessorias, consultorias, ouvidorias, procuradorias, gerências, diretorias, superintendências, secretarias, subsecretarias, chefias, subchefias, recebedorias, digitalizadorias, carimbadorias, encaminhadorias, classificadorias, arquivadorias), e excluiu a competência, lucidez e integridade, o POVO emerge na Constituição no exercício direto do poder, equipado das Forças Armadas em Foro de Soberania, restabelecendo a estrutura dogmática da civilização brasileira pela LEI, o DIREITO e a JUSTIÇA, na originalidade do bom senso impessoal que o verbo de chumbo restabelece. Ou seja, na Constituição brasileira, quando a índole marginal suplanta a lucidez no poder, a BALA RECUPERA A HONRADEZ DA NAÇÃO.

6. O TIPO DE ESCRAVIDÃO TERRORISTA QUE SUBMETE O BRASIL.

   Os cientistas políticos que estudam o psiquismo da humanidade civilizada concluíram que “o comunismo gramscista vingou no Brasil como em nenhuma outra nação em toda a União Soviética, porque só aqui ele tem o “modelo político,” o “ator da plebe,” o “protótipo da índole humana refratária ao bom senso” na pessoa do meliante patológico Luiz Inácio Lula da Silva, alérgico à leitura e a livros, expostamente mentiroso, traiçoeiro, cafajeste, embusteiro, ladrão, insensato, dissimulado, covarde, aproveitador, vagabundo, ambicioso, perverso, geneticamente mau e patologicamente insensato. E por isso engloba a si a massa humana brasileira de base do respectivo Edifício Social que vive de induzimento, esmola e miserabilidade cultuada.” Pois, desde que a espécie humana se transformou em produto da sua própria história, que Moisés ensinou pelo enredo ótico do Paraíso, as multidões são os aglomerados de pessoas em torno de uma que as atrai por ter exposto em si alguma coisa íntima de cada uma das outras que a ela se agregam e geram regência de consciência do grupo pela soma das suas índoles individuais. É o que vemos na multidão de petistas em rotação em torno do Lula e órbita em torno do complexo ideológico-marginal-ignorante que nele vibra.
    Ai, no poder, nas escolas, nas universidades, na Imprensa e por todo o tecido institucional e todas as estruturas operacionais da República, essa multidão implodiu a vertical do desenvolvimento evolutivo e desmoronou o Edifício Social transformando a nação em escombros ideológicos e igualando pelo embuste gramscista dos “direitos humanos,” “ideologia de gênero,” “pedofilia,” “homofobia,” “exploração sexual,” “inimização da mulher com o homem,” destruição da família, apodrecimento moral, espiritual e intelectual da civilização, embotamento da inteligência e inflamação dos instintos analfabetos e eruditos, magistrados e marginais numa fusão efervescente do mal com o bem, do certo com o errado e consolidou a burocracia empregatícia das nulidades vadias, que raciocinam pelo ânus e defecam pelo cérebro. Cujos expoentes máximos estão na Presidência da República, no Congresso Nacional, na Procuradoria Geral da República, no Supremo Tribunal Federal, nos Comandos Superiores das Forças Amadas e onde haja emprego público ou coisa pública para furtar.
   E nesse jeito de viver, uns envolvidos com os outros regidos por fachadas, consumindo por propaganda, se apresentado por maquiagens e vivendo de mentiras, ideologias, sonhos e imaginativismo impulsionado por instintos, feitiçarias propaganda e a verborragia do alarido social, ninguém empreendendo o rompimento do núcleo perverso, para que a multidão se desagregue e cada um vá achar o que fazer no campo da soberania de consciência e profusão de ideais que a Constituição assegura, prostram a nação em estado de coma moral.
   Mas, convictos de que são o esplendor da sapiência ideológica de uma raça humana comunista superior, não percebem que estão no extremo do suicídio de poder, agonizando o inventário final dos restos econômicos do País reduzido a uma massa falida, que não tem mais em si recurso governamental para assentar uma recuperação sustentada pelo Estado. E se mantém imprimindo alento à roda do consumo/produção para sustentarem a Folha de Pagamento do Estado 9,8% maior do que a sua iniciativa privada. De onde fazem o giro de caixa dos restos empresariais, que mostram como “crescimento do PIB.” Apresentando assim, outro “milagre” terrorista do “crescimento da economia sem investimentos públicos em infraestrutura física de abrigo aos investimentos de capital, e sem expansão empresarial. Logo, patenteia-se um ESTELIONATO DE GOVERNO na MASSA FALIDA DO PAÍS, submetido pelo art. 1º inc. II,III,IV e Parág. único com o art. 5º caput, o art 85 inc V e art.170 inc. VIII da Constituição. Impondo o enquadramento penal dos respectivos meliantes pela INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO. A qual está claramente instituída na Constituição, mas ainda que não estivesse, estaria fundada na mesma tirania da bandidagem comunista terrorista no poder que vem se mantendo pelo seu desempenho terrorista escancarado contra o Estado Democrático de Direito, contra a Lei e a Ordem, contra os valores, história e tradições do povo brasileiro e contra o bom senso, a ética, o respeito humano e a agressividade mantida como “cultura do socialismo.” Tipificando o estado de autodefesa da Constituição e de legítima defesa social, política, econômica, cultural e histórica da nação. Além de estar juridicamente tipificado o estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação.   Por conseguinte, é um tipo de escravidão instalada sui generis na história da humanidade, porque é uma soma de psicopatia, esquizofrenia, burrice, marginalidade, banditismo com comunismo, fundamentalismo, terrorismo e satanismo que se processa por verborragia de analfabetismo impositivo.

7. E A ORGANIZAÇÃO TERRORISTA CONTINUA SE CONSIDERANDO INABALÁVEL:  Procuradores da Lava Jato descobrem que foram enganados por Raquel Dodge. Raquel Dodge, escolhida por Temer para o lugar de Janot, descumpre acordo público. A nova procuradora-geral da República, Raquel Dodge, mal entrou no cargo e já criou uma polêmica depois de descumprir um compromisso público de manter procuradores da Operação #Lava Jato que quisessem permanecer na Procuradoria-Geral da República (PGR), após a saída de Rodrigo Janot. Ela excluiu dois procuradores que sempre se destacaram na Lava Jato: Rodrigo Telles e Fernando Antônio de Alencar. Eles queriam muito ficar e seus conhecimentos são de grande importância para a operação. Raquel confirmou que eles poderiam sim ficar e de repente surpreendeu com a decisão de mandá-los embora. Telles é um dos principais procuradores e está por dentro de todas as investigações. Ele teve um grande destaque ao comandar uma forte investigação que encontrou indícios criminosos no senador José Agripino, presidente do DEM e um dos homens de confiança de Michel Temer. Agripino foi acusado de pedir propina de cerca de R$ 1 milhão para empresário que tinha esquema de contratos com o Governo do Rio Grande do Norte. O caso ainda está sob sigilo por determinação do ministro do S.T.F. Ricardo Lewandowski. O senador ficou irritado com as investigações de Telles e pediu para Janot que tirasse ele da PGR. Janot recusou e o manteve no cargo. Raquel Dodge decidiu nomear como seu vice, Luciano Maia, por incrível que pareça, primo de Agripino. Telles pode ter sido enganado por Raquel Dodge. Ela disse que mesmo com o seu vice sendo primo de Agripino, ele poderia ficar tranquilo que permaneceria como integrante do grupo da Lava Jato. O procurador continuou firme seus trabalhos e tomou mais uma ação contra o senador, denunciando Agripino ao STF, suspeito de ter recebido propina da construtora OAS. Em todos os avanços contra a corrupção cometida pelo senador, aliado de Temer, Telles foi decisivo e participou de tudo. O novo coordenador da Lava Jato, José Alfredo de Paula, escolhido por Raquel, confirmou aos procuradores o afastamento deles e o motivo ficou no ar. Ele disse para Telles, que havia resistência ao seu nome.”

