Fonte foto: OsConstitucionalistas
Fonte foto: OsConstitucionalistas Fonte foto: OsConstitucionalistas

Escaramuças finais - capítulo 4

"Q. V. Excia. envie ao PERSECUTÓRIO INSTITUCIONAL DE ESTADO constante do Protocolo-SEI NAD/SEI.OG/SR/PF/DF 08280.002.473/2018.91-19.02.2018, (anexo 4) o procedimento penal objeto deste, ao seu encargo, com a decisão monocrática que for proferida, face à presente instauração interventorial de recuperação institucional do Estado Democrático de Direito, na qual o Signatário não aceita sapiência de investidura fundada no “direito encontrado na rua” e assentada em “vitaliciedade do cargo,” porque esse sistema que abrigava “bandidos escondidos atrás da toga” e “vagabundos se impondo pela intimidação na mercadejação forense de sentenças,” segundo a denúncia da Corregedoria Nacional de Justiça no veredicto proclamatório da ex-Corregedora Min. Eliana Calmon, homologada por promulgação tácita da magistratura nacional, encerrou na civilização brasileira no dia 29 de dezembro de 2.017, quando o POVO NO EXERCÍCIO DIRETO DO PODER instaurou a construção da sua vocação de liberdade pelo Processo Histórico regido pela Constituição espiritualista religiosa militar que pressupõe magistrados identificados por hombridadehonradez-caráter-lucidez-impessoalidade-inusperabilidade no art. 1º incs. II,III e Parág. único com o art.101 e o art, 102 caput da Constituição.   -  Ato Institucional de Estado Entre Poderes, pelo Protocolo respectivo." 


 

 

Baixar anexos:

Última modificação emQuinta, 29 Março 2018 12:59
(0 votos)
Ler 878 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Log in