Máfia das Empreiteiras tem R$ 76,4 bilhões em contratos com o governo
Fonte: www.esportes.r7.com

Máfia das Empreiteiras tem R$ 76,4 bilhões em contratos com o governo

Máfia das Empreiteiras' tem R$ 76,4 bilhões em contratos com o governo - 24/06/2017

Se você ainda não curtiu, curta o FCS Brasil no Facebook:


É dinheiro que não acaba mais, ou melhor, acaba nas contas de laranjas dos chefes da Máfia das Empreiteiras e dos politicopatas que estão depenando o Brasil enquanto a grande massa assiste pacificamente>>> (Na foto, o presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, preso na Lava Jato, em visita ao Itaquerão)

Os contratos concluídos ou em andamento da Petrobras com as empresas envolvidas na operação Lava Jato somam R$ 76,4 bilhões.

RELEMBRE: Petrobras afunda em dívidas de mais de R$ 400 bilhões

Do total, R$ 40,5 bilhões ainda estão ativos. Já os R$ 35,4 bilhões restantes são iniciativas já concluídas. As empresas estão temporariamente impedidas de serem contratadas e de participarem de licitações da estatal. No que se refere à quantidade, ao todo, são 442 contratos celebrados entre a estatal e o “clube de empreiteiras”, dos quais 86 estão ativos.

VEJA MAIS:  Andrade e Odebrecht já receberam R$ 219 milhões da União em 2015

O levantamento do Contas Abertas foi realizado no próprio site de transparência da Petrobras e inclui os consórcios dos quais as empresas participam. Outro dado relevante é a modalidade de licitação desses contratos. Cerca de 81% (R$ 62,1 bilhões) dos contratos foram celebrados por meio de “convites”, que limita o número de participantes em uma licitação. Outros R$ 11,8 bilhões foram aplicados com dispensa de licitação e R$ 2,5 bilhões com base em inexigibilidade.

Apenas R$ 205 milhões dos contratos foram enquadrados na lei de licitações (8.666) ou tomada de preços, modalidade de licitação entre pessoas, físicas ou jurídicas previamente cadastradas e classificadas na Petrobras, no ramo pertinente ao objeto.

Para deixar de exigir concorrência entre empresas, a estatal se baseou no decreto nº 2.745, de 1998, editado para facilitar as licitações e simplificar a escolha das empresas. Esse decreto é apontado por investigadores da Lava-Jato como um dos facilitadores do esquema montado na estatal, assim como a modalidade de convite. Desde dezembro do ano passado, quase a totalidade das empresas do “clube” está proibida de participar de novas concorrências por decisão da própria estatal, em razão das investigações na Operação Lava-Jato.

Odebrecht lidera contratos

Entre as empreiteiras, o volume de recursos da Odebrecht chama atenção. A empresa possui cerca de R$ 24 bilhões em contratos com a Petrobras. Dos 45 instrumentos contratuais entre a empreiteira e a estatal, 21 ainda estão ativos. É o caso, por exemplo, da prestação de serviços sonda Boipera, Interlagos, Ondina e Pituba, em que cada contrato custa cerca de R$ 1,3 bilhão. As sondas são necessárias para atender às demandas da Agência Nacional do Petróleo para o Pré-Sal. A Odebrecht foi um dos principais alvos da 14ª etapa da operação Lava Jato. Na nova fase da investigação, o presidente da empreiteira, Marcelo Odebrecht, foi preso. A corrupção da empresa seria realizada de forma mais sofisticada. Esse diferencial, de acordo com o Carlos Fernando dos Santos Lima, procurador do MPF, estava no pagamento de propina a diretores da estatal via contas bancárias no exterior. Logo atrás da Odebrecht estão as empreiteiras UTC, Alusa e Andrade Gutierrez, que também teve o presidente preso pelo Polícia Federal na última sexta-feira (19).  (Com informações são do Contas Abertas)

 

REVEJA:

Cidadãos denunciam que estão sendo 'logrados pelo governo' na conta de luz 

O ELEGEDOR DE POSTES É HOMENAGEADO PELA SENSIBILIDADE CANINA QUE SE ASSOCIA AO REPÚDIO DA NAÇÃO.

UMA IMAGEM QUE VALE POR MIL DISCURSOS.

Última modificação emSegunda, 25 Junho 2018 16:08
(0 votos)
Ler 647 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Log in