   Como esbulhador do cargo de Presidente da República o bandido terrorista Michel Temer se considera comandante supremo e autoridade suprema das Forças Armadas e os CAPACHOS que o servem nos respectivos Comandos Superiores fazendo-se com ele, autores no roubo do País, massacre da Nação e destruição da Pátria, participam do picadeiro de APODRECIMENTO das condecorações militares que, no caso abaixo integram as moedas de composição das quadrilhas terroristas chefiadas por Michel Temer na Procuradoria-Geral da República Câmara dos Deputados, como o auto de corpo de delito do País registra:
“Raquel Dodge recebeu Medalha da Ordem do Mérito Aeronáutico A dois dias de ser julgado pela Câmara dos Deputados quanto à denúncia por organização criminosa e obstrução de Justiça, o presidente da República, Michel Temer (PMDB)... Além de Dodge, também foram agraciados com a comenda outras 195 pessoas. A lista inclui os ministros Torquato Jardim (Justiça), Dyogo Oliveira (Planejamento), Leonardo Picciani (Esporte), Helder Barbalho (Integração Nacional), o embaixador Eduardo Saboia, além de ministros do STJ (Superior Tribunal de Justiça), deputados federais, entre outras personalidades militares e civis, como o fotógrafo Sebastião Salgado... A condecoração foi criada em 1943 e premia militares da Aeronáutica que tenham prestado serviços notáveis ao país ou tenham se distinguido na profissão. Civis, organizações militares, instituições civis, brasileiras ou estrangeira... No texto lido, Temer relembrou o feito de Alberto Santos Dumont ao realizar o primeiro voo de uma aeronave de autopropulsão...” “
   “Depois de se dizer lisonjeado com a presença de Michel Temer em sua cerimônia de posse, nesta segunda-feira, 20, o novo diretor-geral da PF disse que “Uma única mala talvez não desse toda a materialidade criminosa que a gente necessitaria para resolver se havia ou não crime, quem seriam os partícipes e se haveria ou não corrupção.” Assim eles se assentam na tese da “adequação da repressão à governabilidade do Pais,” que é a astúcia marginal da escolha do melhor crime para o Pais, feita por eles mesmos na condição de autores do contexto de banditismo e terrorismo que eles dizem ser “ideologia socialista.
   Como continua a falcatrua contábil, estelionato estatístico e picaretagens com o estado da massa falida do “socialismo monetarista de Estado sem economia,” fiel ao sistema implantando por Lula e por ele explicado: “Quando eu era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e a gente queria acusar o sistema, minha assessoria enchia a acusação de estatísticas inventadas e dizia: não tem perigo, porque eles não vão verificar mesmo, se é verdade.” E José Dirceu implementa: “O jeito do PT governar é muito avançado para o Brasil; ainda não tem leis que o acolham, por isso, somos acusados de ilegalidades, porque o povo não compreende os avanços que promovemos ao País.
   “Para este ano, a expectativa do Tesouro Nacional é de novo aumento na dívida pública. A programação da instituição prevê que ela pode chegar aos R$ 3,65 trilhões no fim de 2017. Se isso se confirmar, a alta da dívida, neste ano, será de R$ 538 bilhões, aumento 17,28% em relação ao fechamento de 2016. O patamar de R$ 3,65 trilhões é o máximo previsto para a dívida interna e externa. Portanto, o crescimento pode ser menor. Estimativas do Tesouro apontam que a alta pode ficar em R$ 338 bilhões e, neste caso, a dívida chegaria ao final de 2017 em R$ 3,45 trilhões, elevação de 10,86%.  

Pois, de que forma o déficit público que já estava ultrapassando R$ 5 trilhões em 2.016, diminuiu com o Brasil excluído do crédito internacional, reduzido a uma massa falida em depressão econômica? E sem que nada tivesse sido pago da dívida?

Quartel General do Exército –SMU, Brasília/DF. 27 de novembro de 2.017.

COMANDO DA INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO
na representação constitucional do povo no comando supremo e autoridade suprema das Forças Armadas
Celio Evangelista Ferreira do Nascimento - - Forças Armadas - Polícia Federal - Polícias Militares - Polícias Civis – Agentes Penitenciários - Ministério Público Federal – Ordem dos Advogados do Brasil – Justiça Federal

Ou continuar a Pátria livre ou matar pelo Brasil
COMANDO DA INTERVENÇÃO


A QUE VEM CELIO EVANGELISTA FERREIRA
OU CELIO XAXIM na originalidade judaica vinda da Tribo de Judá.
Ou Celio Evangelista Ferreira do Nascimento depois de casado

POVO BRASILEIRO E POVOS AMIGOS POR SUAS EMBAIXADAS,

   Pela controvérsia sobre mim, mostrando que ninguém me conhece, apesar de eu ser um vulto bio-intelectual exposto no composto humano da nação brasileira por uma família, um desempenho existencial desmistificado e um desempenho histórico na civilização brasileira, e a isso se alia o fato de que a História ensina que “os povos são os corpos históricos político/educacionais dos seus reis, seus príncipes e seus sacerdotes no percurso existencial da humanidade como produto da sua própria história,” penso que é meu dever me identificar para que o povo brasileiro avalie como será no meu período de governo, para me acolher ou me rejeitar enquanto ainda tem tempo.
Como o Universo é MATEMÁTICO/SENSORIAL, concebido, gerado, instalado e promovido por NÚMEROS energizados por VERBOS que passam por toda a CRIAÇÃO e sintetizam-se no HOMEM em INSTINTO-EMOÇÃO-RAZÃO por onde se opera a única finalidade do mesmo na CRIAÇÃO, de: PROCRIAR-SOBREVIVER-RACIOCINAR, no PROPÓSITO DE DEUS de POVOAMENTO DA ETERNIDADE, revelo a minha identificação intelecto-espiritual (no composto: físico/extrafísico; ou orgânico/sensitivo) que a Constituição que ajudei escrever reconhece no seu art. 1º incs. II,III e Parág. único com o art. 5º caput e incs. IV,VI,VII,VIII,IX,X da Constituição. Sou: 0 3 1 ao triplo de si mesmo, 4 = 7, 13 na equação: 30-11-41. Predominando o 1 ao triplo de si mesmo que me estabelece por unidade do complexo conceptivo da Vida Inteligente em toda a TRIDIMENSIONALIDADE do Sistema Biológico Solar; seguido do 0 que me dota da FORMA ILIMITADA da Terra na Via Láctea; definido pelo 3 que me instala pela ESTRUTURA NUCLEAR do conteúdo material da Terra na Via Láctea, formado de EIXO-RAIO-ÂNGULO; e me projeta pelo 4 no quadrilátero fundamental do EDIFÍCIO BIO/ESPIRITUAL humano; por onde me constituo do 7 que é a VERTICAL DO DESENVOLVIMENTO EVOLUTIVO, no 13 que é o COMPOSTO CÓSMICO dos 12 ESTADOS MATERIAIS DE DEUS no ABSOLUTO (12 Patriarcas – Zodíaco – Orixás). Constituindo a MENTE PSÍQUICA de 33 sistemas cromossomáticos pelos 13 estilos sensóriais nas 7 originalidades espirituais do UNIVERSO EM EXPANSÃO. Cujo domínio pedagógico Jesus chamou de: “Chaves do Reino de Deus” com as quais é possível “abrir todas as portas dos mistérios da vida” e rasgar CAMINHO NOVO à Humanidade em sua GESTAÇÃO ESPIRITUAL no útero da CRIAÇÃO, ao respectivo NASCIMENTO À DEUS NA ETERNIDADE. E no dia 30.11.2017 completei minha órbita conceptiva: 13 no 13 com o “número eterno” dissolvido no “número perecível” sem perder a sua consistência intrínseca.
   Isso me dota da condição cromossomática intrínseca na Vida Inteligente, na qual recebi de Deus a seguinte PRESENÇA ESPIRITUAL no mundo:
“1) DEUS realiza o seu PROPÓSITO de povoamento da Eternidade pelo HOMEM, concebido à sua imagem e semelhança na materialidade concreta da CRIAÇÃO composta de: INTELIGÊNCIA-PODER-RIQUEZA..
“2) Então, o HOMEM feito à imagem e semelhança de Deus se distribuí em espécie humana pelas características de Deus a seguir.
“3) O homem não se verga, não se inclina, não se ajoelha, não se desculpa, não se justifica, não se explica, não se massifica, não anula sua individualidade e auto regência por ideologia ou propaganda.
“4) O homem não se massifica. Mas, a ele se congregam os Construtores do Mundo que estavam à espera de gerente no respectivo canteiro de obras.
“5) O homem se anuncia nas planícies da paz com o mesmo equilíbrio, serenidade e convicção que é visto no centro dos furacões da existência humana.
“6) O homem não emana de si nenhum tipo de desventura, ou de contrariedade, mas, vira a direção do ódio para a fonte que o irradia.
“7) O homem não anda em busca de luta, mas, não retrocede em seu caminho, se precisar desobstruí-lo.
“8) O homem se alimenta da felicidade que semeia, mas, não tem compaixão, se tiver de produzir lágrimas para sustentar a Justiça.
“9) O homem é fonte suprema de vida, mas, sem esquecer que, para jorrar a Vida, a CRIAÇÃO é regida pela Morte.
“10) O homem não fere, mas, nunca evita que a pessoa se fira com o seu próprio ódio.
“11) O homem não repreende, mas, nunca evita que a pessoa se repreenda pela sua própria insensatez.
“12) O homem não revida agressão, mas ela ricocheteia sobre si a crueldade do agressor, que volta sobre o mesmo.
“13) O homem não trabalha com misericórdia, porque em todas as vezes que essa seja recomendada em favor de alguém, a Justiça tem de ser operada em favor da disciplina de consciência evolutiva que rege a gestação espiritual da espécie humana.
“14) O homem não se anuncia, se manifesta; não se apresenta, se faz notícia; não se opera, se faz emanação dos suprimentos existenciais que a Humanidade carece no seu momento.
“15) O homem não precisa de aplausos, porque tudo o que ele disser, realizar e indicar será próprio da sua diferença com as demais espécies viventes.
“16) O homem não se comove, não se penaliza, não se compadece, porque dele têm de fluir espontaneamente os socorros que o seu meio ambiente humano lhe apresente, dentro da relação: poder/justiça.
“17) O homem não tem mercado consumidor e nem porta nada sujeito a preço, mas, como emanação de virtudes supridoras das necessidades existenciais de quem o procura, está sujeito ao padrão econômico do Mundo Humano, no qual se inclui entre as riquezas naturais exploráveis. Daí, já se ter estabelecido o “dízimo” e os “tributos. ”
“18) O homem se compõe de dois estados físicos que lhe permitem estar em todos os lugares do existencialismo humano, no mesmo tempo; O estado de gênero da dualidade biológica: Emoção/Instinto, e o estado de espécie, da tridualidade divina: Matéria-Mente-Espírito.
“19) O homem não se oferece como mercadoria, mas se expõe aos desafios compostos ao redor de si pelas necessidades humanas latentes, à disposição de quem se levante para testá-lo.
“20) O homem não aceita desculpas, porque ele é acima da celeuma existencial humana, sobre a qual se estende em AMOR, pelo qual se opera em suprimentos das carências morais das pessoas, e, em JUSTIÇA, pela qual se opera em restauração do tecido racional que identifica a espécie inteligente.
“21) O homem não precisa do favor da fé, porque ele é a realidade divina da CRIAÇÃO, mas, só estabelece corrente magnética de emanação de virtudes, pelo canal da unicidade de convicção regido pela DIGNIDADE
“22) O homem não oferece favores, porque ele está sempre em todos os conflitos existenciais do seu meio ambiente, como força de equilíbrio para a operacionalidade consequente da Justiça.
“23) O homem não vem à Terra para perdoar, aceitar, resignar-se, esquecer, ter paciência, ser condescendente, ser omisso, porque esses são os anjos da imaginação humana apostatada da divindade que dota o Homem, e que o escravizam à morte social da respectiva espiritualidade, lhe atrasando o desenvolvimento existencial, que resulta no aborto dos espíritos em gestação para a Eternidade. Logo, esses anjos não têm espaço no desempenho missionário iluminado do homem que nasce para oferecer novo grau de progresso à humanidade.
“24) O homem ama. E somente ama. E amor não é condescendência, nem renúncia, nem sofrimento, porque sempre que tais situações aparecem nas relações existenciais das pessoas, existe uma conduta necessitando de ser corrigida pela Justiça.
“25) Deus é Equilíbrio, Amor e Justiça. (Prumo-Compasso-Esquadro). Logo, um homem feito à sua imagem e semelhança não usa identidade. Pois, equilibrada é a sua conduta; isento é o seu ideal e impessoal é o seu senso de justiça; e a sua presença no canteiro de obras de construção da vida faz seu nome andar adiante de si abrindo portas e lhe fazendo espera em todos os lugares do existencialismo humano.
“26) O homem não se arrepende, porque a sua conduta é sempre um ensinamento que disciplina no seu momento e expande a inteligência humana no percurso do tempo.
“27) O homem é marcado pela inocência que lhe decorre da sua capacidade de lidar com a perversidade do Mundo; cuja inocência não suporta a submissão da realidade da vida à desconfiança antecipada e nem a vibração do relacionamento humano submetido aos sistemas excludentes da espiritualidade para que os instintos perversos e as índoles réprobas tenham espaço nas fachadas, no poder e nos rituais e liturgias da sociedade artificial despersonalizada; por isso, o homem acredita na sua capacidade de não se envolver e na relação de confiança.
“28) O homem não se propaga por milagres em nome de Deus, porque a iluminação assistencial de Deus à humanidade não convence por espetáculo de palco, mas, pela revelação pedagógica extrapolada do conhecimento armazenado, quando este satura as instituições organizacionais da humanidade, e manifesta a origem transcendental do Homem em busca do seu horizonte, que o transforma em progresso e o faz produto da sua própria história. Claro que o homem fala, também, pela língua da sua hombridade, a engenharia exteriorizadora da sua sensibilidade e a convicção em Deus que lhe dota de magias e mistérios porém, sem fazer disso, exploração empresarial da fé.
“29) O homem não busca fama, porque esta resplandece da sua própria evidência; não se faz conhecido pela propaganda, porque esta se gera do seu desempenho destacado, e não se sobressai por honrarias, porque estas já vêm impressas nas suas dotações quando são incomuns; contudo, por humildade, aceita os reconhecimentos que se lhe apresentam.
“30) O homem não se opera na fraqueza, no medo, na indecisão, no conformismo, na resignação, na paciência, na inércia, porque as falanges que o constituem são: inteligência, sensibilidade, integridade, coragem, pudor, honradez, magistralidade, visão, coerência, impessoalidade, competência nobreza, altruísmo, desapego na tríade originária da CRIAÇÃO: Luz-Força-Espaço. E por isso se faz de composto bio-espiritual físico-químico em progresso, desenvolvimento, construção, avanço e novidade, que tecem o seu complexo de energias supridoras das carências existenciais da espécie humana em sua finalidade única no Universo, de: PROCRIAR-SOBREVIVER-RACIOCINAR.
“31) O homem não atende suplicante rastejando, submetido, escravizado, apavorado, horrorizado, desesperado, prostrado, aniquilado, confuso, nem é despenseiro de migalhas, de esmolas e de sobras, porque ele é equipado do conteúdo estrutural da CRIAÇÃO, que manifesta a SUPREMACIA DO HOMEM no respectivo contexto conceptivo, pelo suprimento que o Universo mantém à sua gestação espiritual. Logo, um homem não aceita que se lhe peça pouco, nem que se lhe apresente interesses ou ideais de pouco valor, e nem que se lhe peça apoio à realizações pequenas.
“32) O homem não pratica vingança, porque antes desta, ele resolve o impasse pela Justiça que fulgura da sua nobreza.
“33) O homem se alimenta da alegria das pessoas e das belezas da vida. Logo, ele não se faz presente com pessoas agonizantes, irrascíveis, agressivas, taciturnas, mal-humoradas, desajustadas, decepcionadas, nervosas, desoladas, e nem poupa a ninguém o enfado de andar sozinho, de remover os tropeços do caminho e da responsabilidade por si mesmo, que a existência impõe a cada um.
“34) A função de um homem público é de harmonização da dinâmica dos interesses no complexo existencial da nação, informação, esclarecimento, monitoramento e ajustes do conflito de ideais, de iluminação no tecido dos ideais, de desobstrução da inteligência e de emanação reativadora da divindade de Deus que está distribuída na CRIAÇÃO, de forma a fazer da História do Homem a sua presença no seio da humanidade.
“35} O homem não se reprime, não se mutila, não se abstém, mas, supre a sua essência biológica com todos os prazeres aceitáveis pelo seu espírito, porque faz parte da sua identidade, a manifestação de conhecimento e de autoridade sobre o conteúdo e as essências da Vida.
“36) O homem não tem manual de instrução e o seu grau de escolaridade apenas o insere na esfera de desenvolvimento existencial do seu tempo, como a sua cultura apenas lhe propicia a adequação da linguagem ao nível da compreensão média que encontra, porque a realização da sua existência o homem empreende e faz pelo vigor da sua inteligência e a lucidez da sua razão.
“37) O homem é assumido sem ser exposto; é inflexível sem ser teimoso; é inexpugnável sem ser arrogante; é impenetrável sem ser encouraçado; é fluente sem ser excessivo; é disseminado sem ser incoerente; é destacado sem ser exemplo.
“38 O homem não se opera apenas pelo seu grau de escolaridade, porque a sua missão extrapola da escala distributiva da inteligência como campo empresarial organizado para o lucro, e a manifestação de Deus ao Mundo que o mantém em constante desenvolvimento não tem grade pedagógica, mas está sempre acrescentando nova expansão de consciência à humanidade para a sua penetração a campos mais profundos da Inteligência da Criação.
“39) O homem não é colérico, mas tem em seu suporte biológico, a tempestade, o furacão, o terremoto, o vulcão, o trovão, o raio e todos os humores da Natureza na mesma proporção que ela os distribui em todas as espécies viventes. Logo, a “fúria” de um homem só se remedeia pelo seu próprio desempenho na recriação da existência destruída em grau novo de desenvolvimento.
“40) O homem não é ideólogo, porque a ideologia não se funde com a soberania de existência, a livre iniciativa e o progresso, mas é imaginativa, alienatória, astuciosa e impositiva; não se apresenta em nome de outro homem; não age em quadrilha ou grupo baderneiro tipificado pela vadiagem e alojado no furto dos cofres públicos; não promove mudança política invertedora do bom senso, em favor da imoralidade, do crime, da irresponsabilidade e da sublevação dos instintos perversos da criatura desajustada e confusa sobre os dogmas e padrões alcançados pelo esforço humano de desenvolvimento e qualificação espiritual.
“41) O homem é empreendedor; não aceita esmola; repugna ser conduzido; não se suplementa da estatura social de outro homem e nem impõe credibilidade amparado em respeitabilidade de terceiros; não se abriga com ideólogos; não se acomoda em existencialismo vencido; não sucumbe à tirania; não se cala à injustiça; não se associa com os que não têm currículo no canteiro de obras de construção da Pátria, nem com os que querem mudar a ordem do existencialismo humano pela troca da hombridade, da honradez, do caráter e da lucidez pelo ódio, a insensatez, a contradição, a incoerência, a substituição da inteligência pela ideologia, a substituição da soberania de consciência pela escravidão partidária.”
   Com esse perfil estou me apresentando para ser o Magistrado Supremo de uma nação que, governada por bandidos, ladrões, cafajestes, terroristas, analfabetos, mentirosos, que mantém a facção criminosa mais perversa da civilização brasileira a 14 anos sobre si no poder; tendo elegido duas vezes Luiz Inácio Lula da Silva, analfabeto, mentiroso, embusteiro, crápula, ladrão, genocida, e duas vezes Dilma Vana Rousseff, analfabeta, mentirosa, praticante de aborto na prostituição da guerrilha, assassina, ladra do País, para Presidente do Brasil. Cuja bandidagem terrorista me combate pelo menosprezo, fundada no seu diagnóstico de que “sou um esquizofrênico, doente mental acometido de algum distúrbio depressivo e sobrecarga emocional.” Daí, resulta exposto que a civilização brasileira está em trabalho de parto de um TEMPO NOVO que encerra a história do povo brasileiro de 1.500 a 2.017 e o instala no CICLO INICIANTE DA CIVILIZAÇÃO NOVA que está emergindo da própria Terra no encerramento da Era Hermética que executava a sua formação de massa do seu leito galáctico em torno do seu Eixo, e agora opera a sua formação cósmica do seu volume de massa para a expansão dimensional da Via Láctea na sua auto laboração da tridimensionalidade para a multidimensionalidade, trazendo a Era Aberta da desmistificação, expansão de consciência e ascendência intelectual de conhecimento e ciência. Cuja “mudança” que vinha latejando na sensibilidade política da nação desde a “Proclamação da República,” com tanta vibração de sensibilidade que os próprios políticos em renovação de mandatos assentavam suas campanhas na “mudança;” e o próprio Lula e a Dilma sustentaram a renovação de mandatos na necessidade de “mudança de governo.” Logo, a INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO que instrumentalizava o Foro de Soberania, e foi instaurada por mim a partir de 2.004, não apresenta novidade e sim, INSTAURA A VOCAÇÃO MUTATÓRIA do povo brasileiro que, finalmente, encontrou a sua via de processamento histórico. Para cujo evento nós tínhamos criado na Constituição o Foro de Soberania formado do Poder Constituinte preservado no poder constitucional equipando a Constituição de auto defesa contra revolução armada, golpe de estado e deposição de governo, e de legítima defesa social, política, econômica e histórica da nação contra traição ideológica, anarquia política e tirania marginal, com seu gatilho de disparo na fusão do voto com a bala no mandato patentes de Presidente da República ao domínio do povo pela representação mandatária submetida à originalidade constituinte do poder constitucional.
   Não havendo indicativo do País restabelecer o denominador comum do seu Processo Histórico pelo diálogo, porque o bom senso não comporta o fluxo da diversidade nacional pela fusão da inteligência com a burrice, da erudição com o analfabetismo, do bem com o mal, do direito com a astúcia, do pudor com o desavergonhamento que é o composto ideológico-burro-marginal em que virou a civilização brasileira nestes dias. Em cujo regime as pessoas lúcidas já diagnosticaram que: “Dialogar com o PT é a mesma coisa que jogar xadrez com pombo: ele derruba todas as pedras, esterca no tabuleiro e sai de peito estufado dizendo que ganhou a partida.” Pois isso está de acordo com a “política de pleno emprego” deles fundada na extinção dos empregadores, que produziu 13,3 milhões de famílias alojadas no “fome zero” mantido pelos cofres públicos, e 16,1 milhões de desempregados; com o “combate da prostituição infantil e pedofilia” assentado na transformação das escolas em bordéis de iniciação das crianças na prostituição, cafajestismo, vício, vadiagem e marginalidade; do “combate ao capitalismo” promovido pelo “socialismo monetarista de Estado sem economia” que faliu o Brasil; da corrupção e do furto da coisa pública; do “igualitarismo social” pelo apodrecimento moral da civilização brasileira. Seus heróis e modelos de ideologismo sem pátria são bandidos, assaltantes e terroristas como Che Guevara que substitui a estátua de Tiradentes, e sua viúva recebe pensão de R$ 11 mil da Previdência, sem ser brasileira.
   Isto quer dizer que nem sou um “gênio” e nem a minha nação me deverá nada. Porque apenas cumpro meu nascimento à realização da vocação que me determina na vida, sem cujo empreendimento existencial, eu não subsistiria a mim mesmo. Por isto, procedo da “guerra de inteligência” que extinguiu a “Cortina de Ferro,” eliminou a “Guerra Fria” e desmontou a “União Soviética,” e, pelo “Ideário da Revolução de 64,” no qual participei pelas “missões” que me foram dadas pelos saudosos presidentes Geisel e Figueiredo de: “promover a abertura da Imprensa vazia e fofoqueira;” “instalar a redemocratização eleitoreira estelionatária” e, em 1987, cumprindo missão militar acordada com o invulgar ESTADISTA Dr. Ulysses, ajudei escrever a Constituição que as Forças Armadas produziram, cheguei a 2.004 com a “missão” de “dissolver o golpe que a antiga República do Café formada das oligarquias paulistas, mineiras e cariocas haviam construído com a composição mandatária: Lula/Alencar para restabelecê-la pela deposição de Lula em favor de José Alencar na Presidência da República.” Cujo golpe deflagraria uma guerra civil imprevisível no Brasil. E por isso, tinha de ser destruído de forma a que Lula terminasse seu mandato na plenitude da rotatividade democrática assegurada pela Constituição. “Missão” que realizei com as CPIs dos Correios e do Mensalão que resultaram no submetimento do GOLPE DE ESTADO TERRORISTA contra a democracia constitucional espiritualista religiosa projetada pela Constituição, que Luiz Inácio Lula da Silva havia instaurado em 2003 com o “Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos,” por sua respectiva organização transnacional de bandidos agregada no Foro de São Paulo que ele e Fidel Castro haviam inventado em 1990.
   Ai, constatado que o suicídio de poder da bandidagem comunista terrorista previsto pelo “Ideário da Revolução de 64” que ocorreria entre 2014/2016, promovi a formação da consciência de guerra na dinâmica da nação, pela reação de cidadania instaurada perante os poderes constitucionais à Corte Constituinte em 2.008, que tipificou as condições e pressuposto para a INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO deflagrada pelo procedimento constante dos Protocolos na primeira página, fazendo base ao PERSECUTÓRIO INSTITUCIONAL DE ESTADO deflagrado por blocos apenatórios a partir da “Operação Lava Jato,” dando início ao AUTO DE CORPO DE DELITO do País para a JUSTIÇA CONSTITUINTE que o art. 1º incs. II, III com o art. 3º incs. I/IV e o art. 5º caput da Constituição impõem. Por cuja via, demos suporte fático ao grau da lucidez jurídica infraconstitucional à RAZÃO DE ESTADO, CRISE INSTITUCIONAL DE ESTADO, ASSALTO AO PODER PELO FORO DE SÃO PAULO, FALÊNCIA DO PAIS e CAOS SOCIAL, e no dia 13.11.2017 (clique aqui para compreenderentreguei aos Comandos Superiores das Forças Armadas, pela Corte Constituinte através do Superior Tribunal Militar como a Constituição institui, o Ato Interventorial Constituinte de PRISÃO do meliante terrorista (Lei nº 12.292/2010. Clique no número para ver) Michel Temer e respectiva quadrilha que estão em flagrante esbulho da Instituição da Presidência da República, com o qual encerrou-se a tramitação forense da INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO e se instalou a EXECUÇÃO FORÇADA. Com a NAÇÃO EM DESFORSO FÍSICO DE AUTO DEFESAS DA CONSTITUIÇÃO E LEGITIMA DEFESA SOCIAL, POLÍTICA, ECONÔMICA E HISTÓRICA DA NAÇÃO, pela SUA FORÇA DE TRANSPORTE E SUPRIMENTO, no CERCO À NAÇÃO instalado desde o dia 28.11.2017 (clique aqui para compreender) perante os poderes constitucionais na Corte Constituinte, como a Constituição institui. Tendo por objeto:
   1) a destruição e eliminação do GOLPE DE ESTADO TERRORISTA que se distribui pela tirania oligárquica comunista fundamentalista transnacional corporativa terrorista de bandidos operada pelo estado de guerra convulsional terrorista de massacre da nação, através do seu modelo ideológico comunista terrorista pelo seu “socialismo monetarista de Estado sem economia;” que impõe à INTERVENÇÃO para: a) recuperar a vocação de liberdade do povo brasileiro; b) restaurar o Estado Democrático de Direito; c) restabelecer a unidade da nação; d) reencaminhar o País para o trabalho; e) reconstruir a soberania do Brasil. Neste campo, a área econômica de maior proeminência para investimentos, atividades e lucro vai ser da recuperação da inteligência da população e respectiva ministração do ensino em sua diversidade de conhecimento. Será extinto o ensino comunista ideológico gramscista que emburreceu a nação e apodreceu a civilização brasileira e restabelecida a recuperação intelectual da população e o ensino de expansão de consciência em busca da identificação de personalidade pelo domínio das ciências, da cultura e do conhecimento, emergente da Constituição que será disseminada à população a partir dos 7 anos de idade em todas as formas de comunicação de massa, de pedagogia, literatura e entretenimentos; porque é assim que o bom senso e a lucidez projetam a harmonização da dinâmica dos interesses que as necessidades existenciais geram. Vindo junto a reorganização habitacional da nação centrada na racionalidade e inteligência da ocupação do espaço de meio ambiente existencial necessária à organização da procriação.
   2) a reconstrução e operacionalidade do Estado constitucional econômico de trabalho, empreendimentos e negócios para o progresso visando qualidade de vida. Em cujo campo a INTERVENÇÃO CONSTITUINTE NO PROCESSO HISTÓRICO tem três áreas gravíssimas de extrema urgência:  a) A primeira é a eliminação da dívida pública. Calcula-se que, quando o País for novamente reorganizado por estrutura governamental, administrativa, contábil e estatística, o déficit público global do Brasil revele-se entre R$ 7 e R$ 9 trilhões. Teremos de eliminar esse abismo econômico em 180 dias após a posse. Por conseguinte, só começaremos a instalar o País no canteiro de obras de construção da civilização que a Constituição projeta, após o encaminhamento solutório desse obstáculo. Entretanto, não estamos preocupados, porque a moeda brasileira será o lastro de conversão do novo sistema financeiro internacional que restabelecerá o “Programa de Globalização de Mercados do Mundo.” O qual não vingou porque o sistema financeiro internacional é falho na dinâmica das moedas, permitindo a desestabilização cambial pelas emissões frias. O Brasil, assentado no seu volume patrimonial natural expressado por riquezas líquidas que nenhum outro pais possui, vai comandar a reorganização monetária do mundo. A restauração da força empresarial ao progresso também se iniciará com a retomada da construção física do País que terá nas estradas e armazéns estratégicos de estocagem da produção seus canteiros de obras iniciais.     b) A segunda é a reposição do edifício econômico levantado pela vertical do lucro para qualidade de vida. Isto é, a expansão demográfica coberta pela estabilidade financeira da sobrevivência e o suprimento científico promovendo a qualificação da procriação. As ciências nos demonstram que não há capacidade de emprego espontânea. Por isto, só falam em “política de emprego” os idiotas e os analfabetos sem senso do ridículo. Sendo logico pois, que o caríssimo aparato sindical e trabalhista vai desaparecer pela riqueza que regerá as relações de trabalho no Brasil, por uma nova formação humana nacional.     c) A terceira é a Previdência que sofrerá o ATO CONSTITUINTE INTERVENTORIAL que já está pronto e será promulgado no mesmo dia 29 de dezembro de 2.017, transformando ela em SISTEMA FINANCEIRO PREVIDENCIÁRIO DO BRASIL. Com o qual vai se acabar: a agiotagem bancária e o atrelamento da Economia às emissões de lastro metálico para o Sistema Financeiro Nacional sugar a Economia através do multiplicador bancário que é uma das fontes do acorrentamento do País ao subdesenvolvimento. Atualmente, 71% dos recursos da Previdência são roubados, desperdiçados e dissolvidos em custos, salários e sonegação. Apenas 29% custeia saúde, aposentadorias e assistência social. E, como Sistema Financeiro Previdenciário, ele receberá a arrecadação tributária e girará a execução orçamentária da República. Com esse sistema financeiro o povo brasileiro se livrará do desvio de verbas orçamentárias, da má gestão e do desperdício do dinheiro público, e terá o mais avançado e melhor sistema de saúde do mundo. Aqui não haverá saúde para pobre e saúde para rico, e sim, unicamente o sistema de saúde do povo brasileiro, onde rico e pobre terão o mesmo leito hospitalar, com o mesmo médico, o mesmo instrumental cirúrgico e o mesmo medicamento. Dominados esses três abismos, para os quais estabeleci o prazo de 180 dias após a posse, vou reinstalar o Brasil no projeto militar de 1964 de fazer dele a “Mega Potência do Mundo.” O qual será implantado pelo Projeto AMAZÔNIA-Soberania, Poder e Riqueza pelo caminho da roça, que vem com um patrimônio nacional ainda a ser empreendido, de US$ 243 trilhões, e com US$ 4,7 trilhões em caixa na poupança externa para ser empreendido pela ECONOMIA TRABALHISTA EDUCATIVA integrada do COOPERATIVISMO DE ESTADO formado de iniciativa privada e governo, campo e cidade na transformação da tríade patrimonial originária: HOMEM-TERRA-NATUREZA em PROGRESSO para QUALIDADE DE VIDA. Em cujo, entregarei o Brasil em 2.022 para o Presidente que será escolhido pelo povo em eleição democrática pluralista como a Constituição institui, para dar continuidade ao projeto de construção da Pátria num canteiro de obras projetado para cem anos de construção ininterrupta. Abrangendo a reconstrução e funcionamento da Base de Alcântara, a retomada do “Projeto Calha Norte,” a reconstrução do estaleiro naval, da Engesa, Avibrás e Embraer reequipando o Brasil de indústria naval e indústria aeronáutica; o fechamento policial das fronteiras do Brasil para a marginalidade, terrorismo e ideologismo internacional; a retomada da Eletronuclear; o reemprendimento da construção da malha viária do Brasil, com o tronco ferroviário de escoamento aos portos de exportações, alimentados pela rede rodoviária de caminhões.
   A Economia brasileira será organizada em três áreas de macro empreendimentos: Produção; Transporte; Mercado. Em cada uma emergirá um Brasil novo de investimentos, trabalho e lucro. O Mercado se comporá de porte interno e externo exigindo pesados volumes de obras e de estratégias de competição, qualidade e preço. O Transporte se comporá de: hidroviário, ferroviário, rodoviário, aéreo e marítimo, regido por racionalidade de custos, logística de escoamento e estratégia de fornecimento. A Produção será integrada por regiões e constará de commodities, manufatura, metalurgia, ciência, tecnologia e instrumentais. Sua integração planetária será feita por sistema de oferta, intercambio e compensações; sistema de consultoria, fornecimento e garantia de estoques; sistema de preços, qualidade e consumo.
   O Estado será ajustado aos seus quatro campos de ocupação: Segurança - Saúde - Educação – Trabalho, pela lei do custo/benefício, e atuação rápida, simples, fluente e barata. Todo informatizado e integrado em suas três esferas governamentais: Federal, Estadual, Municipal, pela Magistratura de Estado composta dos 27 governadores sob a presidência do Presidente da República. Os processos licitatórios não ultrapassarão de 72:00 horas; e uma empresa de grande porte não demorará mais de 10 dias para estar totalmente legalizada. A burocracia vai desaparecer junto com a política, porque o povo brasileiro não terá mais tempo para desconfiar, discutir, brigar. Todos estarão convictos de que a vida é muito boa para ser vivida e nosso invólucro biológico nos dá muito pouco tempo para isso. Então, tudo na civilização brasileira será avaliado pelos nossos segundos de vida. E nossa vida terá uma única finalidade: O PRAZER DE VIVER, sentindo dentro de nós a FELICIDADE DE DEUS em seu propósito de povoamento da Eternidade. Pelo qual Ele se fez CRIAÇÃO, nela se estabeleceu em UNIVERSO distribuído por SISTEMAS CONCEPTIVOS e materializado por DIMENSÕES, culminando no HOMEM ao respectivo NASCIMENTO DE SI MESMO À ETERNIDADE COM ELE.
   Então esse aparato de guerra que substituiu o TRABALHO regido pelo AMOR para o CULTIVO DA TERRA pela extinção da Família, destruição da Sociedade, desagregação da Nação e eliminação da Pátria regido pelo ódio e imposto pelo terror que fez dos empregados contra os patrões, pobres contra ricos, sem terras contra proprietários, analfabetos contra eruditos, pretos contra brancos, degenerados contra honrados, imbecis contra docentes e fundiu o mal e o bem, o certo e o errado no atrofiamento ideológico das relações existenciais da nação e compôs com isso a “economia policial burocrática, auto travada, que explora a pobreza, a doença, o vício, o analfabetismo e a briga” materializada pela IMPONÊNCIA DA EXTRAVAGÂNCIA E ORGIAS DA BANDIDAGEM TERRORISTA NO PODER na cúpula ideológica do Edifício Social e a MISÉRIA, MEDO, DESESPERO E TRAGÉDIA NA SUA BASE eleitoreira, desaparecerá da civilização brasileira em 3 anos após minha posse na Presidência do Brasil.
   E como se percebe, Economia, Política, Educação, Ciência e Tecnologia constituem o composto nuclear do Mundo Civilizado regido pelo PROGRESSO para QUALIDADE DE VIDA, a civilização brasileira se identificará por seu SISTEMA DE ECONOMIA, FINANÇAS E TRIBUTOS. Daí o pleito eleitoral de 2.022 iniciará o exercício político da democracia pluralista rotativa espiritualizada religiosa que a Constituição institui, por partidos políticos que sejam as propostas da prestação dos serviços de governo, legislatura e justiça que o Estado Democrático de Direito colocará ao contraditório eleitoral para a seleção mandatária pelo respectivo sufrágio. Pois, à Política caberá apenas isso; o mais tudo na vida brasileira será ocupação de cada pessoa na iniciativa privada sob a regência da livre iniciativa pelos trilhos da competição e concorrência executando as fórmulas da Doutrina Cristã de congraçamento nacional de eternizarão da Pátria como abrigo seguro do suceder-se das gerações: 1) “Com o suor do rosto terás o pão;” 2) “Amarás o teu próximo como a ti mesmo;” 3) “Sejas cultivador da Terra.” Todo o sistema educacional, cultural, empresarial e publicitário estará fundado nessa estrutura nuclear da vertical do Edifício Social brasileiro. A Educação espiritualista religiosa que iniciará a partir de 2.019 ocupará as crianças brasileiras na Escola equipada de Ensino, Alimentação, Assistência Médica, Esportes, Recreação e Civismo. Elas aprenderão ali, pela Ciência, que: A PESSOA SEM DEUS É UMA CRIATURA SEM SI MESMA. Apresentando um atrofiamento bio-espiritual localizado na PROCRIAÇÃO. Cuja causa geradora é o apodrecimento moral da civilização, que a Constituição estanca e elimina no art. 1º incs. II,III e Parág. único.
   A Segurança inicia com a Habitação que se materializa na Pátria e se distribui pela Propriedade, Meio ambiente e Natureza. Então, o campo de abrigo físico do suceder-se de gerações iniciará com o Sistema Brasileiro de Segurança Nacional & Segurança Pública, composto das Armas, Moradia, Locomoção e Convivência.
Na Saúde será imediatamente liberada a medicina natural e mediúnica, com o cultivo das ervas medicinais em grande escala para uso in natura pela população. Toda a produção de alimento humano e animal e toda adubação da terra e controle de pragas será natural, tendo por objeto a SAÚDE e não mais o lucro. Nessa área será eliminado o sistema de a produção empresarial em larga escala. O câncer, AVC, enfarto e doenças contagiosas serão eliminados no GENÉTICA HUMANA no CAMPO DA PROCRIAÇÃO que constituirá na Universidade Ecológica da Amazônia, ocupação prioritária de Ciências Biológicas, Botânicas, Antropológicas, Médicas e Bioquímicas, que formarão o conjunto da compreensão da Vida.
   O Brasil será a primeira civilização cibernética do mundo. A Administração Pública será informatizada da União aos Municípios. Esse modelo ideológico, desagregador, desconfiado, suspeitatório, mesquinho, egoísta, embusteiro, falso, imaginativo, descrente, execratório e policial que gerou essa imensa estrutura burocrática desse Estado paquiderme 9,8% maior do que a sua iniciativa privada, será substituído pelo tripé do desenvolvimento evolutivo: COMPETÊNCIA-INTEGRIDADE-RESULTADO. Assentado na formação educacional de cada membro da nação que se identificará por: HOMBRIDADE-HONRADEZ-CARATER. Certa de que a única finalidade da espécie humana na Terra é: PROCRIAR-SOBREVIVER-RACIONAR, pela fórmula que ela traz gravada em seu DNA: “COM O SUOR DO ROSTO TERÁS O PÃO;” “AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO;” “SEJAS CULTIVADOR DA TERRA.” Pois, a formação educacional será ENCARGO DO ESTADO PARA TODAS AS PESSOAS APÓS O 3 ANOS DE IDADE; SEM DISTINÇÃO ENTRE POBRES E RICOS, porque tal diferença desaparecerá da civilização brasileira. A riqueza será ilimitada, mas, estará à serviço da QUALIDADE DE VIDA regida pela demonstração da Ciência de que somos o PROPÓSITO DE DEUS DE POVOAMENTO DA ETERNIDADE numa TOTALIDADE DE CORPOS-TOTALIDADE DE MENTES-TOTALIDADE DE ESPÍRITOS.
   Será instalada na Magistratura de Estado a “Comissão Nacional da Verdade” criada pela bandidagem terrorista, que levantará por PERSECUTÓRO INSTITUCIONAL DE ESTADO junto com a Polícia Federal e a Procuradoria Geral da República, o número de pessoas jurídicas que desapareceram do cenário empresarial brasileiro, e o número de pessoas naturais que perderam seus patrimônios e de pessoas que ficaram desempregadas e quanto foi o prejuízo que cada uma teve na falência do Brasil, para serem, indenizados. O instrumento governamental para isso é a “instituição do ressarcimento pela União das pessoas sacrificadas pelas estripulias de governo” criada pela Lei nº 10.559/2002, com a Lei 12.292 de 5.7.2010 e a Lei 12.528 de 18.11.2011, que têm essa aplicação no art. 1º incs. II,III e Parág. único com o art. 3º incs. I/IV e o art. 4º inc. II com o art. 5º caput da Constituição. Pois, se a bandidagem comunista que assaltou, matou, sequestrou, fez guerrilha, atentados terroristas e sequestros se ressarciu imediatamente à sua subida ao poder, agora, a nação destruída por eles tem os “mesmos direitos humanos.” A diferença é que a União vai indenizar as vítimas do GOLPE DE ESTADO TERRORISTA instaurado por Luiz Inácio Lula da Silva com o “Projeto de Poder do PT de Comunizar o Brasil Em 22 Anos” que destruiu a iniciativa privada e desempregou a força de trabalho nacional, com reação retroativa contra a bandidagem oligárquica comunista terrorista que fez isso. Pois, está tipifica essa instituição de ressarcimento como se vê do   Processo: 2003.02.24764 Requerente: Luiz Inácio Lula da Silva Data Descrição 02/09/2004 Gabinete do Ministro da Justiça - MJ.COM.BR/ICONE ANISTIADO POLITICO). Em cujo rol de beneficiados está a guerrilheira Estela e/ou Dilma Vana Roussef Linhares – na época do benefício era ministra da Casa Civil, Dilma e recebeu indenizações por três diferentes estados – São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro – que somaram R$ 72 mil. O jornalista Carlos Heitor Cony e a viúva do seringueiro Chico Mendes, Ilzamar Gadelha Mendes, também conquistaram suas cotas. Cony ganhou indenização retroativa de R$ 1.417.072,75 e reparação mensal de R$ 19.115,19. Ilzamar foi indenizada em R$ 337.800,00 e recebe pensão mensal iniciada com R$ 3 mil. Preso por 31 dias em 79, Luiz Inácio Lula da Silva percebeu R$ 50 mil de indenização e pensão mensal vitalícia iniciada com R 2,5 mil e hoje em R$ 7 mil por mês.” A velocidade e generosidade com que os pagamentos do Bolsa Ditadura foram decididos mostra que o vigor máximo de governo é o ressarcimento à população, dos prejuízos que a União lhes causa por seus maus governos. Além do que emerge a execução de mais de 1 milhão de ações de particulares que cobravam ressarcimentos por perdas de rendimentos financeiros produzidas por quatro planos econômicos: o plano Bresser, de 1987; o Plano Verão, de 1989 e os Planos Collor 1, de 1990 e Collor 2, de 1991, ora em fase de cadastramento dos beneficiários pelo STF para o recebimento desses ressarcimentos.
   No campo externo, o Brasil promoverá uma PROPOSTA NOVA DE PAZ MUNDIAL calcada no PROGRESSO INTEGRADO DA HUMANIDADE PARA QUALIDADE DE VIDA, sem socialismos e sem humanismos embusteiros que transformam a humanidade numa espécie ideológica feita da fusão do bem e do mal sem pátrias.
    O compromisso que assumo aqui será integralmente realizado, porque é para isso que eu nasci. E por isso, não o aprendi só na escola, mas ele flui, por ela, da minha VISÃO ESPIRITUAL, dentro do PROPÓSITO DE DEUS, que trago impressa na minha originalidade externa à tridimensionalidade da Via Lactea.
Celio Evangelista Ferreira do Nascimento

Leia também: Celio, a Constituição e as Forças Armadas   e   As Super Potências conosco.

Leia mais ...

Sobre Villas Boas e Convocação dos caminhoneiros

Publicado em Comunicados

Mensagem para os caminhoneiros e novas explicações sobre a situação jurídica do Gen Ex Eduardo Villas Boas.


Saiba mais sobre o Projeto AMAZÔNIA clicando aqui e entenda o potencial de desenvolvimento e progresso que o Brasil possui.

Forças Armadas constitucionalmente convocadas desde 14/08 para prender Temer. Clique aqui e saiba mais.

Gen Ex Eduardo Villas Boas acusado no Ministério Público Militar. Clique aqui e saiba mais.

Saiba mais sobre Celio Evangelista Ferreira clicando aqui e entenda o desempenhado na Assembleia Nacional Constituinte durante a produção da Constituição da República de 1988.

Leia mais ...

Chegou a hora !

Publicado em Comunicados

“O POVO aciona as Forças Armadas pela CONSTITUIÇÃO através da REAÇÃO de CIDADANIA por INTERVENÇÃO CONSTITUINTE no PROCESSO HISTÓRICO promovida aos PODERES CONSTITUCIONAIS perante a CORTE CONSTITUINTE, cuja tem de se tipificar por CONSTITUCIONALIDADE, LEGALIDADE e INSTABILIDADE.  Então, as Forças Armadas não tem nada a ver com a INTERVENÇÃO.  Ela é coisa do POVO, pela qual o POVO puxa as Forças Armadas da CONSTITUIÇÃO e as aponta para a bandidagem terrorista no PODER, dizendo-lhes para cessar o estado de guerra convulsional terrorista de massacre da Nação, que só se verifica com o expurgo dos ladrões e marginais das instituições, ou então as Forças Armadas imporão este expurgo".

Fonte: https://www.facebook.com/sol.abecassis.5/videos/189135541646759/

Veja também: Gen Ex PUJOLRequisição do Gen Ex Mourão pelo POVO e Aviso de Gen Ex Mourão, de dentro do GOB em Brasília.

Leia mais ...
Assinar este feed RSS
Log in